Pesquisar

23 de nov de 2012

Como manter um relacionamento saudável



Hoje em dia, ter um relacionamento não é nada fácil. Muita gente não quer ter compromisso sério com ninguém, outras pessoas estão traumatizadas por problemas de relacionamentos anteriores. Ainda assim, existem muitos homens e muitas mulheres que querem amar, serem amados e que não perdem a fé no amor.

Ter um relacionamento é algo muito bom. Traz paz, felicidade e não tem nada mais gostoso do que estar com uma pessoa que te ama e lhe faz bem. Mas, com a convivência, as diferenças começam a aparecer e podem minar o seu relacionamento.

Os principais vilões de um relacionamento saudável são o ciúme, que leva a raiva, a mágoa e muita tristeza para muitos casais. As próprias diferenças pessoais - um agitado demais, outro muito quieto – um parceiro bagunceiro com uma mulher com mania de organização, entre outros. Isso tudo detona muitos relacionamentos.

Para evitar desgastes no seu relacionamento sério, continue lendo esse artigo, siga as nossas dicas e você terá um relacionamento duradouro, saudável e feliz.

·       O primeiro passo para manter um relacionamento saudável é ser segura de si. Com essa postura, você inspira confiança e segurança no seu parceiro, o que, por si só, já torna o relacionamento mais leve e gostoso.

 ·       Seja uma boa ouvinte. A maioria das mulheres fala demais e ouve de menos. Isso entristece o homem. Às vezes ele só precisa de carinho, atenção e de não ser julgado, principalmente quando o problema tem a ver com o trabalho (não com você, moça!).

 ·       Seja vaidosa. Homens são muito visuais e adoram uma mulher cheirosa, com o cabelo bonito e unhas bem cuidadas.

 ·       Deixe de ser brigona. A maioria das mulheres tem mania de ficar brigando por pouca coisa. Isso desgasta o relacionamento aos poucos e faz com que o homem vá se afastando. Seja mais carinhosa e veja como ele vai ir se abrindo e se sentindo cada vez mais ligado a você.

 ·       Respeite o seu parceiro. Muitas mulheres têm mania de discutir em público, de fazer barraco e isso desmoraliza o homem. Se ele fez alguma coisa e você NÃO gostou, segure a onda e deixe para discutir depois, quando vocês estiverem a sós.

 ·       Tentem encontrar um hobby para fazerem juntos. Pode ser uma caminhada, um curso de dança ou qualquer outra coisa que vocês possam fazer juntos. Isso faz bem para os dois e une o casal.

 ·       Por último, se tiver uma oportunidade, proponha uma viagem para seu parceiro. Viajar a dois é sempre revigorante e deixa os dois mais à vontade. E quanto mais feliz o casal está, menor a possibilidades de brigas e de separações...que muitas vezes ocorrem por motivos tão bobos.





3 comentários:

  1. O mais interessante é que essas "dicas para manter o relacionamento" são direcionadas apenas para as mulheres, como se a culpa de os relacionamentos acabarem fosse somente delas... Acho isso um saco, porque você não faz um post ensinando homens também? Juro que quando vi o titulo achei que fossem dicas para ambos, porque eu sempre leio seu blog e acho legal o que você escreve... Lex

    ResponderExcluir
  2. Como homem e ser humano, concordo com quase tudo. Mas a autora começa dizendo que namorar não é fácil.
    Fácil, é. O problema é que alguns não têm noção de comportamento e maturidade emocional.

    Em primeiro lugar, goste de vc. Quem vive se escorando nos outros acaba pressionando o(a) namorado(a). Ninguém pode te fazer feliz. Se vc condiciona a felicidade a estar com alguém, está errando. Uma hora aquela pessoa não vai estar disponível pra vc. Ela pode estar trabalhando, pode estar resolvendo alguma coisa ou pode até não te querer mais. Quem vai saber? Aí, como vc vai ficar? Vai pensar em suicídio, não é mesmo? Pois se sua alegria depende do outro totalmente, vc fica sem base.

    2) Não tenha pressa em amar. Ficar apaixonado por alguém e ser correspondido, não é muito. Tudo no começo é bom. Ambos só vão mostrar suas qualidades e a paixão cega.
    Seja prudente, primeiro conheça a pessoa, converse muito. O tempo está a seu favor. Quanto mais tempo, melhor.
    O que adianta se casar depois de 3 anos que se conheceu, ter filhos e se separar? Não é porque tudo hoje vai a mil maravilhas que amanhã também.

    3) Não confunda sexo com amor. Não é porque vc sente atração sexual e se considera apaixonado(a), que de fato, ama a pessoa.
    A parte MAIS FÁCIL em qualquer namoro é o sexo. Sim, racionalmente, é só ficar desnudo e mandar ver. QUALQUER UM faz isso.
    Muitos se entregam ao sexo e acham que estão num relacionamento saudável. Não raramente termina o horário de trabalho e vão encontrar a pessoa só pra isso. E a conversa?
    Se atenha às questões que exigem treinamento, como diálogo, paciência, tolerância e a saber lidar com probleminhas do dia a dia.
    Resumidamente, não faça do sexo um deus. Ele é só uma consequência natural.
    A mídia te engana. E digo isso sobretudo para as mulheres. Ao contrário do que vc lê nas revistas, na internet, ouve pela TV, vc não precisa ter o "corpinho no lugar", fazer exercícios com intuito de modelar o corpo, colocar aquele implante horroroso e doentio chamado de silicone e outras besteiras. Seja quem vc é.
    Se seu parceiro é tão preocupado com suas formas naturais de mulher, talvez ele ainda não se descobriu como homossexual(que nada tem de errado nisso, porém, obviamente ele não vai viver ao seu lado como marido), ou sofreu uma grande lavagem cerebral.

    3) Aceite a pessoa do jeito que ela é, e assuma as consequências.
    Se vc sabe que seu namorado gosta de beber e assume o risco de namorá-lo mesmo assim, não reclame depois se ele virar um alcoólatra.
    Algumas mulheres se chateiam: "Ele só quer ficar no bar bebendo". Ora, e por que vc não se preveniu? Será que não havia indício nenhum de que ele era doente?
    Não acredite nessa história de "bebedor social". Não existe fumante social de crack, maconha, cocaína. Por que haveria de bebedor de álcool? Algumas pessoas é que TOLERAM. Bebem um pouco e não desenvolvem alcoolismo. Não significa dizer que o álcool não seja uma droga.
    Se não, por que os adolescentes beberiam um pouco pra se "soltar"? Se não fizesse efeito no sistema nervoso, não causaria tontura, desinibição e outros sintomas, mesmo em pouca quantidade.

    Ah, depois de tudo isso, vc não se convenceu? Acha que porque o governo permitiu a venda, então é próprio pra consumo? Saiba que cigarros também estão dentro da lei. Não é preciso dizer os efeitos nefastos da aspiração de fumaça, certo?


    3.1) Aceite a pessoa como ela é, e aja naturalmente.
    Exemplo: vc sabe que essa pessoa já traiu um(a) ex-namorado(a). Não se descabele. Não faça reprimendas. Se ele(a) souber que vc se alterou, a tendência é que ele(a) esconda outras coisas de vc. Afinal, se vc se comportou assim, no entendimento dele(a), fica claro que vc não deve ouvir mais nada parecido. Ele(a) não vai se sentir à vontade pra te contar o passado e presente.


    4)Conte sobre vc. Compartilhe seus momentos bons e ruins.

    ResponderExcluir
  3. 4.1) Antes de querer um grande amor, queira um grande amigo.
    A base do amor é a amizade. Qual é esse namorado, essa namorada que não quer ouvir seus problemas, que não se dá bem com vc na hora de um aperto, que não se preocupa com seu bem-estar? Vc precisa ter um(a) amigo(a) pra só depois dizer que tem um namorado/a ou um marido/uma esposa.

    Li e fiquei um pouco horrorizado ao saber que algumas pessoas não gostam de envolvimento com grandes amigos, com aquela pessoa pra quem vc conta tudo.
    Tudo bem que não é porque vc tem um grande amigo(a) que vc tem que namorá-lo(a), mas, ora, um grande amor depende de um grande amigo. Vc deve gostar da presença dele(a), se abrir, se preocupar, observar se o outro se preocupa com vc, se gosta de te ajudar etc.

    Que coisa mesquinha aquela história: "Se minha namorada souber disso, me mata".
    Opa! Existe algo errado aí. Sua namorada deveria ser a PRIMEIRA a saber. Deveria ser antes de mais nada, uma grande amiga sua, com a qual vc compartilha até coisas que poderiam/podem causar ciúme.


    5) Não seja ciumento(a). Se vc é amado(a), qual é o motivo da insegurança?
    Talvez vc não se sinta confiante em si mesmo(a) e na relação amorosa. Sendo assim, não seria melhor descobrir onde está o problema? Vc tem medo de perdê-lo(a)?
    Deve ser frustrante viver um amor com esse medo diariamente.

    Não fique perguntando onde a pessoa esteve, o que fez, com quem andou. Ninguém gosta de se sentir vigiado, dando explicações o tempo todo.
    Tanta insegurança revela uma pessoa até infantil, como se dependesse da segurança do papai ou da mamãe.
    Deixe o outro respirar e agir naturalmente.
    Se vc fosse traído, não seria com essa insegurança e perguntas diretas que iria descobrir.
    E como não ser traído, ou seja, enganado? Volte ao item 3.1.
    Conheça, veja com quem vc está lidando. Deixe a situação fluir. Cobranças não resolvem nada.
    Deixe que seu marido olhe pra outras mulheres, se ele for assim. Certamente vc acha outros homens bonitos e olha também.
    Olhar ou ficar excitado não condiz com traição. Trair é agir pelas costas.


    6) Cultive a paz. Em vez de gritar ou chorar por algo que ele(a) fez, converse.
    Se vc está ao lado de um homem que NÃO GOSTA de conversar, vc tem um sério problema, pois vc tem inteligência emocional, e ele, não. Avalie se esse namoro tem futuro.

    ResponderExcluir