Pesquisar

28 de mai de 2013

Verdades sobre faxineiras que você nunca poderá mudar

por
Há coisas que mudam e outras que não se modificam jamais. Entram e saem faxineiras das nossas vidas, mas todas elas agem como se subconscientemente pertencessem a um sindicato que secretamente tenha promulgado um édito de padronização comportamental. Logo, não há esperança de que as verdades abaixo sejam revogadas, pelo menos enquanto o mundo for mundo:

- bebem água sanitária, se não bebem, no mínimo a consomem furiosamente (além disso, os restantes produtos de limpeza também somem prodigiosamente);
A nossa resolveu uma vez misturar todos os produtos ao mesmo tempo no mesmo balde. Resultado: começou a fumegar uma fumaça tóxica e a pobre teve um troço depois de inalar a bomba feita com o nosso rico dinheirinho.

- dizem que vêm quando vêm, mas não avisam quando não vêm;

 - quebram as coisas sem nunca avisar e elas se esfrangalham misteriosamente nas suas mãos quando vai manuseá-las;

- quando acaba algum material de limpeza, elas vêm com a maior cara de pau dizendo "acabou o desinfetante", como se a dona da casa tivesse clarividência;

- há cantos misteriosos numa casa que as faxineiras jamais visitam, devem ser habitados por duendes maléficos;
Um sobrinho da minha mulher colecionava insetos nesses lugares inóspitos que as vistas (nem as vassouras) das faxineiras não alcançam.

- aprendizado zero, se você quiser introduzir uma modificação na sua cadeia de procedimentos, a ordem deverá ser dada toda a santa vez em que a tarefa for requerida;

- quem já teve um susto na conta telefônica sabe do que estou falando;

- todo o eletrodoméstico usado na limpeza é fatalmente destruído em pouco tempo;
Depois que resolvi pessoalmente fazer cheque dos aspiradores quase que semanalmente, eles pararam de pifar. Causa? Acabam ficando tão sujos, que o motor queima. Assim, se você se dá ao luxo de mantê-los impecavelmente limpos, eles duram muitos anos.

- as horistas sempre cobram por tempo adicional que nunca é efetivamente trabalhado;

- todos os atos extravagantes que elas cometem serão aturados, porque é tão da sua natureza ser assim, quanto o cair da chuva e a sucessão das estações do ano.

A moral da história é que se você vive mal com elas, viverá bem pior sem elas, pois enfrentar no peito o serviço braçal toda a semana é dose para mamute! Por falar em viver sem elas, a nossa está iniciando nesta semana um mês de vacância. Valha-nos Deus e Nossa Senhora! Pois, já começamos a lamentar a falta que nos faz uma pestinha ao mesmo tempo tão recalcitrante no caminho do bem, mas tão necessária para mantermos uma mínima qualidade de vida.


Não falei de cometimentos muito mais pesados e desastrosos para não empanar a leveza do texto, mas que eles existem, ah sim e como existem!

2 comentários:

  1. Qualifing for the Best In the Audio Equipment From a Set For Surround Tone Speaker Is

    Here is my site: Optoma HD33

    ResponderExcluir
  2. Quem faz o serviço da faxineira não precisa de academia de ginástica. É ótima maneira de economizar e manter a saúde.

    ResponderExcluir