Pesquisar

13 de jan de 2014

5 testes simples de flexibilidade denunciam o estado da sua saúde

por
A elasticidade do corpo é crucial para o bem estar do indivíduo, podemos até dizer que se confunde com vitalidade e saúde. É só observar as crianças para vermos o quanto nascemos com a flexibilidade tinindo e, na medida em que passa o tempo e caímos nos maus hábitos, vamos enrijecendo e adentrando a idade do condor, com dor aqui, com dor ali, tudo fruto de um modo de vida pautado pelo sedentarismo.

Para aquilatarmos o nosso estado atual de enrijecimento, trago aqui as seguintes posturas, algumas delas preconizadas pela Yoga e artes marciais.

Encostar as mãos cruzadas nas costas
Tente fazer as duas posições possíveis. Se não consegue fazer é porque há problemas de sobrepeso ou obesidade. Também pode haver problemas nas articulações, ou tratar-se simplesmente de um corpo não afeito a rotina de exercícios.
Foto: getahead

Sentar sobre os pés
Posição que confere grande bem estar e sensação de vitalidade. Pessoas bastante sedentárias tendem a sentir muita dor nos pés e pernas devido ao grande dobramento dos membros inferiores. A falta de sucesso nessa posição denuncia problemas de retenção de líquidos (inchaço), má circulação sanguínea, afecções articulares, etc.
Foto: Yogiebunny

Encostar a testa no joelho
Apesar de ser uma posição extremamente simples de se fazer, os possuidores de abdômen avantajado (barrigudos) não conseguem alcançar o joelho com a testa, portanto, é um sério indicador de síndrome metabólica.

Tocar a ponta dos pés com os dedos sem dobrar as pernas
Possuir uma coluna plenamente saudável é um dos requisitos básicos para a felicidade! Essa posição denuncia o estado da coluna do indivíduo. O insucesso pode denunciar desvios, hérnias, desgastes, o famoso bico de papagaio, etc.

Ficar de cócoras com os pés retos no chão
Conseguir ficar de cócoras por tempo indeterminado é um grande indicador de boa saúde. Os sujeitos que não conseguem deveriam se preocupar mais com a folha corrida de exercícios e menos em tentar virar batata enraizada na frente da TV. Além dos orientais, as crianças dão provas de que essa posição é a mais naturalmente descansante.

Há solução para quem descobriu que está mais calcificado do que cavalo marinho?
Sabe-se que uma parte do que podemos batalhar em prol da nossa saúde provém do exercício físico.
Portanto, abandone o máximo que puder o carro e a motinho, troque as maratonas na frente da TV nos fins de semana por passeios no parque, abandone elevadores e escadas rolantes, ande mais a pé ou de ônibus, pratique Tai Chi Chuan, Yoga, Pilates, artes marciais ou outro exercício organizado, etc.


Porque um dom maravilhoso que o corpo tem é o de recuperar rapidamente o tempo perdido, basta colocá-lo na "pilha" que ele reage na medida em que é tratado com carinho e respeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário