Pesquisar

31 de mai de 2009

Galeria dos ventos mais impressionantes do Planeta Terra.

“Que bons ventos o trazem!” é a expressão que simboliza a importância dos ventos na nossa vida.Foram eles os grandes responsáveis pelas expedições marítimas que descortinaram o novo mundo e graças à sua ação a floresta amazônica é fertilizada com infusórios1 vindos da África. Assim como eles podem trazer alegria e bem-estar, também podem provocar angústia e tristeza. Então, não se pode pensar que apenas marinheiros e aeronautas sejam afetados diretamente pelos vários tipos de vento, pois toda a criatura humana é permanentemente refém dos seus efeitos.

Harmatão.
Ventos famosos do planeta - Harmatão
[Wikipédia]
O maior deserto do planeta também é responsável por grandes ventos. O maior deles, sopra a o oeste de dezembro a fevereiro e, graças à sua intensidade e altitude, carrega as poeiras saarianas até ao Caribe e à Amazônia. Em sua passagem por Cabo Verde, o jovem Charles Darwin muito se impressionou com a “Bruma Seca” que tomou conta do céu e cobriu o navio de uma areia finíssima.

Bora.
Ventos famosos do planeta - Bora
[Photo_e-m]
É um vento de origem catabática. O Bora assola os Bálcãs durante os meses de inverno quando as massas de alta pressão de intenso frio polar se instalam nos Alpes e provocam uma descida rápida do vento em direção ao mar Adriático, varrendo Croácia, Itália, Grécia, Turquia, etc.

Minuano.
Ventos famosos do planeta - Minuano
[Minuano]
O vento de origem polar que sopra do quadrante sudoeste no Rio Grande do Sul durante o inverno produz a sensação expessa em gauchês “faz frio de renguear cusco”.

Logicamente este vento não é um dos mais famosos do mundo, mas ele está aqui porque para mim, que o enfrentei na carne e ossos durante a vida inteira, é como se fosse, por ser palpável e “sentível”. A foto foi tomada nas águas do Lago Guaíba próxima às margens da cidade de Porto Alegre. Note como as águas do rio se encrespam com o vento que os voadores de paraglider também chamam de “oestão”.

Mistral.
Ventos Famosos do planeta - Mistral
[Azura Live]
Vento forte de origem ártica que sopra de norte no hemisfério norte. Ele nasce em zonas de alta pressão polares na península nórdica e se precipita pelo vale do Reno até ao mar Mediterrâneo.

Föhn.

Este também é um vento de origem catabática comum nas zonas localizadas à sotavento dos Alpes. Ele é seco e quente e famoso por provocar derretimento rápido da neve.
Muitas lendas cercam este vento, que é acusado de provocar comportamentos bizarros nas pessoas. Ele é chamado de vento das bruxas e quando sopra, aumento os casos de brigas familiares, suicídios, assassinatos, acidentes de trânsito e até desastres aéreos. Em Munique, e em muitas localidades ao norte dos Alpes, cirurgias e julgamentos são cancelados quando há previsão de Foenh. Leia mais detalhes aqui.

Sirocco.
Ventos famosos do planeta - Sirocco
[Loïc Brohard Photography]
O mais impressionante vento do mundo é sem dúvida o Sirocco que levanta as areias quentes dos desertos Saara e Arábico em grandes nuvens e as precipita Mediterrâneo adentro em direção a norte-nordeste. O Sirocco chega à Europa graças às zonas de baixa pressão que se formam no Mediterrâneo durante o outono e primavera. Pela foto tomada de um calmo balneário da costa grega se pode depreender a força das areias do deserto que chegam tomando conta de tudo. Assim, ao invés da clássica paisagem grega com seu casario pintado de branco emoldurado pelo céu azul, vê-se uma paisagem quase marciana açoitada por ventos de mais de 100 Km/h.

O vento mais forte do Planeta.
Ventos famosos do planeta - Monte Washington
[Departamento f Atmospheric Sciences – University of Utha]
O vento mais forte já registrado na superfície do Planeta Terra e que não foi resultado de um furacão, aconteceu no dia 10/04/1934 no topo do Monte Washington, no estado de New Hampshire, EUA. Não é à toa que este lugar é reconhecido como possuidor do pior clima do mundo, onde um corajoso time de cientistas trabalha num observatório astronômico e climático.
Por: Isaias Malta.

1 São chamados de infusórios, muitos tipos de protozoários que se formam a partir de infusões de vegetais.

30 de mai de 2009

Fake Windows são só imagens, para quê elas existem?

Janelas são portais de luz, portanto servem para alegrar e trazer vida. Todavia, há uma classe de janelas que serve, ou para enganar o passante desatento, ou para dar um certo conforto visual aos transeuntes já oprimidos pela correria.

Assim, nas cidades de todo o mundo são implantadas janelas falsas que lembram o quanto as construções devem avançar além da mera funcionalidade, para suprir a ausência onírica e lúdica tomada dos cidadãos.

Finlândia – Helsinque.
Fake Windows Finlandia-Helsinque

Portugal - Lisboa.
Fake Window Portugal-Lisboa

A França é famosa por suas janelas falsas pintadas. Uma amostra do artifício dos franceses em embelezar paredes, que de outra forma seriam sombrias e opressivas.
França - Paris.
Fake Window França-Paris

França – Avignon.
Fake Windows França-Avignon

Espanha - Barcelona.
Fake Windows Espanha-Barcelona

Escócia – Edimburgo.
Fake Window Escócia-Edinburgo
Há uma explicação para esta profusão de janelas falsas. Elas apareceram quando o governo resolveu baixar um imposto predial usando como critério a quantidade de janelas. Então, por um passe de mágica, as janelas das casas quase sumiram e no lugar delas pareceram as curiosas janelas Fake. Lição: não só no Brasil há o jeitinho brasileiro, já que na Escócia também há o "jeitinho" escocês.

Estados Unidos – Nova Yorque - Soho.
Fake Windows EUA-Nova Iorque
O que seria desta parede sem esta parede de janelas?

Brasil – Rio Grande do Sul – Garibaldi.
Fake Windows Brasil-Garibaldi
Tais janelas somente são falsas porque emolduram o vazio da fachada que sobrou da ganância modernizadora.
Por: Isaias Malta.

29 de mai de 2009

TOP 10 Coisas que as mulheres mais odeiam.

Fiz uma enquete no Twitter, entrevistei a minha Esposa e matutei sobre o assunto. A descoberta mais impressionante é que as mulheres odeiam quase tudo. Então, depois de escolher os ódios mais relevantes, restou-me a tarefa de listá-los em ordem crescente de proeminência.

Aviso aos navegantes: as mulheres não são lógicas e nem lineares. Por isto, tive que me valer do depoimento delas para montar esta listinha. A maioria dos ódios foi apontado por elas próprias e alguns poucos, menos importantes, resultaram da minha própria observação e convívio com estes seres fabulosos. Confesso que sempre dependi de mulheres e sempre dependerei, então, nada mais justo do que entender os seus ódios para não incorrer neles e levar uma vida feliz.

10- Sítios mecanicistas.
As mulheres costumam sentir frenesis alérgicos a postos de gasolina, oficinas mecânicas, lojas de informática, museus aeronáuticos, automobilísticos, navais, etc. (Veja, coincidentemente todos os lugares onde os homens se sentem arrebatados!)

9- Hábitos irritantemente masculinos.
Budum, cantada mal dada ou inapropriada, peido depois da transa, desleixo pessoal, desorganização, futebol, consumo de pornografia, bebedeiras e a clássica aversão a dar explicações sobre onde está, porque chegou tarde, com quem está, etc.

8- Vaso sanitário.
Em uma condição: quando a tampa da privada está levantada. E isto se justifica, pois com certeza ele terá sido usado por um homem e, portanto, está atolado de xixi, porque os homens displicentemente fazem xixi em pé (provocando o efeito ducha mortal de pingos para todos os lados) e negligentemente deixam a tampa levantada como se fosse um aviso para a mulher se por a lavar freneticamente o vaso antes de usar.

7- Ver outra mulher com a mesma roupa.
Isto lembra o episódio da ex-primeira dama dos EUA, Laura Bush, que se defrontou com este pesadelo numa recepção na Casa Branca não uma vez, nem duas, mas TRÊS vezes! A pequena tragédia feminina (pequena para nós homens) aconteceu em 2006, quando Laura Bush se deparou com três mulheres vestindo o seu “exclusivo” vestido vermelho de 8.500 dólares. Leia aqui a história completa.

6- Chifres.
A traição é um pesadelo que ronda permanentemente a cabeça das mulheres e quando consumado... se transforma num dos seus grandes ódios, que só perde para a maquilagem...

5- Maquilagem vencida.
Ué, o que isto está fazendo em 5º lugar? Só quem compreende a psique das mulheres vai entender e certamente não serei eu.

4- Corpo.
Ate hoje não houve mulher no mundo contente com o seu corpo. Seja peso, cabelo, seios, bunda, pernas, etc., há sempre algo que deixa a desejar. É mais fácil encontrar um diamante de 500 quilates, do que uma mulher que esteja contente com seu corpo. Palavras da minha mulher.

3- Ser chamada de gorda.
Comprovadamente um dos maiores ódios das mulheres: gordura e idade. Só falta definir qual é a ordem deles.

2- Idade.
Quer transformar uma mulher numa inimiga cruel? Regra de suicídio do vendedor: insinue algo desabonador sobre sua idade.

1- Outras mulheres.
Este é disparado o maior e mais frequente ódio das mulheres, quer seja na figura da amante, ex-mulher do parceiro, filha, mãe, sogra, amiga linda (possível rival), em suma, qualquer mulher que possa se converter numa futura rival. Preste atenção: onde quer que convivam duas mulheres, certamente haverá algum climinha odioso entre elas.

Os machos que leram até o final devem saber que, longe de ser mais uma listinha curiosa sobre os desgostos das mulheres, isto aqui pode ser encarado como um verdadeiro Manual de Sobrevivência!
Por: Isaias Malta.
Agradeço às seguidoras e seguidores do Twitter que se manifestaram e tornaram possível este texto.
Ajudaeu,
Vinnycordeiro,
Jnoronha,
Mabiabarros,
Emersonanomia
Lucaschwantes
Letiroese
Gregorylaborde1
Semplano,
Markokoell,
Drpaulo,
Luciafreitas

28 de mai de 2009

Pequeno dicionário de analogias mais usadas entre animais e mulheres.

Segundo a Wikipédia, um Dicionário analógico reúne palavras por campos semânticos, ou por analogia a uma idéia, sem necessariamente seguir ordem alfabética.
Vaca – mulher casada que não respeita as regras da monogamia, ou mulher muito peituda. Também é aplicado em xingamentos: “Vaca é a sua mãe!”.

Galinha – mulher desfrutável.

Gata – mulher muito bonita e insinuantemente feminina.

Arara – mulher furiosa.

Pantera – mulher do tipo mulherão, cheia de sensualidade, aquela que é muita areia para o teu caminhãozinho.

Elefanta – mulher de grande estatura ou a que possui órgão sexual enorme.

Loba – aplicável às mulheres em pós-menopausa, cujo aumento do nível de testosterona as faz entrar na “Idade da Loba”, caçadora de rapazes.

Tigresa – mulher linda e misteriosa. Ouça a canção do Caetano Veloso.

Coelha – qualqer mulher que tenha posado na Playboy.

Onça – mulher que é uma fera.

Baleia – mulher dotada de circunferência privilegiada, gorda.

Saracura – mulher dotada de pernas muito finas.

Anta – aplicável indistintamente tanto às mulheres, quanto aos homens, às pessoas dotada de parcos recursos intelectuais.

Dragão – mulher muito feia.

Borboleta, mariposa – mulher que pula de flor em flor, ou seja, não é fiel a ninguém. Mariposa significava antigamente mulher de vida noturna, que é atraída por luz artificial.

Cobra, víbora, serpente – termos normalmente aplicados à sogra, mulher calculista e maledicente.

Égua, potranca, cavala – mulher cadeiruda e de formas fartas.

Cachorra, cadela – 1º termo consagrado pelo movimento Funk, o 2º termo tem o mesmo significado de galinha.

Saúva – mulher dotada de grandes e redondos glúteos, que ganharam evidência na onda das mulheres-fruta do Funk.
Por: Isaias Malta

27 de mai de 2009

O Spam por trás dos Sites que prometem multiplicar Followers no Twitter.

O Twitter é uma ferramenta nova que mal começou em 2006 e já está provocando frisson no Mainstream. Porém, este alvoroço todo está causando uma super excitação nos usuários que estão pegando o bonde andando. Diante da pressão para entender o Twitter e dar funções lucrativa$ ao serviço, vários usuários estão cedendo à tentação de recorrer a sites que prometem amplificar, explodir e multiplicar o número de Followers (Seguidores).

E a razão é muito simples: se o seu negócio depende de visibilidade na Internet, uma conta recheada com 20.000 Followers vem bem a calhar e representa a fórmula mais estonteante de propaganda instantânea já criada no mundo. É errado dizer que o email já fazia isto, pois contrário senso ao fato de ninguém gostar de ver a sua caixa postal abarrotada de Spams, os Followers do Twitter são pessoas que seguem voluntariamente.

Depois que você compreendeu o mecanismo do Twitter, a próxima demanda vem sob a forma da clássica pergunta: como posso usar este brinquedinho para maximizar os meus ganhos? E no próprio Twitter começam a pipocar exemplos bem sucedidos de Power Users que estão obtendo ganhos com o Microblogging. O mais notório deles é o apresentador de TV Marcelo Tas, coincidentemente o perfil com mais Seguidores em língua lusitana, que vendeu a sua visibilidade diante de mais de 70.000 mil Followers para a Telefônica.

Os comuns mortais vendo isto, sentem uma coceira danada para apressar o caminho rumo aos milhares de Seguidores e na senda há várias tentações e “atalhos” que se revelam extremamente desastrosos.

É preciso se acautelar com os sites que usam as seguintes palavras-chave: blaster Twitter, Get more exposure for your tweets, How to Get More Twitter Followers, etc.

Todos estes supostos serviços de multiplicação de Followers trabalham com esquemas Spammers, e o pior, para participar deles você tem que disponibilizar o seu login do Twitter com senha e tudo! Jamais caia na besteira de fornecer sua senha para serviços que não sejam recomendados pelo próprio Twitter, por exemplo, os aplicativos-cliente listados na página de Downloads.

O http://twitt.us manda Spams em nome dos perfis cadastrados.
Recebi de um determinado perfil dois Updates de Spam que haviam sido disparados de um cliente chamado Twitt.us. Imediatamente tuitei o ocorrido e ele respondeu que havia se cadastrado no serviço, enviado senha, etc., e que imediatamente trocaria a senha. A coisa funciona assim: você se cadastra mediante a promessa de multiplicar seus Seguidores e eles passam a mandar Replies usando o seu perfil.

Na prática é um péssimo negócio, pois estranhos passam a usar a sua conta de maneira autônoma para disseminar Spams sem o seu consentimento. Isto é o que eles cobram pelo serviço “gratuito” para aumentar o seu número de Followers.

O programa criador de contas-Fake http://www.twitterblaster.com
Este aplicativo pago promete criar múltiplas contas do Twitter em seu nome e automaticamente segue inúmeras outros Perfis, que supostamente vão segui-lo. Se isto funcionar, é nitidamente um esquema fraudulento.

O velho esquema da corrente do http://tweetergetter.com/heyreadthis
Este serviço ressuscita o velho esquema das correntes repaginado para o Twitter. Candidamente para o cadastramento, ele pede o seu nome de usuário e senha para que o serviço retuite SPAM em nome de 7 contas. Supostamente este esquema lhe trará 19.539 Followers em 30 dias! Mas, enquanto isto, você disponibilizou publicamente a sua senha e ninguém garante o que farão em nome do seu perfil.

O vídeo do china spammer cara-de-pau John Chow do http://www.twitterfollower.com/ explica melhor o que estou tentando dizer. (O domínio do cara pelo menos hoje não está no ar, será que foi suspenso?)


Spam via Mensagem Direta.
Esta semana recebi de 3 usuários diferentes Mensagens Diretas (DM) com conteúdo idêntico com este link: http://www.meuingles.com/quero-um-imac?usr=11451

Ôpa, ôpa, tem gente abusando do Spam via DM. Na realidade isto é um atalho certeiro para perder Seguidores!

Spam via Update regular.
Um Update do Interney http://twitter.com/interney esclareceu a jogada:
Promoção: Quer ganhar um iMac, um iPod Touch e um Shuffle? http://bit.ly/tHxH1 mas não use DM do twitter, seja criativo :)

Não tenho outra palavra que defina isto, é Spam sim senhor!

A conselho a quem ainda não tem o cacife do Interney, com seus 30.000 seguidores, que ponha as barbas de molho neste negócio de mandar Spam via qualquer coisa, seja através de Updates normas, seja através de DMs. Um dos usuários que mandou o Spam acima está com 611 Followers e o outro com 424. O terceiro apagou rápida e inteligentemente a DM. Acredito que é muito pouca bala na agulha para se queimar assim na praça.
Por: Isaias Malta

26 de mai de 2009

Reconheça o tipo de personalidade Geek pelo gênero do seu Workspace.

O Geek se denuncia através do seu Workspace. Através do seu local de trabalho, seja em casa, trampo, quarto, sala, ou até mesmo em baixo da escada, muita coisa pode ser dita da sua personalidade.

1- Gênero Minimalista – discretamente enfiado num cantinho.
Workspaces por gênero Psicológico - Minimalista
Sabe quando alguém faz o tipo certinho, econômico e limpinho? Este quase imperceptível Workspace pertence a um Geek minimalista.

2- Animador de desenho animado – Geek que vive para os bonecos!
Workspaces por gênero Psicológico - Animador
Nem precisa dizer que o cara vive no mundo da lua do HQ.

3- Gênero Esquizofrênico – que medo, fuja deste Geek!
Workspaces por gênero Psicológico - Geek Esquizofrênico
A informática é uma das atividades mais enlouquecedoras do mundo, pode acreditar!

4- Gênero Designer – perceba o Style classudo.
Workspaces por gênero Psicológico - Designer
Para entender este gênero de Geek, é preciso assistir o vídeo postado no Youtube por Carreygio. Trata-se do áudio de uma palhaçada criada no Programa Pretinho Básico levado ao Ar na Rádio Atlântida de Porto Alegre em cima do Clip do Village People.


5- Gênero Kitsch – colecionador compulsivo de quinquilharias.
Workspaces por gênero Psicológico - Kitsch
Você nem precisa confessar que é Kitsch, seu gabinete de trabalho vai te dedurar.

6- Geek fanático por ergonomia – combate a tendinite com unhas e dentes!
Workspaces por gênero Psicológico - Fanático por ergonomia
Gente anticéptica e hipocondriacamente preocupada com a saúde da coluna, D.O.R.T e outros bichos mais, investe toneladas de grana neste tipo de brinquedo caro.

7- Geek megalomaníaco – usa trocentos monitores simultaneamente.
Workspaces por gênero Psicológico - Geek Megalomaníaco
Geek compulsivo em mostrar poder de fogo. Tonelagens de monitores, múltiplos processadores e um mar de periféricos.

8- Geek fanático Star Wars – tarado por guerra nas estrelas.
Workspaces por gênero Psicológico - Treker Fanático
O Han Solo, com uma expressão de agonia e congelado em carbonite poderia provocar evocações um tanto lúgubres em pessoas comuns. Não nos Star Wars fanáticos que dariam todos os seus caraminguás para botar seu computador em cima deste túmulo provisório providenciado por Jabba The Hutt.

9- Geek acadêmico – lixo radioativo, não se aproxime, tranqueira mortal!
escritorio baguncado
Para quem acha que a desorganização tem laivos criativos e até teoriza sobre isto, este é o ambiente perfeito para “soltar os cavalos”. Normalmente quem se enquadra neste gênero são os Geeks acadêmicos, quase sempre submersos em toneladas de "papers".

10- Geek “rest in peace” – o merecido sono dos justos.
Workspaces por gênero Psicológico - Rest in Peace
Este camarada trabalha num dos piores escritórios do planeta, no Yahoo de Nova Iorque. Para fazer frente aos cubículos insuportavelmente pequenos, à feérica luz fluorescente e à mesa de vagabunda estilo Casas Bahia, nada melhor do que lançar mão de um Puff e algumas almofadas e tirar aquela soneca dos justos.

Quanta diferença dos escritórios do Googlepex, onde ninguém sabe direito onde é o Workspace no meio de tantos ambientes lúdicos!
Por: Isaias Malta.

25 de mai de 2009

Grandes perfis brazucas suspensos do Twitter por atividade Hacker.

Aviso aos navegantes: não é verdade que apenas ações deliberadas podem causar a suspensão do perfil do Twitter. Há um novo ingrediente neste drama que deve levar pequenas e grandes contas a se acautelarem.

Suspensão do @goup.
Um dos perfis mais seguidos do país, com 41.463 seguidores, foi suspenso pelo Twitter no dia 16 de Maio de 2009. No dia 20 de maio o Goup foi reabilitado.

Motivo da suspensão: segundo as palavras de Iuri Brito, o proprietário do perfil: “o site linkado na minha Bio foi hackeado com malwares, o que levou o Twitter Team a suspender a conta.”

Suspensão do @rodrigoscarpa.
Quem não conhece o destrambelhado Vesgo do Programa Pânico levado ao ar aos domingos pela Rede TV? Pois o perfil do alterego do repórter vesgo, o Rodrigo Scarpa foi suspenso pelos mesmos motivos do Goup. No momento da suspensão o rodrigovesgo tinha mais de 20.000 seguidores.

Fiquei sabendo do ocorrido por intermédio da super bem relacionada e informada @rosana, que tuituou no dia 20 de maio de 2009 o seguinte: “O Twitter suspendeu a conta do @rodrigoscarpa . Ele pergunta se alguém sabe o que fazer para voltar. Passei o link do Help do Twitter para ele".

Imediatamente após a suspensão, o Rodrigo Scarpa abriu outro perfil chamado @rodrigovesgo, onde ele explica as causas da suspensão:

“Por um motivo inexplicável até o momento, o Twitter bloqueou minha conta @rodrigoscarpa.
Minha suspeita é a de que hackers invadiram meu site www.vesgo.com.br e espalharam vírus em minha página na WEB. Como vários links levaram à minha página pessoal, o Twitter deve ter bloqueado.

Já pedi para que retirassem o Blog do Vesgo do AR por conta disso. Vou voltar com o site reformulado e sem problemas. Estou tentandoi a reativação da minha antiga conta no Twitter. SIGAM-ME sempre!! Conto com Vocês!!! Rodrigo Scarpa.
Até hoje, 25/05/09 o site do vesgo não foi voltou e o endereço redireciona para o a conta de Twitter @Rodrigovesgo.”

Como gato escaldado tem medo de água fria, a volta do Goup foi marcada pela retirada do link da descrição.

Enquanto isto, a @rosana, que não é boba, botou suas barbas de molho e tirou o link do seu Blog QueridoLeitor e o substituiu por algo menos “hackeável”, o domínio Farofa, que é apenas um Curriculum Vitae.

Até hoje, dia 25/05/09, o perfil @rodrigoscarpa continua suspenso, assim como o seu blog www.vesgo.com.br.

23 de mai de 2009

6 imagens evocativas e civilizatórias.

Deixemos que as imagens falem per si e berrem sobre a encruzilhada da vida moderna, resumível em lixo,decrepitude e gestão pública leniente.

Inclusão digital.
5 imagens evocativas civilizatórias - inclusão digital
[Planet Earth Looks Blue]
A África recebe os nossos computadores sucateados e os destina às crianças...

Refugiados felizes.
5 imagens evocativas civilizatórias - refugiados felizes
[Critical Miami]
Um velho taxi transformado em veículo anfíbio cumpriu a sua missão de levar uma família cubana à liberdade do Tio Sam.

Paz na decrepitude.
5 imagens evocativas civilizatórias - decrepitude
[The Motorless City]
Não seja incomodado por vizinhos chatos, vá morar em Detroit.

Política indigente.
5 imagens evocativas civilizatórias - política
[Club Hyper]
Até a década de 80 a Somália possuia aviões de combate, que foram usados numa guerra civil fomentada pela super potências. Após a destruição do país e o desinteresse dos países ricos, só sobrou o silêncio das turbinas enferrujadas... não de se estranhar a ação de piratas somalianos reclamando o seu quinhão da riqueza que lhes foi roubada.

Últimos lugares para o espetáculo do aquecimento global.
5 imagens evocativas civilizatórias - espetáculo
[Treejugger]
Enquanto continuamos com a bunda pregada na nossa poltrona de veludo, perdemos a oportunidade para acompanhar de camarote o derretimento das últimas geleiras nas terras do Papai Noel.

A [Há] esperança?
5 imagens evocativas civilizatórias - Hope
[Friskpics]
That’s all Folks!

Por: Isaias Malta.

22 de mai de 2009

Como saber se um computador está infectado pelo Vírus Conficker e virou um Zumbi?

Hoje é o Vírus Conficker que está arrasando, amanhã será outro. O importante é compreender o modus operandi deste tipo de Worm, que objetiva arregimentar a maior quantidade possível de Zumbis no mundo inteiro. Uma grande rede de computadores infectados se chama Botnet no jargão da segurança e significa máquinas que pode ser controladas remotamente pelos hackers proprietários dos programas “zumbificadores”. O Conficker é mais um deste vírus deste tipo.

Nestes momentos em que você está lendo este texto através da Internet, seu computador pode estar possuído por uma Botnet e você nem se deu conta. Para que isto tenha acontecido, é lógico que uma série de fatores deve convergir, desde a negligência do usuário com as questões de segurança, até a sua displicência ao abrir emails com anexos e por fim, o hábito promíscuo do usuário em instalar programas piratas crackeados.

Fragilidades que podem levar à infecção de Vírus do tipo Conficker:
- O usuário não implantou senha de inicialização do Windows. Nesta condição, o computador que quando ligado, entra diretamente na área de trabalho e vira um grande candidato a se tornarem zumbi, ainda mais porque normalmente os usuários operam nele usando uma conta de administrador que concede plenos poderes para qualquer um fazer o que bem (mal) quiser no sistema;

- Windows pirata, é um daqueles que não conseguem sofrer atualizações, porque senão a Microsoft invalida o número de série;

- Antivírus fraco, normalmente é um daqueles que são oferecidos para gratuitamente para download na Internet, mas que não têm todos os recursos das versões pagas;

- Não tem Firewall instalado.

Principais sintomas de um computador que se converteu num Zumbi de Botnet:
- O antivírus não atualiza;

- A velocidade do computador e a velocidade da conexão com a Internet caem espantosamente. Isto acontece porque um computador zumbi devia grande parte dos seus recursos de hardware e da banda da Internet para perfazer as atividades de rede maliciosa;

- Estanhas janelas Popups pipocam intermitentemente enquanto você está navegando;

- A sua página inicial no Browser se altera sozinha sem motivo aparente;

- Seu computador manda automaticamente emails estranhos para a os seus amigos;

- Você passa a receber muitos emails com mensagens de endereço inválido ou de “Failure Notice”, sendo que você não passou nenhum deles;

- Seus amigos lhe enviam emails avisando que o seu computador está infectado;

- O sistema começa a exibir repetidas mensagens de falta de memória e espaço em disco;

- O sistema apresenta falhas repetidas no Windows Defender e no Windows Explorer;

- Você não consegue mais acessar sites de fabricantes de Antivírus;

- Determinadas pastas do Windows não permitem o acesso;

- O sistema congela frequentemente, reinicia sozinho e começa a dar “pau” a toda hora.

Enquanto o seu computador está possuído por uma Rede Zumbi, quais atividades extras ele desempenha?
- Manda incessantemente emails de SPAM para milhares de endereços no mundo;

- Tenta infectar outros computadores que possuem as mesmas vulnerabilidades do seu;

- Participa de ataques coordenados a grandes servidores mundiais;

- Recebe atualizações dos vermes (worms) já instalados e outros malwares para serem distribuídos;

- Pode servir de servidor FTP para armazenar material de pedofilia, terrorismo, racismo, etc.

Passos para desacoplar um computador de uma Botnet.
- Implante uma senha na inicialização do Windows, de modo que o computador não entre automaticamente na área de trabalho;

- Atualize o sistema operacional e, se for pirata, você dever trocar por um SO legítimo que funcione sem cracks, pois muitas vezes os próprios cracks são vírus disfarçados;

- Habilite as atualizações automáticas do Windows;

- Deixe de ser pão duro e invista num bom aplicativo completo de segurança de Internet que contenha antivírus, antispyware e Firewall.

Este artigo, mais do que dar dicas práticas para a desinfecção do Conficker, atenta para os bons hábitos a serem cultivados pelos usuários, pois por trás de cada episódio de infecção há uma série de falhas e negligências.

Por: Isaias Malta.

Leitura Adicional:
[Terra]
[Firewalls and Virus Protection]
[Techxplore.net]
[Viruslist]

21 de mai de 2009

Esquadrilha de aviões do Google pronta para invadir o mundo!

Google Girl
Calma, não se excite! Não estamos falando este tipo de avião, mas daqueles de alumínio e asas! O Google não tem presença forte apenas no mundo virtual, pois no deserto do real ele mantém uma esquadrilha de dar inveja a qualquer força aérea do mundo.
Aeroporto Federal Moffett Field
No hangar do Google localizado no Aeroporto Federal Moffett Field na cidade de Montain View, EUA, alguns quilômetros distante da matriz da empresa, há Boeings 757, 767, jatinhos Gulfstream V, aviões bimotores a hélice e até um jato de combate.

Jatinho Dassault Falcon 900B.
Google Plane1

Avião do Google Maps fotografado em Sydney, Austrália.
Google Plane2

Boeing Google 767-200.
Google Plane3

Avião de Combate Google Dornier Alpha.
Google Plane4

Depois destas provas, você ainda duvida que o Google está pronto para invadir o mundo?
Por: Isaias Malta.

Trepanação: abrir um buraco na cabeça para expandir a Consciência!

Hoje ninguém mais se espanta com nenhuma forma de mutilação, desde a simples depilação até o Body Modification extremo, tudo é feito e tudo é consentido numa sociedade moderna, multifacetada e plural.

Mas, das intervenções corporais existentes, a que chama mais atenção por mexer no órgão mais sensível do corpo humano (que não é o bolso, ahahah), é a Trepanação. A técnica, que é muito simples e pode ser aplicada pela própria pessoa, consiste em abrir um buraco na cabeça com uma broca e, posteriormente, cresce uma pele por cima.

A Trepanação é aplicada desde temos imemoriais, atestada pelos crânios de diversas idades encontrados em sítios históricos. Um costume que se acreditava extinto depois que a humanidade entrou na era moderna, ressuscita em pleno século XX no auge da era psicodélica nos anos 60.

Aos que aderiram ao procedimento é feita uma pergunta insistente: para quê? E eles enumeram inúmeros benefícios, desde os terapêuticos, até os existenciais:

- elimina os problemas de dores de cabeça e enxaquecas;

- combate a depressão;

- proporciona maior oxigenação no cérebro e libera a sua pulsação;

- expande a consciência.

Veja o trailer do documentário A Hole in the Head, onde aparecem alguns dos maiores propunadores da Trepanação nos nossos dias.


Em algumas regiões remotas da África, a trepanação ainda é realizada com fins terapêuticos. É o que se pode depreender do vídeo abaixo, pela idade da mulher submetida ao procedimento.


Não me cabe julgar o mérito da técnica, já que diante de tantas outras intervenções corporais que se fazem atualmente, pelo menos esta tem fins "nobres". A lição que fica é que neste vasto mundão de Deus há mais coisas entre o céu e a terra, do que sonha a nossa vã filosofia.
Por: Isaias Malta.

Maiores informações:
Mente Aberta.
Like a Hole in the Head.

20 de mai de 2009

Wellington-Nova Zelândia, o aeroporto mais ventoso do mundo!

A cidade Wellington é a capital mais ao sul do planeta terra. Portanto, é uma região sujeita a ventos e tempestades, pois se situa na latitude de 41° 17' S. Porém, apenas a localização geográfica no extremo sul da ilha principal da Nova Zelândia não seria suficiente para a cidade ganhar o título de cidade mais ventosa do mundo, já que a configuração do relevo contribui em muito para potencializar os ventos predominantes já fortes.
Vista geral do Aeroporto Internacional de Wellington-NZ
Pelo esquema abaixo se pode perceber que tanto os ventos predominantes do quadrante noroeste, quanto os do sul sofrem um tunelamento no estreito entre as montanhas das duas ilhas. Os aeronautas chamam o fenômeno de apressamento do vento de Venturi, quando, devido ao estreitamento e compressão do vento na sua passagem pela baia de Wellington, sua velocidade e força aumentam consideravelmente, especialmente se o vento sopra de noroeste.
Esquema de ventos de Wellington-NZ

Para piorar a situação, o Aeroporto Internacional de Wellington tem a configuração praticamente de um porta-aviões à beira mar, ou seja, está à mercê da força total dos ventos que normalmente sopram de través sobre a pista. Estes ingredientes são suficientes para fazer grandes jatos comerciais se entortarem e quase pararem no ar na rampa final de pouso. Note como eles chegam num ângulo altamente inclinado em relação ao eixo da pista, porque o piloto deve necessariamente manter o nariz sempre aproado contra o vento, só no último instante do toque na pista é que ele desterça violentamente o leme para alinhar novamente o gigante com o eixo da via.

Postaram no Youtube uma compilação dos Top pousos mais punks neste aeroporto que farão você, se não tiver medo de avião, morrer de vontade de visitar a Nova Zelândia! Não vejo a hora de reservar os meus bilhetes!
Por: Isaias Malta.

Dados que tornam Wellingnton uma das cidades mais ventosas do mundo e, por isto mesmo, é considerada a capital mundial do Windsurf. [RoaringForties]

19 de mai de 2009

Teste de atenção masculina: o que eles não percebem nesta foto?

Nós homens somos acusados de não prestarmos atenção nas nossas mulheres, nas suas roupas, no seu cabelo, no seu perfume, na sala, na casa, etc. No entanto, está comprovado cientificamente que os homens não conseguem executar várias tarefas ao mesmo tempo e têm a tendência de concentrar a atenção em pontos específicos.

Quando os homens contemplam a figura feminina, é aí que o déficit de atenção masculino se revela um desastre. Eles se detêm principalmente nos pontos-chave e esquecem o resto.

É a grande diferença entre homens e mulheres, enquanto nesta foto as mulheres observam o todo, eles majoritariamente não vão notar os detalhes, talvez alguns importantes.

Qual é o detalhe na foto destas militares posando em cima do canhão que passa desapercebido aos olhos masculinos e que as mulheres, usando a sua capacidade de olhar o todo, facilmente descobrem?
Mulheres posando no canhão.

Quem percebeu o pequeno personagem, o curioso pinguim observando a aeronave? Se você é homem, pode ter descoberto na hora qual das militares é mais coxuda e que o objeto de fundo se trata de um helicóptero, mas o pequeno bichinho... este você está vendo agora. Confesse!
Por: Isaias Malta.

Capacetes fashion do auge da era espacial nos anos 60.

Hoje, frente aos problemas mundiais do aquecimento global, guerras e exaurimento dos recursos naturais, sentimos alegria por termos sido felizes na década de 60!

No início dos anos 60 a companhia aérea americana Braniff International Airways encomendou para o figurinista italiano Emilio Pucci um uniforme para as suas aeromoças.
Capacete Fashion1
Aos modelitos tradicionalmente coloridos da era psicodélica, foi acrescido um acessório particularmente impressionante para proteger as cabeças das moçoilas nas rotas polares que faziam escala técnica de abastecimento na Groelândia e Islândia: um incrível capacete de plástico.
Capacete Fashion2
Infelizmente o sonho espacial não durou muito por motivos de praticidade. Depois de 1965 os capacetes foram retirados e à posteridade só restou um misto de curiosidade e inveja do tempo em que era possível ao homem acreditar na humanidade.
Capacete Fashion3
Fontes:
[Glamour Splash]
[Liberty London Girl]
[Braniff Pages]
[Jungle Dream Pagoda]
[The Dancing Mufin]

Por que o novo buscador Wolfram|Alpha é uma piada mortal?

Ao longo dos anos de dominação do Google apareceram tentativas de contrapor as forças do Império. Recentemente os hypes alardearam o buscador criado por ex-funcionários do todo-poderoso Google, cuja importância não passou além do som cacofônico do seu nome em português: Cuil.

Agora os hypes da grande imprensa se debruçam sobre mais um novo “fenômeno” que atende sob o nome hermético e esquisito de Wolfram|Alpha. Eu, assim como todos os Geeks de plantão, saí a campo para testá-lo e os resultados foram desanimadores.

Tuitei as minhas impressões expondo que ele não sabia o significado no mundo real da palavra “Iridium”, que é a rede de satélites comunicações de baixa altitude lançada pela Motorola, famosa por ter sido um fracasso de 6 bilhões de dólares.

O usuário @Mak_PG respondeu com argúcia que o Wolfram não sabe o que é Adamantium. Ora, qualquer Wolverinista de meia tigela sabe que se trata do elemento metálico super resistente que recobre os ossos do Wolverine e que lhe confere indestrutibilidade.

O usuário @aniel22 defendeu o Wolfram com a alegação de que, por enquanto, a sua base de dados é muito restrita, mas que em breve vai melhorar.
Todavia, a piada mortal não é em relação ao mérito dos resultados pífios do novo Buscador e sim quanto à sua filosofia em relação aos produtores de conteúdo.

O fato mais grave sobre o Wolfram|Alpha, que se apresenta como um buscador semântico, é que ele não privilegia os Sites e Blogs, mas sim o seu umbigo, ou seja, a sua base de dados denominada respectivamente de:
Wolfram|Alpha curated data, 2009;
Wolfram Mathematica WordData.

Eis o “X” da questão: segundo o site Cidade Biz, “O Wolfram|Alpha aposta num caminho completamente diferente: um banco de conhecimento gigantesco montado, editado e estruturado por cerca de 100 funcionários nos últimos anos”.

Raciocine comigo você que, como eu, é produtor de conteúdo. Quando você lança uma interrogação na caixa de busca do Wolfram, não obtém a clássica lista de resultados privilegiadores das FONTES geradoras de conteúdo e sim uma tela “computada” a partir da base de dados coligida pelos tais funcionários mencionados acima.

Se você quiser saber as fontes originais que basearam o resultado exibido pelo Wolfgram, terá que acionar um linkezinho na linha inferior chamado Source information. Ou seja, nós produtores de conteúdo estamos confinados numa listinha mixuruca dentro de um linkezinho inexpressivo, o que para nós é um verdadeiro desastre!

Para quem pensava que o Yahoo fosse a piada mais mortal da Internet, pela sua famosa e bizarra capacidade de restringir, compartimentalizar e definhar resultados, o Wolfram|Alpha surge vitorioso para botar o roxo no chinelo.

A lógica dos atuais buscadores é montar um sistema relacional de dados em cima da montanha de dados produzida todos os dias na Internet. Ao exibir uma lista de resultados com os links das fontes, NÓS que construímos penosamente alguns pedacinhos desta imensa Teia (Web), usufruímos alguns créditos pelo fato do nosso trabalho ser linkado. Qualquer picareta que apareça ignorando os produtores de conteúdo e se jactando da sua própria base de dados, que certamente foi kibada de várias fontes, não tem a mínima chance de fazer mal a uma mosca, quanto mais à força do Império galáctico construído pelo Google e para o qual contribuímos com a nossa parte todos os dias.
Por: Isaias Malta.

18 de mai de 2009

Unfollows no Twitter podem comprometer a sua popularidade no resto da Internet.

A nova onda pós seguir-todo-mundo é restringir o número de Seguidos. Agora os tuiteiros estão descobrindo que não conseguem seguir o universo e por isto, estão apelando implacavelmente para a política de Unfollows.

Como fazer inimigos de graça?
Ok, cada um tem o direito de fazer o que quiser, mas também é verdade que para cada ação há uma reação em sentido inverso. Ontem eu estava escrevendo um post para este Blog e me deparei com um dilema. Depois de ter levantado o material a ser linkado, verifiquei que um dos Blogs pertencia a um tuiteiro que na política de “emagrecimento” que realizou no seu portfólio de Seguidos, me deu Unfollow. Naturalmente e polidamente este blogueiro explicou no seu blog que o seu enxugamento acontecera somente para preservar a sua sanidade mental.

Ok, mas EU fui um dos cortados e como tenho boa memória, na hora da velha questão Linkar ou não Linkar, pesou na decisão o fato de ter ganhado o Unfollow e resolvi cortar qualquer referência que seria feita ao Blog do sujeito. Está certo que sou somente um micróbio boiando nas tempestuosas águas virtuais, contudo esta situação serve para que nos acautelemos contra o açodamento dos nossos Unfollows.

Minha política: não sigo quem deixa de me seguir.
O Blogueiro que me falar que não está afim de popularidade, então não entenderei porque ele abriu e mantém um Blog. Todos nós sem exceção queremos simpatizantes para o nosso projeto e qualquer política restritiva que venhamos a desenvolver, pesara sobre o nosso índice de popularidade, que é a grande moeda de troca existente no mundo internético. Dei este exemplo para tentar explicar que para mim ninguém é maior do que ninguém e por não dependo de ninguém, radicalizei de vez a minha política do Twitter: não há mais exceções à regra: todos os perfis que deixam de me seguir recebem Unfollow e nem o Papa e nem o Obama escapam disto.

É possível servir a dois senhores neste assunto tão melindroso?
Um Blog divulgou uma política curiosa de Follow/Unfollow: ele optou pelo rodízio de grupos de Seguidos. Acredito que este tipo de atitude atentatória à fidelidade traga bem mais prejuízos do que benefícios. Sempre haverá a alegria dos novos Seguidos e a mágoa dos atingidos pelos Unfollows e os estragos impregnados nestes últimos, facilmente superará os benefícios causados nos primeiros.

Portanto, é chegada a hora dos agentes da Web se precaverem contra as ações antipáticas. Se você decidiu manter uma pasta reduzida de Seguidos no Twitter, vá em frente e se mantenha fiel ao seu grupinho, pois muitas pessoas varrem constantemente a sua área de Seguidos à procura de defecções. Sou um deles e não nego minha condição de fanático paranóico contra o golpe do Follow Fake.

O que é precisamente o Follow Fake?
Alguns caras perceberam que alguns perfis desenvolvem políticas predadoras de recrutamento de seguidores. Estes estelionatários seguem milhares de contas e destas, estatisticamente eles arrebanham quase 50 % de seguidores. Tão logo eles obtêm o resultado esperado, que é o aumento espetacular do número de seguidores, disparam massivamente Unfollows na esperança de que um determinado percentual dos seus Seguidores não se dê conta da tramóia.

Constatei esta prática quando percebi que alguns perfis me seguiam por um ou dois dias e inesperadamente davam Unfollow. Além disto, há um caso folclórico recente de um sujeito que me mandou um Reply para que o seguisse, o que fiz sem maiores problemas. Só que em dois dias o cão não me seguiu, o que lhe rendeu um Unfollow e a certeza de se tratar de um golpista e olha que o crápula falava em nome de Deus.

Conclusão.
No ambiente fortemente interativo da Internet todo mundo está permanentemente no bico de todo mundo. O importante neste mundo competitivo é manter a coerência de atitudes e não flertar com o imponderável achando que a popularidade não é necessária. Ao contrário, nós precisamos dela tanto quanto do ar que respiramos, portanto, é preciso envidar todos os esforços rumo à autenticidade.
Por: Isaias Malta