Pesquisar

29 de jul de 2011

Por que crianças continuam abandonadas, enquanto os cães vivem luxuosamente?

Imagem que não choca.
Vivemos a maior tragédia humana no Brasil, onde seres humanos são tratados como animais e estes vivem como nababos. Sinceramente, eu me apavoro de ver petshops e clínicas lotadas de gente gastando somas astronômicas com os seus bichinhos de estimação, enquanto há crianças abandonadas nos semáforos, esquinas e becos mendigando e sendo exploradas de todas as maneiras possíveis.

O paradoxo experimentado pela nossa sociedade desigualitária só pode ser precariamente explicado pela organização de poder herdada desde os tempos de colonização: aceitamos atavicamente a miséria e até a achamos necessária, para que nos sintamos muito bem na nossa confortável condição de pequenos burgueses.

Assim, o que leva as pessoas a pagarem de 60 a 100 reais por uma consulta veterinária, 300 reais por um procedimento cirúrgico simples, 50 reais por um banho & tosa, além de quantias inestimáveis em ração premium, remédios, roupas e móveis para animais? Alguma coisa deve explicar razoavelmente o fato de, enquanto tropeçamos indiferentemente nas crianças em estado de miséria nas ruas, reservamos aos nossos cães e gatos uma vida reis. Então, tentaremos...

Crianças vivem muito bem acomodadas em caixinhas de papelão.
Logicamente, as crianças de rua são os filhos dos outros – “ninguém manda esta gente pobre fazer filho desbragadamente”. Logo, o problema não é meu e sim do Estado, que não investe em planejamento familiar para as periferias.
Eis o discurso mormente ouvido de gente que carrega no colo nas ruas, orgulhosamente, seus cães e gatos travestidos de humanos.

Animal você escolhe.
Adoção de criança; só quando se pode escolher a cor dos olhos.
Muitos alegam que um dos maiores obstáculos é grande complicação que a burrocracia do Estado impõe nos processos de adoção: exigem que você leve um trombadão, ou uma criança deficiente física, ou portadora de AIDS, ou com doença degenerativa, ou deficiente mental e/ou com a cor de pele não compatível com os seu fenótipo familiar. Por isto, existe paradoxalmente no Brasil, por um lado escassez de oferta e por outro, crianças e adolescentes sobrando, pois a maioria dos candidatos apõem pré-requisitos intransponíveis: idade máxima de 3 anos, saudável e branca.

Animais, você vai na loja e escolhe tudo, raça, tamanho, cor, pelo, cor dos olhos, etc, ponto para os animais!

Animal você controla.
A lenda reza que quanto maior for a idade da criança/adolescente adotada, maiores serão os problemas futuros. Animal, você compra em tenra idade e faz dele o seu bebê, controlável para o resto da vida.

Animal você pode descartar facilmente.
As cidades estão cheias de animais abandonados, principalmente os grandes e ferozes, porque as pessoas simplesmente os descartam quando eles crescem e deixam de ser bonitinhos. Crianças são protegidas até os 18 anos pelo Estatuto do Menor e Adolescente.

Falta solidariedade?
Por que torramos uma grana preta com animais e nos comportamos estoicamente diante da visão de crianças entregues ao abandono miserável? Sinceramente, perante o reino dos céus em que os animais vivem e o inferno reservado aos jovens da espécie homo sapiens sapiens, sou obrigado a concluir que há uma espécie de falta de solidariedade ecológica numa sociedade que humaniza aos animais e animaliza a humanidade.

46 comentários:

  1. Eu trabalho em um grupo de adoção na minha cidade: trabalhamos aspectos legais, perfil das crianças e dos pais, inúmeras outras coisas, envolvendo desde estagiários de serviço social e psicologia até os juízes e equipes multidisciplinares da vara da infância e juventude, por exemplo.
    Questões como essas estão presentes o tempo todo, de uma forma ou de outra, tanto no grupo quanto na sociedade em geral.
    Graças ao trabalho desenvolvido com adoção os resultados são muito bons e aos poucos estamos conseguindo disseminar mais esta questão na nossa cidade.
    Quanto aos animais, também acho no mínimo inconveniente ter gastos exorbitantes com animais de estimação, e que em grande parte nem adotados são (pois ao invés de retirar um animal da rua e dar-lhe abrigo e carinho, as pessoas compram animais em lojas).
    Há muita coisa a se pensar nisso ainda...

    ResponderExcluir
  2. Sou radical neste assunto, só poderemos resolver os problemas dos animais quando não houver humanos nas ruas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb sou radical nesse assunto. CASTRAÇÃO JÁ para PESSOAS que não tem condições de terem filhos. Faça-me o favor!!! HUMANO, pelo menos "teoricamente" é racional. Não tem o que comer, NÃO TENHA FILHOS!!!! Animais não tem essa racionalidade. Animais não tem maldade. Cães dão suas vidas pelas pessoas (quem não viu o episódio dos dois cães pastores, membros da polícia militar, mortos em trabalho?). Alguém já viu alguma notícia do tipo: "Cão que passava fome mata "fulano de tal" por comida?" ou "Gato de rua assalta e mata motorista parado no farol?"

      Excluir
    2. Amigo, onde eu assino?

      Excluir
    3. Muito bem. Concordo. Querem priorizar pessoas. Mas que arrogância é essa de colocar uma espécie no pedestal e colocar outra abaixo? Humanidade é benevolência e humildade, e não arrogância. Somos vidas, direitos iguais.
      Se ainda existe a forma "tratar como animal", então é a prova de que ainda não chegamos ao nível humano da consciência.
      Outra coisa, os animais não têm culpa da desigualdade social, a culpa é nossa que preferimos estocar riquezas ao invés de compartilhar com quem precisa. Querem corrigir um problema, inventando outro problema? Esse tipo de argumento "troque seu cachorro por uma criança" é um fracasso em raciocínio e ética.

      Excluir
    4. Se houver coração e boa vontade suficientes,há como não abandonar ninguém.Podemos ajudar gente e bichos.Há recursos para isso,o problema é que sobram egoísmo e mau caratismo,e isso, decididamente,não é característica dos animais e sim dos ditos animais racionais.

      Excluir
  3. Certa vez uma mulher disse num programa de TV, uma frase que resume bem esses questionamentos. Mais ou menos assim: ''Há pessoas que tem o dom de cuidar de idosos, outros de crianças e há aqueles que tem o dom de cuidar dos animais''.

    Não concordo com gastos exorbitantes em produtos para pets pois os mesmos não se sentem confortáveis. Tenho cães[tirados da rua] e não compro brinquedos, já que preferem bem mais um longo passeio todos os dias do que uma galinha de borracha. Mas levo ao vetenário, compro medicamentos e acho desagradável quando alguém diz que um cachorro tem morrer num canto sofrendo, porque não tem alma ou porque tem milhões de seres humanos sofrendo no mundo quando naquela hora minha humanidade está voltada ao animal doente.

    Dizem que a demanda de pessoas querendo adotar é em maior número que as crianças para adoção. Nesse caso acredito que é mais culpa dos governantes que não diminuem a burocracia que dos pobres cachorrinhos.

    Concordo contigo quando diz que os cães tão logo deixem de ser filhotes são descartados. Se essas madames ao invés de filhotes de cachorro, tirassem uma criança da rua, a lei a protegeria até os 18 anos, mas será que teria uma vida feliz, com saúde mental, além de alimento, roupas e brinquedos?

    E a discussão sobre as crianças abandonadas poderia ser ampliada para os jogadores de futebol e pagodeiros que trocam seus carrões de quinhentos mil reais toda semana ou as mulheres que se digladiam por uma Birkin de no mínimo vinte mil reais...Afinal carro e bolsa não sentem frio, fome, dor como nós humanos. Cachorros sentem.

    ResponderExcluir
  4. Vanessa, sinto arrepios cada vez que entro num supermercado aqui da cidade e passo por uma vitrine exibindo mobiliário para pets. Cães e gatos são comestíveis em muitas culturas, mas gastamos uma parte do nosso PIB alimentando, vestindo, tratando e construindo casas para eles.
    Sim, nós temos uma gata, mas ela vive na rua e a minha mulher se limita a comprar ração e um eventual anti-concepcional. Agora, quando alguns dos nossos gatos apresenta problemas de saúde e não conseguem ser tratados com abordagens naturais (babosa), então deixamos que a natureza cuide de si mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. So porque uma pessoa e amulher são pão duros não quer dizer que todo o rsto tenha que ser também

      Excluir
    2. Pois pra mim,vc e sua esposa não tem noção do que é realmente cuidar da Criação Divina.Sim,porque animais também são criação de Deus e nós somos encarregados de cuidar deles.
      "Deixar que a natureza cuide quando um bichinho adoece",é o mesmo que dizer:cuido até o momento em que não me dêem trabalho nem gastos.
      Façam um favor:deixem os bichinhos na rua mesmo, que eles terão mais chance de encontrar alguém mais consciente e de melhor coração que o de vcs,que realmente possa cuidar deles,inclusive quando ficarem doentes.

      Excluir
  5. Se o dinheiro é meu, eu ganhei com suor honesto, com meu trabalho, então eu pergunto porque eu nao posso gasta-lo com meu cachorro ou meu gato?
    Por acaso eu fui a responsável pelos abandonados na rua?

    A resposta é essa nobre Isaias, uma coisa nao depende e nao é responsavel pela outra.
    Os itens do pet shop existem e nao são eles os responsaveis pelas crianças na rua.
    Da mesma forma que existe tv a cabo, piscina, restaurantes de luxo e etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Iara!

      Excluir
    2. faz o que quer com seu dinheiro, mas não pode reclamar depois de qquer violência vinda de algum ser humano da rua

      Excluir
    3. enquanto se pensa assim,o pais segue na estrada da dor....revolta,sangue,vitimas mortas....enquanto se pensa só em si e outros que se danem,vamos colhendo sangue,tiros,cadaveres....isso mesmo:grite bem alto:O DINHEIRO É MEU,GANGO COM SUOR E QUE SE DANEM OS OUTROS....depois só não venha chorar diante do caixão....diante da cova...a gente colhe o que planta....e o que temos plantado tem dado esses flutos...pergunto:POR QUE NÃO MUDAR??? SE ATÉ AQUI DEU ERRADO,POR QUE NÃO MUDAR???

      Excluir
    4. A sociedade somos nós, e quem faz a sociedade tambem somos nos, depois não reclame de ter de viver num pais com tantos crimes e bandidos, talves ai voce não possa sair tranquila com segurança do portão de sua casa para fora,

      Excluir
    5. Nada ver,tanta violência nas ruas é fruto do proprio carater mal que ja é inerente do ser humano.Não podemos deixar de amar os nossos bichinhos por causa do mal caratismo que já esta entrelaçado na criação desse pais.

      Excluir
    6. Isso mesmo.O abandono de seres humanos e de animais,é triste e doloroso e eu não acho que possamos "escolher" quem canso deixar sofrer.Há recursos suficientes para evitar as duas coisas .O que falta é boa vontade e disposição para ajudar.Sobram egoísmo,mau caratismo e desonestidade.E isso tudo é característica do ser humano.

      Excluir
  6. adota quem quer ,tenho 3 cachorrAS ,e trato bem ,cuido,e estou na fila para adotar criança e nao é tao fácil, nao..sao muitas exigencias e se vc nao tiver condiçoes financeiras ai complica mais ainda.....o que eu puder fazer pra ajudar tudo bem eu faço....
    esses que criticam pet shop ,será que eles estao ajudando as crianças de rua levando pra casa dando banho????

    ResponderExcluir
  7. Adoro crianças,e nem por isso critico quem tem cachorro e trata bem seus bichinhos,esses que só criticam, será que tao fazendo alguma coisa pra ajudar quem precisa?MUitas vezes ,quanto mais pobre mais filho tem ,falta de consciencia ,use camisinha anticocepcional, é de graça qualquer postinho dá........e se uma pessoa mais humilde quer adotar é muito dificil,a maoiria que consegue adotar é quem tem condiçoes financeiras..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo.Quem ajuda uma causa não tem tempo pra criticar outra não.
      O problema mesmo é a falta de bondade no coração e de disposição para abraçar uma causa,seja ela qual for.

      Excluir
  8. isso e falta de controle de natalidade. ridiculo, pobre num favelao dos infernos fazendo um monte de filhos, isso pra mim e crime. |Por mim, castrava esse monte de animais irresponsaveis.

    ResponderExcluir
  9. Desculpe, mas sera' que voce esta' proponso fazer caridade com o dinheiro ou o tempo dos OUTROS?

    Eu sou voluntário de resgate a animais. Que eu me lembre, não impeço ninguém de se dedicar a recuperar crianças abandonadas. Muito pelo contrario, eu incentivo e dou o maior apoio.

    Aliás, uma vez que tenho um perfil de voluntário, já dei aulas de reforco de graca para jovens de escola publica. A maioria abandonou essa chance, e aproveitava para namorar escondido dos pais. Por conta das decepcoes inerentes a ajudar outro ser humano, eu dou o maior apoio porque sei o quanto e' dificil continuar a luta. Se nao der apoio, e' bem capaz dessas pessoas que ajudam criancas carentes perderem a energia e desencantarem-se.

    Mas voltando ao assunto:

    Sinta-se livre para fazer a caridade que você preferir. Mas não é seu direito mandar na caridade dos outros.

    Desculpe a indiscrição... você dedica algum tempo para algum trabalho voluntario? Não falo de esmolas (desencargo de consciencia), mas sim de dedicar-se pelo menos uma hora por ano para melhorar o mundo.

    Sabe porque digo isso?

    Conheco pessoas que adotam criancas em situacoes de risco. E conheco pessoas que resgatam animais maltratados.

    Raramente meus colegas que dedicam-se as criancas ficam perdendo tempo me convencendo a me seguir com a escolha deles. Eles preferem dedicar seu tempo para as criancas, e para aqueles que nao fazem NADA pelo mundo, tentando convence-los a fazer algo pelo mundo.

    Que e' o que estou fazendo agora: nao me diga onde devo gastar minha energia, mas vai fundo para resgatar criancas. Eu sei muito bem que toda ajuda que meus colegas dessa area puderem conseguir será muito bem vinda.

    kikitsune

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino embaixo.A fome,o frio,o medo e a dor,sao iguais em gente e em animais.Por qual razão teríamos que fechar nossos olhos ao sofrimento dos animais e abandoná-los à própria sorte?Há recursos suficientes para ajudar as duas causas.O que falta é disposição e boa vontade para fazê-lo.Sobram egoísmo e mau-caratismo.
      E,sim,vc tem razão quando diz que quem crítica uma causa , geralmente não ajuda nenhuma.Porque quem tá ocupado em usar seus esforços para ser util em alguma coisa não perde tempo criticando o trabalho dos outros, simplesmente porque não é igual ao seu.
      Ora, faça-me o favor:tire sua bunda da cadeira e vá trabalhar naquilo que vc acredita e deixe os outros trabalharem em paz!

      Excluir
  10. É , estamos convivendo com uma sociedade hipócrita .Cachorro sabe se virar e procurar alimento , crianças pequenas não sabem se virar.
    E além de hipócritas tambem são nojentos .
    Cachorro não sabe se limpar, faz as necessidades ,se lambem e ai vem a pessoa , pega-o no colo, deixa lamber a boca e até beija a boca do cachorro ou seja , beija a caca que o cachorro fez em minutos atras.
    enfim , lugar de animal é no zoo .
    E tenho dito .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo se vê que vc não sabe do que está falando. Como protetora de animais, vejo TODOS OS DIAS animais retirados das ruas e que já estão num estado de desnutrição tão grande, que não se consegue mais salvá-los, apesar de todos os esforços. Crianças se viram SIM, elas ROUBAM, ASSALTAM. Vc deve morar em uma linda cidadezinha do interior. Se morasse em uma grande cidade como São Paulo, saberia disso.

      Excluir
    2. 31m você tem razão,criança não caga e não mija, elas são à prova de sujeira e de doenças. E mais... crianças nunca matam seus pais depois que crescem. Só os cães fazer essas porcarias. Vc não merece jamais ter o amor de um cão, vc não está à altura disso.

      Excluir
    3. Disse tudo,Cristine.Essa criatura realmente não conhece nada sobre animais.
      "Eles sabem se virar sozinhos".Não,não sabem não.Alguns sobrevivem,aos trancos e barrancos,sofrendo nas ruas o descaso de pessoas como você.Mas a maioria morre de doenças ,maus tratos,fome e desnutrição.Assim como os seres humanos também .Ambos precisam de ajuda.E nós podemos ajudar a todos,basta que não sejamos tão pouco esclarecidos e de coração tão duro como o dela.

      Excluir
  11. concordo que as criancinhas nas ruas nao tem culpa de serem pobres e tem todo o direito de pedir esmola e ajuda.assim como a gente tambem tem o direito de escolher dar uma contribuiçao de ajuda.
    mas se nos ganhamos nosso dinheiro,e cuidamos dos nossos animais ai o problema é nosso,é mt injusto vc falar desse jeito como se fossemos nos os culpados de ter crianças carentes nas ruas.animal tembem é gente e é crime vc maltratar animais.pense assim,vc comprou um gato ele pegou uma doença vc tem q ajudar o gatinho ele é membro da familia tem animal q te entende mais do q uma pessoa.vc deixaria de ajudar um membro da familia pra dar o dinheiro pra outra pessoa q vc nem conhece?sabendo que nesse mundo tem um monte de gente mentiroso e ladrao?nao estou desprezando os pobres,eu nao gosto de ver criança abandonada na rua passando calor e frio me da dó.quantas vezes vc viu uma pessoa maltratando animais?muitas nao é?eu posso assumir responsabilidade pelo meus animais e pelas minha familia mas eu nao tenho responsabilidade nenhuma sob as crinças .o salario é muito pouco pra td isso.a culpa nao é minha se os adolescentes e adultos fazem as crinças e largam na rua,no momento q eu adotar uma fica por minha responsabilidade.nd contra dar dinheiro as crianças mas tambem nao podemos esquecer q tambem a gente nao é nenhum milionario nao o pouco q eu posso fazer eu faço e nem vem ficar acusando a gente nao eu tbm sou pobre e nao gasto horrores com meus pets mais tambem nao vou descuidar pq vcs pensam assim.lembramos tbm q existe cachorro e gato abandonados na rua doentes uma criança sabe pedir ajuda um animalzinho nao fica la sofrendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só uma coisa , penso que quem venera caes é porque eles nao sabem fala ,,,nao criticam seus erros

      Excluir
    2. Exatamente! Humanos conseguem se virar, basta QUEREREM. Lembrando que a grande maioria das pessoas que vivem nas ruas estão lá pq querem. Animais não tem essa opção.

      Excluir
  12. Cristina Coluccini05/01/2012 15:52

    Percebo que tanto crianças quanto animais merecem todo o cuidado, não partilho da idéia de mais para um e meno para outro, mas sim que todo ser vivo tem o direito de viver com dignidade, seja ele racional ou não!

    ResponderExcluir
  13. achei muito interresante pq as pessoas não ligam para as crianças e gastam fortunas aos cachorros

    ResponderExcluir
  14. Porque se gasta tanto com animais irracionais e não com os racionais? Basicamente por aquilo que mais podemos desprezar nos outros, mas não enxergamos em nós mesmo: egoísmo! Uma criança se desenvolve, cresce e tem a habilidade de racionalizar e consequentemente criticar o criador ou provedor. É duro para alguem carente, egoísta e manipulador ser criticado ou mesmo abandonado. O cachorro não vai criticar a bolsa de dez mil ou qualquer outro aspecto menos significante para o desenvolvimento da vidinha do sujeito. Um cachorro não contra-argumenta se quer vestir aquela roupita rídicula, ou tosar o cabelo, ou aturar na sala o papo fútil a que é submetido ou mesmo o papo filosófico existencialista! Paga-se pela comodidade e tenta-se de todas as formas dar um sentido social para o que se está fazendo, quando a única alternativa seria investir energia na geração seguinte para que menos abandonos (crianças, animais, ambiente etc) ocorressem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, espero q vc não seja psicólogo. Quanta besteira... Essa sua "análise" é a coisa pseudo-intelectual mais idiota que já li. Existe coisa mais NARCISISTA do que querer ter um filho do próprio sangue, a sua semelhança, com seus genes? Pura vaidade e ego querer ter filho com tanta criança abandonada. Eu não tenho filhos e cuido de cães abandonados, e garanto que que não há nada de egoísta nisso. Prefiro cuidar de um cão do que ter uma miniatura minha para satisfazer meu ego.

      Excluir
  15. Cuidar e proteger os animais selvagens ou domésticos é uma coisa. Transformá-los em símbolos da futilidade humana é outra coisa bem diferente e totalmente dispensável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente!

      Excluir
  16. engraçado que um "parceiro" do blog é: MODA VERÃO 2013..

    Hipocrisia, a gente vê por aqui.

    ResponderExcluir
  17. EU SOU DO TEMPO EM QUE CACHORRO ERA PARA TOMAR CONTA DA CASA, E NAO SER TRATADO COMO UMA CRIANCA.. DETRO DE CASA E DURMINDO NA CAMA FALA SERIO...

    ResponderExcluir
  18. EU FICO IMAGINANDO E TENTANDO ME POR NO LUGAR DE UMA CRIANÇA ORFAN LA NO ORFANATO LENDO E TENTANDO ENTENDER TODOS ESSES COMENTÁRIOS. NO FUTURO PESSOAS REVOLTADAS SEM COMPAIXÃO DE SEUS SEMELHANTES, SE NÃO TEMOS COMPAIXÃO COM ESSAS CRIANÇAS AGORA ELAS NÃO TERÃO COM VOCE NO FUTURA

    ResponderExcluir
  19. A SOCIEDADE SOMOS NÓS, O FUTURO DE NOSSAS CRIANÇAS DEPENDE DA SOCIEDADE, SE CONTINUARMOS PREFERINDO PETS, GASTANDO 500,00 OU 1000´00 COM ANIMAIS E NADA COM ORFANATOS, TEREMOS QUE GASTAR MUITO MAIS COM PRESIDIOS, CRIANÇA TEM QUE SER TRATADA COMO CRIANÇA OU COMO NÓS GOSTARIAMOS DE TER SIDO TRATADO QUANDO CRIANÇA.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir