Pesquisar

28 de fev de 2015

Concorra a 1 milhão!



Eis que estava comprando 5 chocolates 85% na Cacau Show quando a vendedora apareceu com a proposta de gastar mais de 50 reais para que eu concorresse a 1 milhão em barras de ouro. Na verdade faltavam 6 reais para 50, mas dispensei a promoção no ato.

Disse para a vendedora que me recuso sequer a conviver com a ideia de ganhar, me faz mal a expectativa. Prefiro viver com os pés no chão dos recursos que disponho, do que andar nas nuvens do sonho fantasmagórico.

Se é certo que não vou ganhar, mais certo ainda é a vã esperança de repente ser sorteado. O simples ato de preencher um cupom já representa uma assinatura de contrato com o Diabo, já é a perigosa entrada no mundo lamacento do jogo.

Eu disse para a vendedora que sou ruim de jogo (sorte no amor?), que se dependesse de mim Las Vegas iria à falência. Pois assim, graças à minha incorrigível preguiça de preencher formulários, passei a adotar como filosofia de vida não preencher cupons de sorteios e tenho sido feliz desde então.

Quando a promoção se dá em termos de comprar 5 barras de chocolate e ganhar uma, vá lá, é o toma lá dá cá que não faz mal a ninguém. Acho que o barateamento do preço incentiva mais o consumo das pessoas do que os sorteios quiméricos, pelo menos pra mim funciona assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário