Pesquisar

16 de mar de 2012

Frases sintomáticas de desastre do relacionamento


Qual é o prazo do amor? Dizem as más línguas que os eflúvios da paixão duram 2 anos e de lá para frente sobram a amizade e o companheirismo... se resta tanto, pois se a companhia limitada inicial se torna SA com a chegada dos filhos, sobrevive uma empresa mal administrada, com poucos lucros e muitos prejuízos.

Contudo, não sejamos fatalistas, pois conheço relacionamentos de mais de 30 anos repletos da mais pura magia e enlevo, afinal, pelo fato de sermos humanos, podemos nos colocar sob o domínio de algo mais nobre do que os pretensos hormônios do amor. E na qualidade de humanos, temos o poder de sintetizar a todo o momento os nossos próprios hormônios que validam a máxima: o amor é infinito e atemporal - pelo menos se você encontrou a sua princesa ou príncipe encantado.

Assim, a única coisa capaz de abalar este idílio eterno, por incrível que pareça, é algo simples que, entretanto, representa o poder criador do universo: o verbo.

O livro de São João inicia-se com a seguinte frase: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”. Logo, a palavra tem o poder de destruir até o casamento mais perfeito é o que tem acontecido desde que o mundo é mundo.

Por isso garimparemos algumas frases pequenas revestidas de grandes significados, que podem abater a relação como um tiro de canham e lançar o casal no abismo.

“Sinto muito”
Isto não é verdade! Pois a outra parte sente muito mais do que você. Se tal frase serve muitas vezes de introito a uma apunhalada no coração, saiba que quem está do lado da empunhadura sente muito menos a fincada do que quem está no outro lado, o da lâmina perfurante.

“Não nada é com você, é comigo”
Tentativa de colar a desculpa mais esfarrapada de todas e camuflar a verdade lancinante: você se tornou a pior pessoa do mundo, de quem quero estar a quilômetros de distância. O outro sempre SABE aquilo que nunca é dito.

“Não me importo mais”
Quando nada mais do outro importa, então o menino do amor foi embora, então não há solução.

“Eu não te mereço”
Espera aí, a verdade da frase é justamente o contrário, pois é VOCÊ que está se achando bom demais para ficar enredado naquela relação!

“Sinto-me sufocado”
Frase típica de homem, não que eventualmente as mulheres não a usem. Pode ser resultante de fadiga dos metais no caso de relações antigas, ou de reação imunológica ao compromisso em casais jovens.

“Vamos dar um tempo”
Não conheço relacionamento que tenha sobrevivido depois de dado o “tempo”. Já diziam os antigos que o tempo e a distância matam qualquer paixão arrebatadora.

“Veja o lado bom da coisa, podemos continuar bons amigos”
Acredito firmemente que quem ama de verdade jamais se torna amigo de EX. Ocasionalmente, o encerramento de empresas frias e calculistas pode resultar em algum laço de boa vizinhança, mas quem amou verdadeiramente escorrega para o ódio mortal com uma facilidade espantosa!

“Tenho que aproveitar a vida”
Quando a questão toda se resume à sensação de aprisionamento, então é chegada a hora de declarar o fracasso da empreitada. A tragédia desta pequena frase encerra-se no contraste entre a alma que parte lépida e faceira e outra que fica, jazendo destroçada, talvez para o resto da vida.

Para finalizar, sempre é bom relembrar o ensinamento no diálogo da raposa ao pequeno príncipe no livro de Saint-Exupéry: “somos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos”. Portanto, somos obrigados a concluir que quem joga fora a sua alma gêmea, resta-lhe a única saída que é a penação do inferno, último lugar digno para purgar a culpa da suprema traição.

Um comentário:

  1. Isaias, Urbanascidades convida voce e seus leitores para o seu 2° aniversário dia 21 de março. Sarau cultural com música, literatura e poesia, e convidados muito especiais. Não perca!
    Um abraço,
    Paulo Bettanin

    ResponderExcluir