Pesquisar

16 de mar de 2010

Superdrogas modernas legais.

Esqueçamos por ora as célebres drogas ilícitas: cocaína, crack, maconha, heroína, etc., e nos concentremos nas drogas livres que correm pelo mundo, sem que por isso, sejam menos perigosas.

1) Cigarro.

Ninguém mais liga para os efeitos do tabaco sobre a saúde dos fumantes e sim para a destruição dos pulmões de quem não fuma, uma vez que nós fumantes passivos temos uma arma permanentemente apontada para as nossas cabeças.
» Mensagens motivacionais para fumantes.

2) Sal.

A incúria dos pais torna os filhos viciados em cloreto de sódio, notadamente, a substância inventora da hipertensão e de todos os males correlatos. Na foto acima, japinhas comem alegremente macarrão instantâneo, um dos produtos mais salgados já inventados pelo homem.
» Macarrão instantâneo pode ser muito mais prejudicial à saúde do que se imaginava.
» Salgar faz mal à saúde?

3) Gordura.

A ingestão de gordura inventou a obesidade e o entupimento de artérias, e é graças à essa dupla dinâmica que a nossa qualidade de vida vem decaindo, não obstante os avanços tecnológicos.
» TOP 10 delícias mais gordurosas, adocicadas e hipercalóricas do mundo.

4) Sedentarismo.

Depois que você se cercou de carros, elevadores, escadas rolantes e máquinas de todo tipo criadas para poupar-lhes esforços, o crápula de um cardiologista ordinário praticamente lhe obriga a se exercitar.
Minha esposa, que é bióloga, chegou à brilhante conclusão de que o nosso corpo foi estruturalmente desenhado para caminhar. Então, sigam-nos os bons!
» Esteiras ergométricas mais malucas do mundo.

5) Açúcar branco refinado.

Esta substância, que inventou o diabetes, na realidade, inventou todos os males relacionados a ele e preenchem um compêndio de medicina.
» O horror do Sugar Blues.

6) Álcool.

O viciado é quem apregoa aos quatro ventos que pode viver sem ele. É impossível encontrar um terror que supere o álcool em termos de potencial de destruição de vidas humanas.
» Coisas que só bêbado vê.

7) Televisão.

Ainda está para ser inventada uma maneira mais idiota de perder tempo.


8) Tecnologia.

Quer saber mais sobre este tipo de dependência? Experimente ficar um fim de semana offline e me conte a experiência na segunda-feira.
» O que é Nomofobia?
» Você pode ter se tornado nomofóbico sem saber.

9) Trabalho.
Os japoneses são o único povo que inventou uma palavra para representar a morte de tanto trabalhar: Karoshi.


» Top 10 vícios não mortais.
» Karoshi.

10) Tranquilizantes, analgésicos e antidepressivos.

O ator Heath Ledger morreu em virtude do consumo de um verdadeiro coquetel químico constituído de oxicodona, hidrocodona, diazepam, temazepam, alprazolam e doxilamina.
Tais drogas foram uma benéfica invenção do século 20, desenvolvidas sob medida para aliviar ansiedades, preocupações e estresse causados pela vida fora do equilíbrio, ou seja, para mitigar os nossos pequenos vícios lícitos.
» Tranquilizantes.
» Dependências Modernas.

24 comentários:

  1. Tá tudo bem isso tudo faz mal, então me diz o que vamos comer ou fazer? Que faz mal eu sei que faz mas a vida sem esas coisas, claro descarto o sedentarismo e analgésicos, seria terrivelmente chata.

    ResponderExcluir
  2. Cigarro não é terrivelmente prazeroso - posto que é vício asqueroso, açúcar branco pode ser substituído por mascavo, se você diminui drasticamente o sal, começa a sentir o real sabor dos alimentos.
    Seu cérebro agradece se você deixar de ver o Faustão aos domingos, o álcool com certeza não é o único prazer na vida, se você não consegue ficar um fim de semana sequer sem seus aparatos tecnológicos, então não será na compulsão que algum dia você encontrará satisfação.
    Todo o regime de trabalho que não preveja períodos de ócio criativo, é escravidão.
    Resumindo, acho chata uma existência totalmente dependente das drogas modernas - por isso não estranhemos as altas taxas de pressão alta, ataques cardíacos e suicídios.

    ResponderExcluir
  3. eu tinha uma vida de noitadas sexo drogas e bebedeira... hoje tenho 53 anos estou aqui nessa monotonia. Aonde estão os vicios quando nós precisamos deles?

    ResponderExcluir
  4. Tema bem abordado de uma realidade inquestionável.

    Estamos a falar de desequilíbrios mentais.

    Serão só estes?

    Atrevo-me a inserir a Pedofilia.
    É controverso. Eu sei.

    As mentiras de uma criança são fáceis de desarmadilhar. Difícil é fazê-las falar.

    Todas as crianças que alguma vez foram vítimas de abuso sexual o sabem. Mas sabem-no sempre demasiado tarde.
    Quando acontece, a vergonha é maior do que tudo. Maior do que o medo.

    Somos cúmplices, porque eles pensam que os adultos sabem sempre mais. Têm medo que deixemos de gostar deles.

    Todos eles: os que abusam teoricamente protegem. Se o abuso acontecer muito cedo na vida, não aprendem a distinguir uma coisa e outra. Tanto pior quanto mais próximo for o abusador.

    É diferente ser-se abusado por um pai ou por um parente afastado. Não imagino o que seja ser-se abusado por um pai.

    Milhares de crianças o sabem e calam-se. Mesmo nos abusos menos graves calam-se. Para não entristecer a mãe. Para não horrorizar o pai. Para não desiludir ninguém.
    Os tribunais desconfiam, por princípio, dos pedopsiquiatras que acompanham as crianças. Contudo aceitam e acarinham os relatórios dos teóricos da "síndrome de alienação parental", mesmo que esses teóricos nunca tenham posto a vista em cima do progenitor que acusam.

    Teóricos há muitos. E a criança vive no meio deste inferno.

    Quando é que se deixam de teorias para proteger os abusadores e começam a pensar na dignidade das crianças, senhores doutores juízes?

    Para que uma criança fale, é preciso muito.
    Mesmo nos abusos mais leves.

    O que é um abuso leve?

    ResponderExcluir
  5. Mário Ventura,
    fazes uma oportuníssima menção à pedofilia, que apesar de poucos entenderem sua gravidade, é um crime que destrói o futuro das suas vítimas.

    ResponderExcluir
  6. td tem seu lado bom e seu lado ruin,sendo qq certas coisa são aa desgraça da humanidade...

    so qq oo ser humano ee assim msm...

    sabe qq fas mal mas vai e exprementa,sabe q vicia mas começa aa usar td dia..

    sei laa aii ee de cada um saber se comtrolar..

    mas uma coisa ee certa...

    tudo tem seu lado bom ee ruin nesse mundo loco em qq vivemos...

    ResponderExcluir
  7. não tem oque fazer... e a media de idade continua aumentando, então oque faz mal realmente??? hipocrisia de quem não tem oque reclamar...

    ResponderExcluir
  8. Realmente é assustadora a quantidade de drogas que o homem moderno utiliza. Quanto a mênção que você faz dos tranquilizantes, analgésicos e antidepressivos, são drogas que quando usadas sob controle médico, ajudam centenas de pessoas.
    O ditado é antigo, mais vale a pena citar: A diferença entre o remédio e o veneno está na dosagem.

    ResponderExcluir
  9. Não está no texto, mas as drogas mencionadas no nº 10 são as mais abusadas mundialmente.

    ResponderExcluir
  10. Viva sem isso, espero que vc seja tao feliz quanto eu sou...
    Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  11. as drogas liberadas são as que se forem privadas do consumo da população ela se revolta e tira o governante que tornou ilegal do poder. já diria a lei seca estadounidense na primeira metade do século passado.

    vai do estilo de vida de cada um, eu prefiro de não abdicar de algumas delas. viverei menos mas viverei do jeito que eu quis. prefiro isso a ficar me privando de pequenos prazeres que fazem a vida menos tediosa. entretanto, respeito quem não compartilha do mesmo ponto de vista. pena que a retórica na maioria dos casos não é verdadeira.

    ResponderExcluir
  12. Retórica é apenas uma maneira incidental de se tangenciar a verdade.
    Ademais, todas as drogas, por se tratar de substâncias químicas que interferem no fluxo dos neurotransmissores, são "prazerômetros" tão grandemente eficientes, que a maioria de nós dá alguns anos de vida por minutos de glória.

    ResponderExcluir
  13. achei bem idiota tudo isso, pois apesar dessas coisas serem drogas lícitas pelo menos elas não fortalecem o trafico de drogas dando sustento a marginais e também não fazem de seus usuários infratores coniventes com assassinos que são patrocinados por playboys maconheiros.

    ResponderExcluir
  14. Esqueceu de colocar o a agua e o oxigênio nessa lista...
    (já que temos tecnologia e sedentarismo figuram a lista)
    Que exagero não?

    ResponderExcluir
  15. Quem n faz pelo menos uma coisa dessas, q jogue a primeira pedra...de sal uahsuhasuha
    Pare de criticar e viva a vida como ela se tornou!

    ResponderExcluir
  16. em termos de alimentação, acho uma covardia tudo que é mais saudável(frutas, legumes, e alimentos naturais e integrais) sejam muito mais caros que um pacote de bolacha, pão, e qualquer outra coisa com gordura e açúcar.
    e a tv precisa ser reinventada, ñ por audiencia e sim por cultura, educação, etc pior se perguntar tem gente q adora BBB, Marcia, L G etc
    e tecnologia ñ devemos ser reféns mas ñ dá pra voltar no tempo e fazer fogo com pedras.

    ResponderExcluir
  17. o cara que escreveu esse post vai morrer sem ter se divertido
    certeza

    ResponderExcluir
  18. goathi,
    as drogas lícitas não fortalecem o tráfico, mas fortalecem grandes corporações que ganham rios de dinheiro às nossas custas e colocam porcarias goela abaixo e a gente é obrigado a consumir, mesmo que incoscientemente (está aí a propaganda que não me deixa mentir).
    o tráfico destrói a vida de pessoas, isso eu concordo, mas as grandes empresas destroem muito mais, e ainda com o aval do governo e da nossa sociedade, e ninguém faz nada.

    ResponderExcluir
  19. goathi,
    se eu planto meu pé de maconha pra poder relaxar da forma que eu acho melhor, sou criminoso.
    se eu tomo alcool até não poder me aguentar em pé, saio dirigindo e mato vários, ou saio por aí dando pancada só pq não gostei da cara do cidadão, sou só um bêbado irresponsável?
    o tráfico de barbitúricos é muito maior do que se imagina e faz muito mais dependentes do que a maconha. o cigarro mata, quantos casos de morte já leu relacionado ao uso de maconha?
    tem pessoas que gostam de falar só por falar, sem informação e se acham no direito de julgar os outros por serem diferentes...

    ResponderExcluir
  20. O item 10 merece destaque. Um fato lamentavel referente aos miorelaxantes e antidepressivos é que até os profissionais médicos tem receio na hora de indica-los, isso devido ao mau uso de alguns usuários, e hoje em alguns casos em que até poderiamos salvar vidas com uma medicação dessas, elas não são utilizadas pelo receio de dependencia. Lamentável!

    ResponderExcluir
  21. Concordo que o tráfico de drogas legais é muito mais violento e matador do que as ilegais. Os dependentes químicos legais permanecem confortavelmente instalados nos seus apartamentos, enquanto acionam os tele-drogas legais para abastecê-los de barbitúricos, anestésicos, antidepressivos, etc. Michael Jackson se enquadrava neste perfil, assim como Elvis Presley, Heath Ledger e muitas outras vítimas.

    ResponderExcluir
  22. Prefiro fazer tudo isso e ser feliz , obrigado.

    ResponderExcluir
  23. isso ae tudo faz mal!!!!
    se as drogas ilicitas fossem legais as pessoas iam ter d saber usar... simples!!
    nada faz mal kem faz mal eh qem usa sem saber dosar!!!!!

    ResponderExcluir
  24. massificação cultural também é uma droga dessas, em um nível um pouco diferente.

    ResponderExcluir