Pesquisar

29 de jul de 2011

Por que crianças continuam abandonadas, enquanto os cães vivem luxuosamente?

Imagem que não choca.
Vivemos a maior tragédia humana no Brasil, onde seres humanos são tratados como animais e estes vivem como nababos. Sinceramente, eu me apavoro de ver petshops e clínicas lotadas de gente gastando somas astronômicas com os seus bichinhos de estimação, enquanto há crianças abandonadas nos semáforos, esquinas e becos mendigando e sendo exploradas de todas as maneiras possíveis.

26 de jul de 2011

Razões que levam o homem moderno a rejeitar o alimento do deserto.

Tradicionalmente, ao longo da história da humanidade, a solidão tem sido saudada como uma instância necessária e imprescindível ao crescimento espiritual. Entretanto, no último século temos assistido a completa derrocada deste preceito, substituído pela ânsia conectiva cada vez mais crescente.

24 de jul de 2011

Até quando a opinião do Afinador é confiável na compra do piano?

Os felizes proprietários de pianos sabem que a vida dos seus instrumentos depende umbilicalmente de bons afinadores. Contudo, como ninguém pode lutar contra o fato de que toda a regra tem exceção, no nosso caso, os afinadores também possuem o seu calcanhar de Aquiles.

11 de jul de 2011

Dicas para descircular e circular amigos no Google+

Ou a arte de não perder amigos e descircular gente que não te circula.
Enquanto não surgem aplicativos/gambiarras específicos para fazer o gerenciamento de amigos no Google+, temos que improvisar para minimizar o trabalho de manutenção das novas adesões e eliminar aqueles que nos ignoraram/desprezaram.

10 de jul de 2011

Gambiarra de luminária multifuncional feita com tripé e suporte de lâmpada de bateria

Numa casa há a carência permanente de uma luminária portátil e totalmente direcionável para atender às mais diferentes necessidades, desde a leitura num sofá sem iluminação adequada, até iluminar os pequenos serviços de oficina. Então, pensei em comprar uma luminária pronta articulada que cuja haste terminasse em um prendedor grande que pudesse ser fixado em diferentes superfícies.

9 de jul de 2011

Google+ para iniciantes, entre nos círculos com perguntas e respostas.

imagem: [sellmic.com]
O Google recém lançou a sua rede social, ou de compartilhamentos, e já está dando o que falar. Os fortes do Google+ (pronuncia-se Google plus) são a sua interface intuitivamente simples, interatividade e a flexibilidade de configurações. Por exemplo, não existem separações entre mensagens privadas e públicas, pois tudo depende do quem é adicionado antes de enviar. Além do mais, você tem a liberdade de apagar qualquer conteúdo indesejável adicionado aos seus posts. Enfim, após entender a arquitetura desengessada desta rede, você não sentirá saudades das múltiplas limitações impostas pelo Twitter e dos inumeráveis bloqueios famosos no Facebook.

8 de jul de 2011

Cérebro de Pipoca, efeito colateral devastador do vício do século.

Quando Hilarie Cash chega em casa, ela tem duas opções: cuidar do jardim, ou futricar no notebook. Os lilazes precisam realmente de um trato e o computador pode esperar, já que o expediente acabou. Não obstante, Cash se sente atraída pelo computador como se fosse um imã puxando-a. Talvez tenha um e-mail urgente, ou um tweet engraçado, ou novas imagens postadas no Facebook. Acho extremamente difícil me desconectar diz ela, "é muito difícil dizer a mim mesma, não faça isto e vá ao jardim".

7 de jul de 2011

8 tipos de Pluseiros que mostram os seus círculos no Google+

Você já notou que os integrantes das outras redes tem nome: orkuteiro, facebookiano, tuiteiro, e os da nova rede do Google ainda não? Pois vou chamá-los de pluseiros, para não ter que chamá-los de “maiseiros” já que a companhia jura que o serviço não se chama "google mais" e sim "google plus".
Mas, resta um problema: não tipificamos os pluseiros, que podem ser identificados de acordo com a sua origem: orkuteiros, facekbookianos, tuiteiros, etc.

6 de jul de 2011

O gato mais infeliz deste inverno.

Gato branco
A história é curiosa*: era uma vez dois gatos brancos foram adotados aqui no sítio. Depois que se tornaram adolescentes, como todo o bom gato, eles acabaram migrando para a casa que dava mais comida, ou seja, a casa da sogra. Um tinha olhos azuis e outro, verdes, mas infelizmente, o de olhos azuis acabou atropelando um carro apressado na estrada e veio a falecer.

5 de jul de 2011

Como não sentir frio no inverno? Dicas quentes para despertar a energia interior.

Como não visto há tempos, este ano estamos sendo brindados com um inverno tido como rigoroso, mas que apenas remonta aos invernos de décadas passadas, depois de vários episódios sucessivos de eventos meteorológicos de mesoescala chamados de El Niño e La Niña, ou ENOS* no jargão científico. Pois bem, este ano os Niños, ao darem uma trégua no clima, nos presentearam com um daqueles invernos antigos, o que nos obriga a lutarmos contra o enregelamento.

4 de jul de 2011

Curiosidades sobre a eterna polêmica dos mamilos.

Tecnicamente um mamilo é uma terminação de pequenos orifícios em forma de protuberância carnosa que enfeixa os ductos mamários, por onde o leite é excretado, para o mantimento e satisfação dos lactentes. Ao seu redor se desenha a auréola, que é um círculo de pele mais escura de aspecto granuloso (por conta das glândulas sebáceas de Montgomery*). Contudo, abstraindo a função nutriz, tais pequenas porções anatômicas sempre causam polêmica, porque são uma das áreas mais erotizadas do corpo humano e um exemplo disto é que quando a mulher se vê flagrada nua, a primeira zona que ela encobre são justamente os seios, mais precisamente os mamilos, que se prestam por isto mesmo a tantos tabus e mistérios.

2 de jul de 2011

Primeiras impressões sobre o Google+

Foto: Geeklogie
O Google lançou recentemente o seu mais novo produto que ele insiste em dizer que não é Rede Social(porque não tem joguinhos?). Se a curiosidade é tanta, que tem neguinho comprando convite através do mercado livre por “10 real”, então é bom esclarecer alguns pontos gerais, porque as dúvidas específicas estão sendo respondidas no próprio Google+ (pronuncia-se google plus) pelos experts que já começaram a surgir.