Pesquisar

2 de jul de 2011

Primeiras impressões sobre o Google+

Foto: Geeklogie
O Google lançou recentemente o seu mais novo produto que ele insiste em dizer que não é Rede Social(porque não tem joguinhos?). Se a curiosidade é tanta, que tem neguinho comprando convite através do mercado livre por “10 real”, então é bom esclarecer alguns pontos gerais, porque as dúvidas específicas estão sendo respondidas no próprio Google+ (pronuncia-se google plus) pelos experts que já começaram a surgir.

- Aparentemente é de fácil entendimento, porque a galera já começou a produzir torrentes de atualizações no Stream*.

- Você pode ouvir/interagir diretamente com os papas e engenheiros do Google – já que muitos deles abriram os seus perfis no G+; possibilidade muito interessante para os profissionais envolvidos com a WEB.

- Você pode criar grupos (chamados círculos) estanques, sem que um tome conhecimento da existência do outro. Vamos dizer assim, as piadas quentes que rolam no seu círculo de trabalho não vão vazar para o círculo famíliar.

- Por enquanto não tem joguinhos sociais, portanto, se você é viciadão, dificilmente terá vontade de arredar o pé do Orkut, ou Facebook.

- Você pode ser amigo das pessoas e não necessariamente estas mesmas pessoas terão que ser suas amigas e vice-versa.

- Ainda não ouvimos falar de quaisquer bloqueios: limitação de caracteres por postagem, número de amigos adicionados, etc. Portanto, os brochadores do Twitter e Facebook que se cuidem!
Google Circles!
Ponto negativo: por incrível que pareça, até agora não achei no stream da Rede Social do gigante das buscas uma simples busquinha para encontrar alguma postagem que você lembra ter visto mas não sabe de quem nem quando - então tive que catar à unha a imagem acima que tinha visto ontem no Google+.

*Stream: página onde são listadas todas as postagens dos amigos.

2 comentários: