Pesquisar

15 de mar de 2011

12 Táticas de guerrilha que NÃO funcionam contra o Telemarketing.

Vamos pensar juntos, uma das coisas mais infames da vida moderna é sofrer sob o mal chamado Telemarketing e do gerundismo resultante. Você perde tempo, paciência e saúde aturando telefonemas nas horas mais estapafúrdias. Qual é a solução para esta verdadeira tortura chinesa? Assim como todas as vítimas, ao longo dos anos tenho tentado vários métodos para lidar com o problema, mas nenhum deles pode ser qualificado de matador, conforme você verá a seguir.

1) Dizer não, não, não, não, não e não...
Não importa quantos "nãos" você diga, todos eles serão interpretados como alegres "sims" pela operadora, que avançando impavidamente no seu script de terror, continuará perguntando os seus dados pessoais, como se você estivesse dizendo bom dia.

2) Deixar a linha pendurada.
"Só um pouquinho que vou chamar a fulana": atender e deixar a operadora mofando é uma tática divulgada pelos sites gringos, que a reputam como infalível. Infelizmente, no Brasil os cursos de telemarketing já devem ter se vacinado porque apliquei e não funcionou, já que as ligações retornam até uma viv'alma atender.

3) Tentar anarquizar com advogado e processo.
Dizem que este tipo de ameaça funciona, mas se não funcionar, servirá para você perder o seu tempo e aumentar a sua pressão arterial.

4) Aplicar uma pegadinha.
A princípio isto só serve para a pobre vítima perder seu tempo precioso, a menos que você seja um vagabundo com 100% de disponibilidade para aplicar pegadinhas nas operadoras.


5) Dizer que a pessoa não está.
Tentei inúmeras vezes esta tática e acabei descobrindo que ela é uma das piores, pois eles apenas aumentam o número de ligações até você entregar a presa que eles querem devorar, neste caso particular, a minha esposa.

6) Argumentar.
Primeiramente, gastar o latim para explicar porque não quer aquele serviço/produto só serve para perder o seu tempo e, segundamente, pode ter certeza que eles voltam a ligar, já que tem ouvidos moucos.

7) Prolongar a conversa.
Tentar matar a operadora no cansaço seria uma boa tática se você conseguisse se tornar tão chato, mas tão chato mesmo, que a empresa se visse compelida a eliminar o seu nome do cadastro. Mas, como isto é história da carochinha, você deve lembrar que tais empresas ganham também pelo número de ligações, ou seja, elas nunca agirão no sentido de emagrecer os seus bancos de dados.


8) Cadastrar o telefone no sistema anti-telemarketing do Procon.
Se você acredita nisto, comece a acreditar urgentemente em Papai Noel e no coelhinho da páscoa. Vários usuários que fizeram todo o processo para tirar os seus telefones da treta dos Telemarketings deram com os burros n'água. Entre na página do Procon da sua cidade para entender o tamanho da complicação para fazer algo que talvez não funcione.

9) Discutir e xingar.
Tal atitude serve unicamente para aumentar a sua pressão e piorar o seu próprio estado de nervos.

10) Não atender.
Quem tem identificador de chamadas, pode até se dar ao luxo de rastrear os números das empresas mais chatonildas, se é que elas não bloqueiam esta informação. O único problema é conviver com o telefone buzinando.

11) Alegar desemprego.
Aparentemente, isto funcionaria com os cartões de crédito, se não fosse uma lenda urbana. Lembremos, que se o telemarketing terceirizado ganha também pelo número de ligações, vai estar se lixando para o fato da vítima ter fonte de rendimento ou não.

12) Exigir o descadastramento do banco de dados.
Este tipo de tática entra no campo da ficção, crença e religião e assuntos religiosos não se discute.

19 comentários:

  1. Uma coisa que ajuda bastante a diminuir o problema é... não ter telefone fixo em casa.
    Com os planos voip e de celular que se tem hoje em dia, às vezes eu tenho a impressão de que telefone fixo só serve para spam mesmo.
    (nem sempre é uma opção. mas costuma ser eficiente :p)

    ResponderExcluir
  2. Vc podia falar da falta de educação dos consumidores qd precisam falar com um operador de telemarkenting, eu trabalho em um e ontem uma mulher falou que estava falando com a RETARDADA da outra operadora e ela desligou e ela achava que éramos treinados para desligar, o que vc acha que eu fiz? Trabalho num atendimento receptivo, me trate bem, que eu trato vc bem, fale merda e eu derrubo a ligação mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Cindy,
    por enquanto sou obrigado a ter telefone fixo por causa da internet. Mas, acho que o Telemarketing está se espalhando pelo celular, pois basta você dar os dados cadastrais numa compra e lá se vai o seu número para as benditas listas.

    Natália,
    o texto não aborda os Call Centers, só os telefonemas não solicitados, spam mesmo - com estes acho que não devemos nenhuma boa educação.

    ResponderExcluir
  4. Eu costumo mandar pro inferno, tranquilamente, com a voz bem suave. Se não desligam, repito a frase. Não desligam, repito de novo. Até ver o quanto o imbecil aguenta. Se for realmente retardado e não desligar, eu desligo.

    ResponderExcluir
  5. Outro dia desliguei na cara, sabe o que fizeram, ligaram de novo e desligaram quando eu atendi.

    ResponderExcluir
  6. O que eu acho pior do pior no telemarketing é a tal da gerundização... procuro me manter calma e não tratar mal a criatura que está lá do outro lado... mas é duro de matar!!!!

    ResponderExcluir
  7. Se tratar mal funcionasse, eu até aconselharia. O diabo é que tratando mal, só a própria vítima se prejudica porque lança sobre si mesma os venenos da ira.

    ResponderExcluir
  8. Outro dia, ligaram bem cedinho para oferecer cartão de crédito. Foi moleza, tava com voz de sono e disse "Minha filha, passei a noite toda no hospital, estou em tratamento de câncer e não tenho muito tempo de vida...", pediu mil desculpas e desligou. Moleza!

    ResponderExcluir
  9. Tenho uma técnica infalível, mas não posso contar, senão vai entrar para a lista acima. kkkkk

    ResponderExcluir
  10. Eu digo que a pessoa procurada faleceu na semana passada. E aviso sobre a missa de sétimo dia.

    ResponderExcluir
  11. Neste caso de ligação recebida eu não sei, mas para o caso de voceê ligar para cancelar algo, é fácil diz que vai se mudar p.ex. para o Marrocos! é batata!

    ResponderExcluir
  12. eu deixo mofando no telefone, algo assim:

    - Aqui é do Jornal o Globo, o Sr. tem interesse em fazer...

    - SIM, TENHO INTERESSE SIM, ME LIGOU EM ÓTIMA HORA, ESTAVA PARA LIGAR PARA VOCES HOJE MESMO.

    - Ai que ótimo, vamos faze então?

    - CLARO! SÓ UM MINUTO, DEIXA EU PEGAR MEUS DOCUMENTOS E CARTAO DE CRÉDITO.

    E ai eu deixo o fone do lado, por 10, 20 minutos.

    ResponderExcluir
  13. O cadastro no site do Procon funcionou maravilhosamente bem em duas linhas minhas. As duas recebiam muitas ligações de telemarketing e praticamente não recebem mais nada, muito raramente recebo ligações de empresas menores que, acredito eu, nem sabem o que é esse cadastro do Procon.
    Aliás, o cadastro foi muito fácil de fazer, não sei de onde você tirou isso...

    ResponderExcluir
  14. eu tenho um amigo que trabalhava com telemarketing e quando alguem o tratava mal ele anotava o número da pessoa e depois o colocava em um banheiro público com dizeres obsenos, o nome da pessoa e um "me liga" no final

    ResponderExcluir
  15. NATÁLIA: Definitivamente vc não tem a menor noção do absurdo que é seu comentário. Veja bem, sua função é lidar com o público e qualquer pessoa com uma razoável dose de bom senso sabe o quanto isso é difícil. Pois bem, um bom profissional que atue no mesmo ramo que vc, jamais pode deixar-se influenciar pela má educação da pessoa a quem deve atender, nem mesmo demonstrar qualquer tipo de emoção no exercício de suas funções. Assim, se vc se dispõe a exercer essa odiada profissão, pelo menos seja eficiente e proceda com profissionalismo. Um cliente, "vítima" do irritante assédio do telemarketing pode dar-se ao luxo de ser deseducado, ele não pediu para ser contactado assim como não é um profissional nessa "arte". Por outro lado, é essa sua profissão de merda que põe comida no teu prato, então, procure fazer seu papel com dignidade. Ou seja coerente, mude de profissão, ainda que lhe falte qualificação para ganhar suas merrecas em outra atividade. Se tiver uma boa estampa (o que eu duvido) emepregue-como stripper ou vá rodar sua bolsinha. Mas não tente justificar seu péssimo desempenho profissional com uma hipotética "legítima defesa".

    ResponderExcluir
  16. Hector voce é um babaca, começou falando bonito e depois so falou merda,desrespeitando os trabalhadores, não importa se a pessoa recebeu a ligação contra sua vontade, todos devem se respeitar independente da situação.

    ResponderExcluir
  17. Sem dúvida, Sr. Anônimo, todos devem respeito a todos, inclusive, e principalmente, os telemarqueteiros, pois em qualquer circunstância, a isso são obrigados pela profissão que exercem. Entretanto, vc e os maus profissionais, estão fora dessa regra. Vc, por xingar anônimamente numa briga que não é sua, os outros, por incompetência!

    ResponderExcluir
  18. Fala que a pessoa não mora mais na residencia que agora se tornou raro ligarem aqui.

    ResponderExcluir
  19. depois que coloquei meu fixo no cadastro do procon, somente LBV liga em casa, porque filantropia esta liberada da lista. Se informe mais, o cadastro funcionou!

    ResponderExcluir