Pesquisar

5 de out de 2011

Dicionário de termos ingleses das manias criadas na internet


Elas estão aí, desde os Pôneis Malditos até os weird funny shit videos, cujo representante máximo é um vídeo de um tal Sanduíche de... postado por uma piriguete em busca de fama que maculou a honra da famosa marca de maionese. Melhor ainda, depois de ter visto a Rebecca Black, posso dizer que já vi tudo em termos de baixaria e tosquice... ou quase tudo. 
Para decifrar um pouco do que está rolando no mundo metamórfico das infovias cibernéticas, trouxemos alguns verbetes gringos que nem sempre são traduzidos ao pé da letra.
Duck face = tirar foto fazendo biquinho de pato.
Comentário: método instantâneo de enfeiamento feminino.

“V” sign = sinal de “v” feito com as mãos em fotos do tipo duck face.
Comentário: este gesto significa o símbolo da paz deitado, aquele mesmo que os hippies usavam em pé. Tem até uma página no Facebook intitulada: “Por favor garotas parem de fazer cara de pato e sinal da paz nas fotos.

Planking = ato de tirar foto deitado de bruços reto como uma tábua em lugares improváveis.
Comentário: pelo menos um idiota australiano morreu por causa desta brincadeira.

Plumbking = ato de tirar foto em posição de prancha com a cabeça enterrada no vaso sanitário.
Comentário = é a nova onda depois do Plank, porém com menores riscos imediatos para a saúde, a não ser alguma infecção provocada por coliformes fecais.

Self shot mirror = tirar a própria foto na frente do espelho.
Comentário: atividade inventada e patenteada pelos Emos.

Flashmob = aglomeração instantânea de pessoas que se reúnem através das Redes Sociais para perpetrar um pequeno objetivo absolutamente idiota. A batalha dos travesseiros (Pillow Fight Day) é um exemplo disto.
Comentário: excesso de tempo livre é o pai do tédio.

Freak = é um ataque histérico (normalmente fake) perpetrado num daqueles videozinhos que são vistos por 54 milhões de pessoas no Youtube como este.
Comentário: pena que a nossa curiosidade seja maior do que a nossa paciência.

Burnout = situação fora de controle que você experimenta quando o seu avatar é morto num game violento tipo Call of Duty, e dá uma vontade louca de esganar o seu oponente na vida real.
Comentário: é o que acontece com pessoas que não saem na rua.

Urban game = é um jogo que se realiza nas ruas das grandes cidades envolvendo o uso de tecnologias comunicacionais e georeferenciamento.

Cyberbullying = é a arte maquiavélica de destruir alguém nas redes sociais.
Comentário: alguns cyberbullyings provocam tanta pressão, que levam as suas vítimas ao suicídio.

Go off-line = desconexão voluntária.
Comentário: os especialistas aconselham a desconexão eletrônica pelo bem da saúde de pelo menos 2 horas por dia. Você já se desconectou hoje?

Go outdoor = sair lá fora.
Comentário: nossa, vou sair um pouco desse computador e ir lá fora… Este desejo passou a ser explicitado cada vez mais nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário