Pesquisar

8 de set de 2014

A natureza da política é a corrupção?



Política: a arte de abrir a boca desmesuradamente.
Muita água rolou desde os tempos em que os filósofos gregos consideravam a política como a mais elevada das atividades humanas, superior inclusive à própria filosofia.

Hoje nos conformamos com a ideia de que política é um jogo de cartas marcadas destinado aos pérfidos e aproveitadores. Em decorrência, nos deparamos com o dilema: o homem é mau por natureza, ou é corrompido pelo meio?

Acredito sinceramente na corrupção sistêmica, aquela que alicia novos sujeitos ao grande organismo vivo de apropriação de poder montado desde os primórdios do nosso processo colonizatório.

Portanto, os cidadãos nascem bons, mas aqueles que acabam trilhando os caminhos da política se deparam com um esquema acabado, uma máquina extrativa azeitada e em pleno funcionamento. É pegar ou largar! E a maioria pega porque foi assim que sempre aconteceu, a institucionalização atávica é mandatória em apropriar para o partido, para o caixa dois do partido e amealhar um tanto quanto a favor da fortuna pessoal, porque ninguém é de ferro.

E não adianta trocar de partidos, pois tão logo consigamos retirar um grupo, o recém entrado entroniza os mesmos procedimentos. Será que os eleitores desconfiam dos bastidores por trás da pantomima? Descobrem que por mais que mudem os atores a trama continua a mesma?

Não. O sistema de perpetuação de poder vigente em Terra de brasilis requer justamente um pacto de ignorância entre eleitos e eleitores. Cada cidadão atravessa gerações alimentando expectativas de que o próximo será provecto com a coisa pública, mas a esperança se desloca constantemente para o futuro, aliás, somos o país do futuro!

Concluo da pior maneira possível; mesmo que passe a vida inteira obrigado a votar, ninguém pode me obrigar a acreditar num jogo de azar em que o lado de cá é invariavelmente perdedor. O pessimismo neste caso, além de não ser uma emoção desoladora, é o único recurso para não continuar vivendo de esperanças vãs. Porque se você sair por aí tentando arrebanhar almas em prol da mudança do sistema político dominado por vacas gordas, verá que no fundo no fundo, subtraindo-se os idealismos, mesmo os que não são vacas gordas almejam um dia chegar a ser vaca gorda. Cá pra nós, você nem precisa se dar ao trabalho de fazer a pergunta as vacas gordas.

Um comentário:

  1. o brazil é o país do futuro,mas os politicos não pensam no futuro do país,não sabem que sendo honestos irão melhorar a vida de muita gente,inclusive dos filhos,netos,bisnetos deles no futuro,querem melhorar a vida deles hoje,e se esquecem do amanhã.

    ResponderExcluir