Pesquisar

25 de fev de 2013

O que um Blu-Ray Player deve ter para tocar filmes baixados da internet?

Escolher uma marca/modelo de BD-Player não chega a ser uma tarefa fácil pois nenhum projeto reúne o melhor dos mundos num único aparelho. Logo, você encontrará ao lado de recursos interessantes, deficiências irritantes. Assim, a melhor coisa a fazer é se informar bastante sobre o equipamento desejado e verificar previamente se ele realmente atende às suas necessidades, que aqui não serão todas discutidas, só a questão da tocabilidade de arquivos baixados.


1) BD-Player ou Media Player?
Se a sua onda é somente tocar arquivos digitais e não discos, cogite comprar um Media Player, que é um dispositivo destinado a tocar exclusivamente arquivos digitais, tanto locais quanto em rede. Só certifique-se que o modelo escolhido não tem o CINAVIA (veja o item 7). O problema dos boxes de media player em relação aos BD-Players é o preço, mais ainda os modelos equipados com HD interno.

2) Consulte o seu clube
Antes de se decidir por um modelo, acesse o HTFORUM e consulte o clube específico da marca/modelo pretendido. Aposto que se fizer isso, você reduzirá as chances de comprar um aparelho errado.

3) Formatos de vídeo e áudio aceitos
A maioria dos vídeos disponíveis nos sistemas de compartilhamento de arquivos vem com terminação MKV, que significa Matroska. No entanto, esse formato apenas o envelopa o conjunto de trilhas de vídeo, áudio, legenda, etc. O encoder mais usado atualmente é o AVCHD. Por isso aparece nos nomes dos arquivos a sigla (x264). Arquivos mais antigos usam o codec XVID e os mais antigos ainda o DivX.
É recomendável que você confira os formatos de áudio que o BD-Player aceita: DTS-HD, AC3, AAC, etc.
Mesmo que o seu BD-Player não aceite um determinado formato de áudio, é possível extraí-lo, convertê-lo e reenvelopá-lo com o programa MKVMERGE.
De toda a maneira, por causa dessa sopa de letrinhas é importante que você consulte o seu clube antes de comprar um equipamento que não atenderá às suas necessidades.

4) Aceita Legendas separadas ou embutidas?
O bom mesmo é você tentar saber antecipadamente com que tipos de legendas o aparelho desejado trabalha. O melhor dos mundos é que o aparelho aceite legendas separadas. Se não aceitar, é possível integrá-las num único arquivo através do programa MKVMERGE (no caso de arquivos matroska).

5) Entrada USB e de cartão de memória
Mais importante do que os tipos de mídias aceitos, é saber se o BD-Player aceita partições estendidas tais como extFAT ou NTFS (a maioria dos BDP Sony só aceitam FAT32 por razões de proteção contra cópia). Para fins de compatibilidade, é melhor trabalhar com NTFS. Este tipo de partição permite a gravação no dispositivo de arquivos maiores do que 4 Gb, ou seja, se o se BD-Player só aceita FAT32, então não poderá rodar vídeos de alta definição.
A solução para rodar filmes grandes em pendrive com FAT32 é desmembrar o arquivo em várias partes através de um programa de SPLIT.

6) Suporta HD externo?
Muitos modelos de BD-Players básicos não fornecem energia suficiente para acionar um HD-portable pela porta USB. A solução é usar um pendrive com 16 Gb ou maior, ou uma fonte externa para alimentar o HD.

7) Tem a proteção contra cópias CINAVIA habilitada?
O CINAVIA é uma nova forma de proteção contra pirataria inventada pela poderosa indústria do entretenimento que grava uma espécie de marca d'água inaudível nas trilhas de áudio. Assim, os equipamentos que reconhecem esse sinal, suspendem depois de alguns minutos a execução do vídeo pirateado e exibem uma mensagem de conteúdo não autorizado.
Atenção: alguns modelos antigos de BD-Ps lançados no mercado (antes de 2012), quando submetidos a upgrade de firmware têm o CINAVA habilitado. É impossível em muitos equipamentos a realização de downgrade de firmware (retorno à versão anterior).

Nenhum comentário:

Postar um comentário