Pesquisar

5 de set de 2012

10 perguntas intrigantes que você gostaria de saber as respostas


1) Se dizem que a vida é curta, significa que a morte é eterna?
A percepção dos vivos é marcada pela efemeridade, por isso chegamos à conclusão de que os conceitos de vida e morte dependem tão somente da memória – porque de outra maneira perceberíamos que vida e morte se sucedem como se fosse uma roda.

2) Quem são os inventores das piadas?
Como os autores são sempre anônimos, é fácil concluir que nesses instantes algum sujeito está bolando uma piadinha infame que será incorporada ao anedotário popular (digo infame porque a compreensão de piadas passa longe das minhas habilidades mentais). Quisera conhecer um cretino desses, provavelmente um "atarefadíssimo" funcionário público!

3) Por que dentro da coxinha de galinha não há nem vestígios de coxa de galinha?
Farinha, gordura alaranjada e muito sal são os ingredientes dessa grande metáfora alimentar dos centros urbanos.

4) Para onde vai a brita jogada de tempos e tempos nas estradas de chão?
Sempre quis saber, só sei que ela some depois de algum tempo.

5) Por que as mulheres sempre reclamam que não têm roupa?
Mesmo com os roupeiros entulhados, elas juram que não têm um simples pedaço de pano para sair.

6) Se o universo foi criado pelo acaso, por que ele não lava a minha louça quando a deixo ao acaso?
Fiz o teste, mas tive que ceder, pois não aguentei ficar esperando que o universo conspirasse ao meu favor.

7) Se reclamam de tudo pela internet, como você pode escolher um produto baseado nas críticas postadas na internet?
É simples, basta traçar mentalmente os grafos do modelo desejado. Grafos são linhas que se distribuem espacialmente segundo as ocorrências de determinado fenômeno. Nesse caso, os vértices são os motivos das reclamações. Caso o produto sofra um grande número de reclamações sob poucos motivos, é sinal de que ele realmente apresenta problemas. No caso de motivos muito pulverizados, é provável que as reclamações resultem de problemas pontuais.

8) Por que as fotos de projetos de trânsito nunca mostram congestionamentos?
A enorme ênfase que os nossos gestores públicos dão ao transporte individual os induz ao paradoxo do coelho e da cenoura pendurada na vara: na mesma proporção que o coelho se aproxima a cenoura se afasta. Eis a sina dos grandes projetos que prometem desafogar o trânsito; tão logo tais obras de arte são inauguradas, se tornam ultrapassadas e obsoletas diante do número de carros que cresce geometricamente, ao passo que a infraestrutura só consegue crescer aritmeticamente.

9) Se estão cientificamente comprovados os males do cigarro, por que tantos jovens aderem ao vício?
Graças a quê os nossos jovens adentram nessa grande tragédia, se as propagandas ostensivas foram proibidas há décadas? A famigerada indústria do tabaco descobriu que a propaganda implícita é tão ou mais aliciante do que a direta. Por isso, os personagens de novelas e filmes exalam fumaça como chaminés - a ciência do comportamento comprova que a simples exposição da atividade tabagista é capaz de arregimentar novos escravos às hostes desse exército do mal.

10) Por que países e pessoas caíram na desgraça do desconhecimento do verdadeiro mal?
Tudo culpa do materialismo galopante que tomou conta dos nossos tempos. Uma sociedade que ignora os seres definitivamente perdidos, provavelmente está também no caminho da perdição definitiva.

Um comentário:

  1. Se Deus existe é é onipotente, porque a sua mão às vezes impede um avião de cair e nas outras vezes não? Será que essas centenas de pessoas salvas tem algo a mais? Ou ele não é tão onipotente assim? :)

    ResponderExcluir