Pesquisar

5 de jul de 2011

Como não sentir frio no inverno? Dicas quentes para despertar a energia interior.

Como não visto há tempos, este ano estamos sendo brindados com um inverno tido como rigoroso, mas que apenas remonta aos invernos de décadas passadas, depois de vários episódios sucessivos de eventos meteorológicos de mesoescala chamados de El Niño e La Niña, ou ENOS* no jargão científico. Pois bem, este ano os Niños, ao darem uma trégua no clima, nos presentearam com um daqueles invernos antigos, o que nos obriga a lutarmos contra o enregelamento.

A maneira mas convencionalmente usada para estimular a produção de calor corporal é comer como uma vaca e se entocar como um urso, o que está completamente errado, pois ao final do inverno você estará gordo como uma vaca e fora de forma como um urso recém-saído da hibernação. Para ajudá-lo a rejeitar peremptoriamente no seu subconsciente quaisquer tentações hipercalóricas, aqui vai um frio waffle com cobertura de Nutella, avelãs e sorvete de creme.
Portanto, a melhor alternativa para não encarangar passa longe das orgias alimentares, pois tem muito mais a ver com a disciplina e combate ao sedentarismo, do que você almejaria supor nestes curtos dias de inverno convidativos ao imobilismo total debaixo das cobertas, regados a foundues e bons vinhos.

Você já notou nos documentários sobre os templos encravados nos Himalaias que os monges estão todo o tempo com aquelas míseras túnicas de linho, tanto no verão, quanto no inverno? Pois, se eles tivessem que apelar para as vestimentas pesadas, em primeiro lugar não teriam dinheiro para comprá-las e em segundo, as suas atividades diárias seriam inviabilizadas pela limitação de movimentos. Logo, a solução “inventada” há milhares de anos foi aprender a canalizar a energia interior chamada de Chi** através de exercícios físicos, respiratórios e muita disciplina.

Todos os praticantes de artes marciais entram em contato com a arte de manipulação do Chi. Para você ter uma ideia do negócio, sem precisar recorrer a longos arrazoados teóricos, trago um vídeo de dois lutadores de Chi que recorrem somente a golpes gerados por esta força, ou seja, nenhum dos oponentes jamais se toca fisicamente e ao final há um vencedor por nocaute:


Para despertar o calor interior existem várias formas: você se aquece correndo, caminhando, fazendo musculação, step, aeróbica, Pilates, nadando, etc. No entanto, os exercícios vigorosos não necessariamente produzem calor duradouro e a explicação é muito simples: eles mobilizam apenas os músculos superficiais e e não exercitam a musculatura profunda.

As disciplinas físicas que acendem o Chi devem sincronizar necessariamente a respiração a exercícios isométricos. Os exemplos que me ocorrem são as artes marciais e o Ioga. Mais especificamente, o Tai Chi Chuan(link abaixo), que pratico, desperta o Chi de uma tal maneira, que o calor corporal resultante de uma sessção perdura por várias horas, ao contrário de uma caminhada na esteira, cujos efeitos calóricos se esvaem em menos de uma hora. Com isto não quero dizer que caminhadas e corridas, ou qualquer outro exercício convencional sejam dispensáveis, mas que só alguns nos conferem os mesmos poderes dos monges tibetanos.

Deixo como lição de otimismo, para você não pensar que mora na cidade mais fria do mundo, a lista daquelas que são literalmente de congelar os ossos: Top 10 Cidades mais frias do Mundo.

Referencias:
Saiba mais sobre Tai Chi Chuan: Tai chi chuan vira estrela de novas pesquisas científicas
*El Niño.

*Energia Chi.

2 comentários:

  1. Olá!
    Poderia postar sobre a relação perda de calor no corpo durante o frio, extremidades do corpo mais frias, regulação da temperatura corporal, porque batemos os dentes quando estamos com frio...
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. se voce se mexer rapido sem frio se voce se mexer divagar vai sentir frio

    ResponderExcluir