Pesquisar

5 de ago de 2015

A libertação do Windows 10!



Que o Vista foi uma bosta e a Microsoft não fez nada para consertar a cagada, isso é uma verdade. Que a tragédia do Vista foi repetida no Windows 8, isso também é uma verdade, mas o melhor da história é que a Microsoft, num enigmático mea culpa, está tratando de apagar a sua segunda grande cagada do milênio, dando direito aos coitados maltratados pelo filho da besta a migrarem para longe da coisa horrorosa.

No meu Dell Inspiron 5547 o "parto" se processou de forma bem natural. Um belo dia constatei, ao clicar na janelinha de upgrade do Windows 10, que a atualização já estava disponível para ser instalada no meu notebook. Consultei o site de suporte da Dell e lá disseram que o hardware já estava testado e era só tacar fogo!

Depois de ler alguns reviews bastante elogiosos sobre o novo SO na internet, resolvi encarar a aventura. E não me arrependi! Parece que a máquina nasceu de novo! Agora tudo anda como se tivesse funcionando no modo turbo nível máximo! Frequentemente uso o recurso standby, que no Windows 8 era quase igual a inicializar a frio. Agora a volta do sistema é instantânea.

A navegação no Waterfox ficou a jato. Na verdade, a performance do computador melhorou de uma maneira ainda não apreendida totalmente. Pena que o novo navegador do Window 10, o Edge, não liberou ainda as bibliotecas para que os add-ons possam rodar, pois as minhas senhas são gerenciadas pelo Lastpass, que acusou não poder se instalar neste navegador. É uma pena porque o Edge é violentamente rápido e espartano, tanto que o seu primeiro codinome foi “Spartan”.

Quando li de um usuário que o seu velho Acer tinha ficado como um muleque de 17 anos, resolvi apostar na migração de um All-in-one da marca (cof, cof, cof) CCE que uso para como servidor de impressão e baixar uns torrents de vez em quando. Reservei a atualização do Windows 10 e no mesmo dia o sistema liberou o download. Deixei a noite inteira o troço baixando e na manhã seguinte já comecei a rodar a instalação.

Até o CCE virou uma tartaruga ninja depois do upgrade para o Windows 10. De quebra, os drivers de uma velha impressora laser HP e um mais velho ainda scanner HP estão funcionando perfeitamente!

Para completar a festa, falta migrar o ultrabook Sony Vaio Pro 11 da mulher. Mas, o site de suporte da Sony avisa em letras garrafais que os seus gadgets que vieram com o Windows 8 instalado (não o 8.1) só receberão instruções de atualização em novembro de 2015.

Como a Sony é altamente complicada com os seus drivers (a migração do Windows 8.0 para o 8.1 foi uma complicação), decidi esperar sentando num canto e não mexer no vespeiro.

Até lá, continuarei usando e testando esse novo sistema operacional que promete não deixar viúvas chorando pelo caminho.

PS: é bom ressaltar que o Win10 aboliu as malditas charm bars, aquelas janelas intrusas que se abriam ao mínimo deslizar do apontador nos cantos da tela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário