Pesquisar

20 de abr de 2012

7 pecados capitais do fumante


O tabagismo é a maior causa mundial de mortes evitáveis, no entanto, milhões de fumantes persistem neste vício insano e o pior, arrastam consigo pessoas inocentes, que se não fosse pelo extremo egoísmo, seriam poupadas da sorte de mártires do fumo passivo.

1- Fumar na profissão errada (como se houvesse profissão “certa”!)
Principalmente médicos e professores nunca deveriam fumar. Há o caso da minha mulher que fazia as suas ultrassonografias de tireoide com um médico fumante e atualmente trocou o laboratório por causa do cheiro de sarro que saia da boca do tabagista inveterado travestido de profissional do avental branco. Já os mestres, estes que transformam as salas dos professores em inferninhos de fumaça e cheiros horrorosos, dão um péssimo exemplo às crianças e as encaminham para o vício.
Vide o caso do pianista Nelson Freire, cuja professora fumava como uma turca. Devido à péssima influência, ele se transformou num fumante pesado.

2- Fumar andando na rua
Os fumantes deveriam saber o estrago que eles causam nas outras pessoas quando andam com um cigarro na mão. Quando vejo algum desses troços fumegantes por aí, aperto o passo até passar a criatura, pois o rastro fedorento deixado por eles é irrespirável.

3- Fumar com criança no colo
Não há como negar que o fumante polui tudo num raio de cinco metros. Ora, uma criança no colo ou na mão recebe diretamente as baforadas, mesmo que a chaminé ambulante o clássico gesto da boca torta na vã tentativa de jogar a fumaça para bem longe.

4- Fumar grávida
Tal pecado mortal não tem nome, pois se filhos de fumantes já têm altos percentuais de nicotina no sangue, nem é bom saber como fica o estado do feto cuja mãe não consegue suspender o vício.

5- Fumar dentro de casa
Este ato de suprema sacanagem encerra a tragédia do fumante passivo. Quantas pessoas não fumantes, principalmente as antigas companheiras, que “fumaram” passivamente durante décadas por causa do egoísmo dos seus maridos? Por isso, hoje quando alguém tem diagnóstico de câncer ou enfisema pulmonar, seguida da clássica pergunta “você é fumante?” vem a matadora: “alguém da sua família fuma?”.

6- Fumar no carro
Tornar o ambiente do carro irrespirável e condenar aquele ambiente à interminável murrinha não chega a ser um gesto de altruísmo com as outras pessoas.

7- Simplesmente fumar
No mundo atual, onde se sabe todos os males causados pelo cigarro tanto nos fumantes diretos quanto nos passivos, não há como entender a legião de jovens se iniciando no vício. É mais fácil de entender velhos e velhas horrorosos caminhando resolutamente para a morte, mas jovens que deveriam ter esperanças de vida, esses não!

Pelas atitudes relacionadas acima, conclui-se que o fumante está unicamente interessado na consumação do seu prazer e o resto do mundo que se exploda, incluindo as pessoas da sua maior afeição, se é que se pode falar de amor subsistente nesse vício terminal que acaba destruindo os seus escravos abnegados.

2 comentários:

  1. Caro amigo, concordo contigo, cigarro é o diabo e sua fumaça mata. Não sou fumante de tabaco, mas odeio ter de fumar passivamente fumaça de escapamento de carro, fumaça essa tão venenosa quanto fumaça de cigarro, mas ninguém fala mal dela, a maioria varre essa sujeira venenosa para debaixo do tapete e simplesmente silencia sobre o seu efeito corrosivo. Você já vendeu o seu carro? Ou você é adepto dessa maioria silenciosa? Que você acha de postar no seu blog os sete pecados capitais dos motoristas que "fumam" por meio de seus carros?

    Marcus Gabriello

    ResponderExcluir
  2. cuidar da propria vida ngm ker neh??? foda-se q existem fumantes. Tb existem fofokeiros e gente intrometida e a gente n se importa com vcs, porra!

    ResponderExcluir