Pesquisar

29 de set de 2012

Argumentos que derrubam Desculpas de Gordo

Gordo é o novo negro? Perante a sociedade sim, a pessoa acima do peso sofre bullying social e pode perder as melhores oportunidades graças a esse "defeito". Ou seria doença? A verdade é que, se por um lado a compulsão alimentar pode ser creditada ao culto pelo excesso, por outro, as pessoas imputam aos gordos má vontade, preguiça, malícia e uma propensão incansável para quebrar dietas. Estamos diante de vítimas indefesas diante da coação consumista, ou de pessoas realmente malévolas que se comprazem sabotando a própria saúde?

Quando ouvimos as velhas desculpas de gordo, temos as nossas dúvidas sobre a intenção dessa gente de se empenhar realmente na reforma de hábitos e parar com as justificativas. 

- Começo a dieta no ano que vem.
Claro, só podia ser coisa de gordo, pois ele é o ser mais procrastinador da natureza.

- Não fazem mais roupas boas como antigamente.
Pode acreditar, quando você é obrigado a esticar a suas camisetas depois de passadas, é sinal de que o problema não está no poder de encolhimento dos novos tipos de malhas.

- Ninguém é de ferro.
Desculpa padrão que o gordo dá para se soltar numa festança qualquer. Contudo, ninguém é de ferro, ninguém pode ser 100% tecido adiposo. Na realidade, a chamada massa gorda deveria ser no máximo 25% nos homens e 32% nas mulheres. Calcule o seu IMC e massa gorda aqui.

- Isso não é barriga, é calo sexual.
De onde vem esse mito de que os gordos são mais eficientes na cama? Gordos dormem mal, não têm fôlego e, portanto, cansam rápido. Ora, como é que pessoas totalmente sedentárias conseguiriam de uma hora para outra apresentar um desempenho atlético imprescindível para uma relação sexual de qualidade?

- Tenho problema genético, hormonal, hipotireoidismo, hereditariedade, etc.
Certamente existem problemas congênitos insolúveis, mas se limitar a culpar fatores intrínsecos é desconhecer o fato de que somos produtos da combinação entre a nossa biologia e as nossas escolhas. Então, aqueles que têm tendência para engordar, logicamente deverão envidar maiores esforços contra a balança do que as pessoas normais.

- Não é gordura, é gordelícia.
Elas têm razão, até certo ponto da curva de ascensão, o problema é quando a explosão de protuberâncias passa a enfeiar o conjunto.

- Quebro a dieta só hoje, depois eu compenso.
A compensação até funciona durante algum tempo, depois você poderá se dar por vencedor se conseguir sustentar o zero a zero.

- Antes de emagrecer, tenho que fazer uma plástica.
As células de gordura secretam o hormônio leptina, que transmite ao cérebro a sensação de saciedade. Quando você extrai abruptamente uma grande quantidade de gordura, o organismo se sente roubado e reage violentamente provocando uma fome infernal. Ou seja, se você não fez a cirurgia na culminância do processo de redução de peso, só se dará ao trabalho de depositar novas camadas de gordura em cima dos músculos recém conquistados.

- Gordo sim, com orgulho!
Não se pode cultivar orgulho pela doença e obesidade é uma doença terrível, causa de uma lista enorme de doenças decorrentes, tais como apneia do sono, artrite, diabete, hipertensão, cardiopatia, etc.

12 comentários:

  1. voce antes defendia,como aqui http://www.blogpaedia.com.br/2010/11/propaganda-de-lingerie-banida-da-tv.html#more e agora escreve isso? SDDS COERENCIA

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkk so pq a mulher ficou magra http://www.blogpaedia.com.br/2012/07/a-reconquista-do-imc-normal.html
    mas agora ela ta velha,aí voce continua atacando o silicone riaalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já disse o Juca Chaves: "Não faça da velhice uma desculpa e nem da juventude profissão".

      Enquanto seguimos sobre a Terra a cada giro que ela dá em torno do Sol, envelhecemos.

      Assim, os relacionamentos não podem se fixar apenas na juventude, que é passageira. Se aprendemos com a vida adquirimos sabedoria e conviver com pessoas sábias é muito agradável, independente da sua aparência.

      A ideia de manter um IMC normal não é uma busca estética, mas sim uma condição de vida mais saudável, que nos permite usufruir da experiência de vida sem as mazelas da velhice.

      Excluir
    2. nao quero resposta tua,quero respostas do sem coerencia

      Excluir
  3. 1 perguta . Quem perguntou, a quem acrescenta ler isso, no que tu ajuda alguem colocando isso ae, oq tu ganha pra falar isso, oq tu tem a ver com a vida de quem é gordo, voce trabalha para o governo e está preocupado com a saude dos outros, ou apenas é um hater falido de meia tigela que quer maltratar " o novo negro" da sociedade, voce é gordo e se odeia, voce é idiota e nao teve assunto, voce nao é bom blogger e ta "na onda", voce é retardado e nao sabe o senso de uma materia que é : falar algo util, ou algo interessante; que no caso nao foi nenhum dos dois. Uma pergunta com varias faces, mas apenas uma resposta: Ninguem perguntou oque voce acha de gordo, voce nao paga o plano de saúde de quem é, e voce com sua mente alienada nao acrescenta a vida de NINGUEM... e aposto que voce vai morrer desconhecido/pobre/sozinho, ou todas as alternativas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patriciazier,

      A ideia aqui é compartilhar experiências e reflexões que estão nos ajudando a manter boas condições de saúde. Mais do que imaginas sabemos o que é sentir a fome de quem tem tendência a engordar ou ver que comendo as mesmas coisas e quantidades que as pessoas magras comem nós engordamos.

      Porém é necessário ajustar os hábitos à genética para se ter saúde e a mudança de hábitos depende da psicologia. Na postagem acima foram abordados aspectos psicológicos que dificultam a mudança de hábitos.

      Mudar não é impossível, mas deve ser para sempre.

      Excluir
    2. sinceramente parem de apoiar as coisas pq voces sao assim,eu uso tamanho M,uso 40/42 com 1,73 de ALTURA e nem por isso fico tratando quem é obesa como LIXO como se fosse assim porque quer um exemplo disso é a modelo plus size Mayara Russi que teve problema na tireoide e teve a triste noticia de que mesmo se fizer a cirurgia de estomago engordará do mesmo jeito,alem de NOJENTOS voces nao tem coerencia,antes apoiavam pq eram gordos e agora sao haters? vao la tocar o piano de voces ou TRANSAR (o q deve tar faltando ha mt tempo né) no lugar de vomitarem besteira na internet

      Excluir
    3. Se eu visse alguém se drogando faria todo o possível para ajudar, em vez de dizer: Não tem problema pode afundar à vontade, estás muito bem assim...

      Enfim, o post trata de fazer o contrário de dizer que as pessoas podem sim mudar e sair de um estado doentio, que é difícil mas é possível, mas isso é uma luta e algumas mudanças radicais devem ser tomadas, a começar pelo fim das desculpas.

      Excluir
  4. magra nao ne,eu perdi 13 e nao reduzi nenhum manequim,comassim ela reduziu perdendo 12? K.O e continua gordinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se perde peso nem sempre se elimina apenas tecido adiposo. Em geral, também perdemos mais líquido no início do emagrecimento e aí as medidas não refletem tanto. Lembro que um corredor de fórmula 1 disse que perdia uns 4 kg numa corrida, depois ele recuperava isso ao se reidratar.

      Porém, com o tempo e com exercícios substituímos a massa gorda (tecido adiposo) por massa magra (tecido muscular)e assim as medidas diminuem, mesmo com menor perda de peso já que o tecido muscular pesa bem mais do que o adiposo.

      Quando escrevi aquele post estava com IMC 24,7 agora já é 23,9 e as calças jeans tamanho 40 já estão começando a ficar folgadas. Nesse período perdi apenas mais 1,7 kg, mas a medida da cintura mudou de 76 para 73cm e o quadril passou de 99 para 96cm.

      Como se trata de uma busca pela saúde e não estética e apenas me preocupo com parâmetros objetivos que são o IMC e a relação entre a medida da cintura e do quadril, que nas mulheres não deve ultrapassar 0,85. No meu caso com IMC 23,9 e relação cintura quadril 0,76 fico fora do risco de síndrome metabólica e isto é o que importa.

      Sobre a questão estética de ser ou não "gordinha" já disseste antes que eu agora sou velha, ou seja, com o tempo a gente descobre que muitas coisas não têm importância...

      Excluir
    2. eu perdi gordura mesmo isso foi notável,me hidrato bastante e faço exercicio todo dia,so se perde 2 numeros perdendo BASTANTE peso,sei disso pq perdi 20 em 2008 e diminui UM manequim,e sinceramente nao venha dizer que é por saude,porque NINGUEM perde por saude,todo mundo como voce acaba ate contando os manequins que perdeu e o quadril e isso nao tem a ver com diagnosticos medicos,so a cintura e o calculo imc

      Excluir
    3. cada um... cada um...não se pode generalizar.

      Excluir