Pesquisar

10 de mai de 2011

Usos não óbvios de mulheres absurdamente lindas.

Para você que quando você vê uma mulher linda de morrer e logo a leva para a sua cama mental, alto lá! Não vamos nos deter aqui em fatos prosaicos da natureza, mas avançar um pouco mais em direção a usos culturalmente deliciosos, muitos dos quais representam filões explorados exaustivamente pela imprensa.

Dirigir.
A coisa mais óbvia que vem a cabeça quando associamos mulheres gostosas e carros é plasmada naqueles vídeos de loiras se estabacando no trânsito. Nein, nein não é o nosso propóstio aqui, pois o que vem à nossa cabeça é o nome de Danica Patrick, a morena estonteante que terminou em quarto lugar nas 500 milhas de Indianópolis de 2005.
Sobre o mito das mulheres dirigem mal, devo lembrar-lhes de que foi a minha mulher que me ensinou a dirigir! Isto quer dizer que até hoje, na sua qualidade de mestre, ela dirige melhor!
Beach Bodies top ten serie on RTV – Danica Patrick

Lutar boxe.
O pânico na TV, explorando a essência do fetiche de colocar mulheres lindas em grandes roubadas, produziu a Luta do Século em 2006 entre a mereníssima curvilínea Samambaia e a loiríssima Bandida do Funk. O resultado foi que essas duas belas representantes do sexo frágil se pegaram virtualmente no pau.


Lavar o carro.
A pilota deste corpo carro, Juliana Dacoregio, declarou textualmente no Facebook quando publicou esta foto: “se o mundo não acabou aquele dia, não acaba mais." Como não acabou, podemos dar aqui o exemplo de utilidade de uma bela loira num belo sábado de sol.

Ler James Joyce.
Um dado importante na biografia da loira Marilyn Monroe é que ela lia e lia muito! Há diversas imagens na internet documentando as suas intensas sessões de leitura e numa delas a surpresa aterradora: ela lia sim senhores uma das maiores e indecifráveis obras da literatura universal! Estou falando do épico moderno “Ulisses” de James Joyce de quase mil páginas, que até hoje a minha parca inteligência não me permitiu esmiuçar.

Fazer Careta.
Se eu tivesse que escolher a mulher mais linda de todos os tempos, ficaria esbabacado entre Grace Kelly e Elizabeth Taylor. Por ora, em homenagem à careta inusitada, acabo escolhendo Elizabeth Taylor, a eterna Cleópatra. Imagem captada no imperdível site ThisIsNotPorn.

Pilotar avião de caça.
Até recentemente a aviação de caça foi considerada um território exclusivamente masculino, talvez por causa do esforço físico necessário para suportar o impacto de vários G's de pressão exercida sobre o corpo nas manobras radicais, talvez pela dúvida que persistia sobre os efeitos adversos que a TPM pode provocar no rendimento da mulher, talvez por meras questões sexistas. A verdade é que elas estão aí espalhadas pelas maiores forças aéreas do mundo e algumas delas, além de pilotas exímias, poderiam perfeitamente estampar em capas de revistas.

Acautelai-vos habitantes do paraíso!
Sobre quaisquer dessas beldades recai a pecha do carma que representam para os homens que coabitam com elas. O agraciados tem a sorte dos felizardos ou a danação dos condenados? Tudo depende dos usos e dos costumes do lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário