Pesquisar

21 de fev de 2013

A quem denunciar os falsos Likes dados em seu nome no Facebook?

por
Fatos recorrentes que irritam os usuários do Facebook:
- Você já se viu curtindo a página de um político que você detesta?
Este fato aconteceu com a minha esposa e com militantes da campanha de Obama, que se viram involuntariamente curtindo a página do adversário republicano Mitt Romney;

- seus amigos e parentes mortos com perfil no Facebook continuam enviando lhe enviando recomendações e curtindo páginas, supostamente atuando do "além"? Embaraçosamente isso acontece sim, e os usuários prejudicados ficam "xingando muito no Twitter";

- frequentemente me vejo curtindo páginas que jamais curtiria, aliás, normalmente são páginas de fotinhos engraçadas, memes, menes e mais memes;

- eventualmente, me vejo assinando perfis completamente despropositais aos meus interesses.

Como o Facebook explica?
O Facebook se defende dizendo que são as pessoas que saem apertando botões por aí sem medir as consequências e acabam curtindo coisas que não queriam curtir. Ou seja, a rede social toma os usuários indistintamente como débeis mentais. Como eles explicam a "fala" dos mortos"?

A quem denunciar? Só se for ao Papa...
Como não dá para denunciar o Facebook contra ele mesmo, eu me resigno a esquadrinhar regularmente a minha timeline para descobrir coisas estranhas tais como páginas que nunca curti e pessoas que nunca seguiria em sã consciência. Quando descubro uma atualização estranha no ninho, desfaço na hora a pegadinha.

Para você não pensar que é uma voz que clama sozinha no deserto, dê uma olhada nesses links abaixo de artigos que abordam os problemas que começaram depois que o Facebook decidiu dar um tom agressivo aos seus negócios, afinal pensam eles, se você concorda em usar um serviço gratuito, não vai se importar muito se a sua conta for um pouco animada por manifestações fantasmas em seu nome.

Um comentário:

  1. Pra onde olhamos está ali um banner do facebook, um post sobre facebook, um "curta nossa página no facebook", um "vamos ser "amigos" no facebook", um "leia no facebook", "faça login com sua conta do facebook".

    Só se fala disso. A internet está emburrecendo a população, parece que o assunto mais importante é o FB.

    Como é que uma empresa domina dessa forma todos os sites?? Talvez eu saiba a resposta.
    Uma coisa tenho que admitir. Aquele pirralhinho Mark Zuckerberg foi inteligente. Observou que 99% dos usuários não têm o que fazer e precisavam de um local pra conversar besteira, postar imagens engraçadinhas, conselhos em gifs animados, piadas sem graça nenhuma, fazer fofocas e coleção de milhares de "amigos". Claro, como se fosse possível conversar com cada um.

    A verdade mais dolorosa é que a internet deixou de ser veículo de informação e virou sinônimo de facebook, de objetivos puramente comerciais e de gente desocupada. Sem ofensa, mas não me digam que um médico, dentista, vendedor, corretor imobiliário ou seja lá quem, que trabalha de 7 às 18h usa redes sociais.
    Hahahahaha. Dá vontade de rir. Uma minoria pode até usar, simplesmente pra se distrair. Pra perder tempo, mesmo.

    Ah, sim. É claro que existe muito trabalhador no facebook, mas daquele tipo que usa o computador da empresa; finge que trabalha.


    A brasileirada não quer nem saber de educação, né? Fazer curso pela internet, aprender português, matemática, química, ajudar as pessoas fazendo um gráfico de função de 2º grau, aprendendo estatística. Pra quê? Isso é coisa de esnobe.

    ResponderExcluir