Pesquisar

31 de jan de 2012

Maiores dos nossos medos modernos menores


Antigamente as pessoas tinham medo do inferno, da fome, dos saqueadores de estrada, da guerra, da peste, etc. Hoje, solucionados os maiores problemas de saneamento básico, alguns medos sobrevivem sob outra roupagem, enquanto outros novos foram agregados. Assim, os Quatro Cavaleiros de Apocalipse; Guerra, Fome Peste e Morte, ressurgem repaginados aos novos tempos.

1) Assédio de amigo de rede social do tipo “trabalhe em casa”
Eles se espalham como erva daninha pelas infovias da internet. Quem não tem medo das suas insistências e presenças pegajosas? Fujo sempre e continuo fugindo!

2) Receber cantada de cartão de crédito
Tremo só de ouvir o telefone aqui de casa tocar nas horas mais inadequadas (almoço). Invariavelmente é a moça chata do telemarketing de voz monótona e sotaque carioca tentando me enfiar goela abaixo um cartão que não me interessa. Aos incautos comunico que não há fórmula mágica de você se livrar do telemarketing, a não ser sentar, respirar fundo e enfileirar um monte de “nãos” insistentes nos momentos em que a moça para (para respirar) o metralhar da ladainha de “ofertas irrecusáveis”.

3) Perder o último bafo
Os smartphones vieram para resolver os nossos problemas ou criar outros maiores que não existiam? Com a crescente compulsão de checar as novidades, duvido que a tal síndrome conectiva seja um mal menor que justifique um bem maior. Por enquanto, prefiro desligar os meus gadgets sempre que tenho que bater um papo cabeça com um camarada muito amigo meu (eu mesmo), ou simplesmente vaguear a esmo sem lenço e sem documento. Você sabe o que é isso? Experimente!

4) Prisão no trânsito
"Agitadíssimo" trânsito de Pyongyang, capital da Coréia do Norte
Mesmo que você seja um feliz integrante da classe média e tenha absoluta certeza de que jamais será colocado atrás das grades, por força das benevolências do nosso código penal leniente com as classes abastadas e draconiano com os ladrões de galinha, morre de medo de ficar preso no trânsito nosso de cada dia. Prisão esta cada vez mais frequente e duradoura.

5) Perder dados ou a conta
O fechamento do Megaupload, maior servidor de armazenamentos de arquivos do mundo, consubstancializa um dos maiores medos modernos: perder irreversivelmente os traços digitais, o que equivale a perder uma parte da vida plasmada em fotos e vídeos. O outro problema é que eventualmente as pessoas perdem a conta nas Redes Sociais, quando a vida se torna um inferno, porque elas investem ali a maior parte dos seus contatos e convívios.

6) Futuro
Planejamos, planejamos e planejamos, mas corremos o risco de morrer na praia. Foi o depoimento que ouvi de um gerente de banco. Todo empolgado em ganhar dinheiro e garantir um pé de meia, não se deu conta de que a morte pode chegar subitamente. Foi o que se sucedeu à sua irmã que morava na Europa, que morreu inesperadamente aos 41 anos vítima de um câncer fulminante. Agora, ele descobriu que tem de viver mais o presente e o futuro à Deus pertence.

7) Futuro dos filhos
Quem não tem filhos, costuma afirmar “que medo eu teria de legar um mundo desses aos meus filhos!”. Pois para quem tem, o furo é mais embaixo, uma vez que não se vislumbra possibilidade de um mundo legal para as próximas gerações, frente ao quadro de esgotamento dos recursos naturais e todo o blábláblá ecológico que todo mundo acha um saco.

8) Perder o celular
Se a perda de dados é um dos maiores pesadelos da vida moderna, tudo isto pode ser “embalado” no maior de todos: o roubo ou extravio do aparelhinho mais importante do que carteira, bolsa, roupas, óculos, relógio, etc.

Olha que não falei do medo da morte, de perder o emprego, idade, pobreza, doença, segurança, do desconhecido, etc., mas esses são medos maiores e não tem espaço para caber nesta simples relação de coisinhas que nos afligem no dia a dia.

No frigir dos ovos deveríamos nos perguntar: para quê servem os medos, se sabemos que a maioria deles é totalmente irracional? Ora, não fora isto, a nossa vida seria um paraíso na terra.

27 de jan de 2012

E agora? Estou suspenso temporariamente no Facebook por motivos de segurança


Este post se destina aos usuários que estão com a sua conta temporariamente suspensa por motivos de segurança, ou seja, a conta não foi desativada nem excluída, ela continua lá, seus amigos podem acessá-la, escrever no seu mural, mas mesmo assim você está impedido de fazer login.

26 de jan de 2012

Pianos Bizarros: modelos verticais custam mais que pianos de cauda

Klavins Pianos Model 370i: 600 mil reais
O “i” do nome significa integrado à estrutura da casa.
Você pagaria uma pequena fortuna por um piano de armário? Esta pergunta deve ser feita aos interessados em comprar o piano Model 370i, fabricado por encomenda pela empresa Klavins Pianos sediada na Alemanha. O interessante é que o piano é construído especialmente para se adptar ao espaço da sua casa, se é que você pode ter apenas uma “casa” para agasalhar um monumento que ocupa dois andares!

Mammoth Piano: 172 mil reais
Por uma “bagatela” dessas o fabricante promete unir os pontos fortes dos dois mundos: a praticidade dos pianos de armário à riqueza sonora dos pianos de cauda.
O interessante da história é que se você se interessar em levar pra casa essa belezinha, o seu afinador terá que mudar a sua rotina de trabalho: doravante deverá usar um taquinho de prolongamento para conseguir simultaneamente manusear a chave de afinação e alcançar o teclado para percurtir as cordas. Tudo porque a altura do Mamute é de 2 metros 14 centímetros (7 pés). Se pensarmos que o maior piano vertical vendido atualmente não ultrapassa 1 metro e 26 centímetros, dá para entender o quanto o Mammoth é fora de série!

O outro detalhe fica por conta do transporte deste piano, que é uma batalha à parte na guerra para torná-lo um “bebê” só seu.

Fandrich Piano: 30 mil reais
Uma pequena fábrica de pianos artesanais situada nos arredores de Lake City (Seattle – Estado de Washington – EUA) idealizou um modelo vertical com tábua harmônica e mecanismo especialmente projetados para se obter sonoridade e duplo escape iguais aos grandes pianos de cauda.
No entanto, a realidade da indústria de pianos é muito diferente do mundo romântico imaginado por Darrell Fandrich, pois nenhum dos maiores fabricantes do mundo se interessou em incorporar as suas inovações nas grandes linhas de montagem. E a razão é muito simples: as pessoas optam por pianos verticais em primeiro lugar pela imposição dos espaços residenciais reduzidos e, principalmente, pelo orçamento apertado demais para adquirir os cobiçados pianos de cauda.

15 de jan de 2012

O que fazer no Facebook quando “Por motivos de segurança, sua conta está temporariamente bloqueada”?


Toneladas de usuários estão enfrentando um grande transtorno para acessarem as suas contas do Facebook; do nada quando vão fazer o login, ou até mesmo estando na conta, recebem na cara a seguinte mensagem:
Por motivos de segurança, sua conta está temporariamente bloqueada.
If this account reflects your real name and personal information, please help us verify it.

Porém, o problema mal começou, pois quando o usuário é instruído a fornecer um número de celular para receber o código de ativação via SMS, o tal código não é recebido. E tem mais, quando chega o código, ele não funciona.
Antes de tentar cadastrar o seu celular, use este link para saber se o Facebook já tem o seu número confirmado: https://www.facebook.com/confirmphone.php

*Formulário para a verificação de número no caso de falhar o formulário anterior: http://www.facebook.com/help/contact.php?show_form=mobile_account_verification
Importante: informe ao Facebook apenas o código de área + seu número de celular, por exemplo: 1190077021 já que o código de país é informado na caixa de opções.

A causa do problema está menos relacionada com o comportamento do usuário e mais com a inundação de spammers, fakes e invasores de contas que o Facebook tem experimentado nos últimos tempos, na medida em que o número de usuários se aproxima do fantástico número de 1 bilhão de almas.

Devido ao aperto do cerco contra fraudadores e spammers, o Facebook decidiu submeter ao crivo humano uma parte do processo de verificação das contas atuais. Portanto, se você acabou de ter a sua conta bloqueada por motivos de segurança, saiba que a causa é um problema de verificação da sua IDENTIDADE.

Sabedor da causa do infortúnio, a segunda etapa é tentar provar ao Facebook que você é o que diz ser, ou seja, que é uma pessoa real. Supondo que você não tenha cometido a asneira** de usar um apelido ou qualquer coisa estranha no seu nome, acesse este formulário e envie uma cópia colorida do seu documento de identidade:

O usuário que não cadastrou o nome real no Facebook, pode se deparar cedo ou tarde com o famoso bloqueio por motivos de segurança, pois feriu um dos Termos de Responsabilidade do Facebook:
*Solicitamos que todos usem seus nomes e sobrenomes reais, assim você pode saber com quem está se conectando. Para manter nossa comunidade segura e confiável, bloqueamos o uso de certos nomes quando você criar uma conta. Isso ajuda a impedir que as pessoas criem contas falsas ou mal-intencionadas que possam prejudicar sua capacidade de aproveitar o compartilhamento com seus amigos.


As pessoas que recebem a mensagem dando conta que excederam o número de pedidos de envio do código devem aguardar uns 2 dias antes de tentar novamente.

10 de jan de 2012

Curiosidades sobre a Tábua Harmônica do Piano


Ela funciona como uma espécie de “alto-falante” do piano, desempenhando o papel de transdutor, ou seja, convertendo a energia mecânica vibracional produzida pelas cordas em som. Para cumprir este papel, a tábua harmônica tem que apresentar várias propriedades bastante interessantes: caprichoso equilíbrio entre flexibilidade e rigidez (stiffness), robustez e resistência à deformação.
Tábua Harmônica Laminada vista de baixo / Piano Hilun HG-178

8 de jan de 2012

Susto de Tarântula cabeluda misturado com assombração de Lobisomem


Ontem, enquanto a minha mulher terminava de ver o filme “O Lobisomem” com Benicio Del Toro, Anthony Hopkins, Emily Blunt e Hugo Weaving, aconteceu algo inusitado.

Sob os acordes barulhentos do lobisomem matando e despedaçando gente, fui ao corredor abrir as janelas que têm uma tela por dentro. Você tem que abrir a tela e liberar as trancas para abrir as janelas de vidro emolduradas em alumínio.

Até aí tudo bem, só que quando fui fechar novamente a tela veio o susto! Pelo canto do olho pude ver que a minha mão estivera a poucos centímetros de uma imensa misteriosa coisa peluda. É que durante a noite uma aranha caranguejeira tinha se alojado justamente no espaço entre a tela e o vido e continuava impávida ali esperando ser liberada para retomar o seu dia de estripulias na natureza.

Como eu estava imerso nas impressões do filme de lobisomem que estava rolando na sala, qual não foi meu grande susto ao me deparar com uma coisa semelhantemente peluda no mundo real!

Aqui vai o registro da minha primeira visão:

Aqui uma foto em close da bichinha:

É claro que a coisa acabou em boas risadas em virtude do meu afetamento assustadiço.
É claro que estou acostumado com essas tarântulas imensas passeando tranquilamente no nosso pátio. O meu susto somente sobreveio em função do suspense despertado naquele momento pelo lobisomem. Até comentei com a minha mulher se aquela Tarântula não era a mesma que uma vez* (quando era bem jovem) morava no nosso corredor, até que foi "despejada" quando fizemos a reforma e acabamos com as frestas e colocamos telas. Vá saber o que acontece nesse mundão de Deus!

7 de jan de 2012

10 males causados pela masturbação na visão dos próprios masturbadores


Apesar de psicólogos e médicos darem a maior força para a masturbação, o sofrimento e as perdas causados pelo transtorno são infinitamente maiores do que a “ciência” pode supor, tanto que os dois artigos* sobre o assunto postados no Blogpaedia rendem depoimentos candentes de quem já perdeu tudo para o mundo de fantasia que os masturbadores erigem ao redor das suas vidas. Qualquer um minimamente inteligente percebe como alguns elementos se repetem nos relatos dos masturbadores compulsivos, o que nos leva a crer que se aí não há verdade, certamente ela não está nas mãos dos doutores da ciência, que estimulam a satisfação desenfreada de todos os sentidos, mesmo que ao custo da saúde mental.

2 de jan de 2012

DESCUBRA QUEM VISITOU SEU PERFIL NO FACEBOOK! é golpe!


Verdade seja dita, o Facebook nunca disponibilizou* nenhum recurso ou aplicativo que permita a visualização dos visitantes do seu perfil e talvez nunca disponibilize.

Enquanto isso, os engraçadinhos e mal intencionados deitam e rolam engendrando golpes baseados em aplicativos maliciosos que exploram a crendice popular. Só que tais aplicativos têm vida curta, pois o Facebook acaba deletando-os tão logo começam a chover as denúncias.

Contudo, o mais novo golpe não funciona dessa maneira, pois ao invés de desenvolver um aplicativo no próprio Facebook, os golpistas preferiram outra abordagem através da criação de um blog no Blogger chamado http://www.quemmevisitou.blogspot.com/

Ou seja, torna-se impossível ao Facebook deletar um blog hospedado no Google. E o que o tal Blog faz sob a promessa de revelar a identidade dos visitantes? Simplesmente induz as pessoas a curtirem e recomendarem no Facebook as seguintes páginas:
http://www.facebook.com/humordiarionoface
http://www.facebook.com/riodejaneiro.brazil

Veja neste link em tempo real a quantidade de pessoas que estão caindo no golpe:

Se quiser fazer um teste, você não precisa necessariamente cumprir os 2 passos exigidos pelo blog, já que basta apertar o botão “Continuar” e no “Continuar” novamente da próxima página e fazer um comentário que será publicado no seu mural, para finalmente cair nesta tela:

*Ora, tal informação que o Blog finalmente fornece é totalmente falsa, pois segundo a ajuda do Facebook:
O Facebook não oferece recursos que permitam acompanhar quem está vendo seu perfil (linha do tempo), ou partes dele, como, por exemplo, suas fotos. Aplicativos de terceiros também não oferecem tais recursos. Os aplicativos que se propuserem a oferecer-lhe este recurso serão removidos do Facebook por violação de política. Você pode denunciar os aplicativos que proporcionam experiências não confiáveis.

Enquanto as pessoas acreditarem que é possível saber quem visitou o seu perfil no Facebook, os espertinhos continuaram a urdir sistemas que direcionam milhares de “Curtires” para determinadas páginas, ou seja, estarão recebendo algo e pagando coisíssima nenhuma em troca.

Assim, mesmo não se tratando de hack de perfil, ou disseminação de vírus, no momento em que sujeitos mal intencionados induzem as pessoas a curtirem determinadas páginas do Facebook em troca de falsas promessas, tal ato tem que ser considerado malicioso.