Pesquisar

10 de mar de 2011

Pequenos hábitos higiênicos inúteis no dia a dia.

Não é a minha intenção apavorar ninguém, mas muitos dos cuidados higiênicos que tomamos no cotidiano são absolutamente incipientes, por desconhecermos pequenos detalhes que podem fazer a diferença.

Cotonete esterilizado...
De que adianta você comprar uma caixa de cotonetes esterilizados, se depois de aberta, ela ficará meses e até anos num banheiro sujeito à umidade e a toda sorte de contaminações?

Lavar as mãos no banheiro público só no final da obra...
Você chega da rua, depois de ter esfregado as mãos em tudo que é lugar imundo, toca na maçaneta do banheiro, em várias partes do banheiro e por último toca na suas zonas genitais. Meu conselho para preservar as suas partes íntimas é lavar cuidadosamente as mãos ANTES de tocá-las e não tocar em nada no banheiro (só usando papel), até fazer as necessidades e só então sair tranquilamente do banheiro.
Se você repetirá o gesto de lavar as mãos, isto não faz a menor diferença, pois terá obrigatoriamente que tocar necessariamente no botão de descarga, no acionador da torneira e na maldita maçaneta da porta, logicamente, o objeto mais contaminado do mundo.
Na próxima vez que for apertar a mão de uma pessoa na rua, principalmente homem, lembre-se que as câmaras de segurança mostram que a grande maioria deles não lava as mãos nem na entrada e muito menos na saída do banheiro.

Tomar refri de canudo...
Você acha que esta atitude é higiênica até ver como os caras colocam os canudos naqueles porta-canudos, tocando com as mãos sujas diretamente no local em que você vai colocar a boca.

Tomar refrigerante em lata com canudo...
Você não quer, zelosamente, botar a boca no alumínio pois aprendeu na internet que os ratos e as baratas podem ter defecado na tampa, enquanto os refrigerantes ficaram estocados no depósito. Só que como o processo de abertura da latinha (lift ring-pull) abre a lingueta para dentro, você acaba contaminando o líquido com qualquer possível sujeira microscópica.

Ir no salão do cabeleireiro...
E não saber qual sistema de esterilização eles usam para os instrumentos (se é que usam algum). Caso eles utilizem autoclave, esta deve possuir o certificado de validação emitido pelo órgão fiscalizador. Não dá para levar em consideração se eles esterilizam em água fervida, pois este método é completamente ineficiente contra vários tipos de micróbios. Veja também se os atendentes usam luvas cirúrgicas para executar os procedimentos, pois as mãos são um dos maiores vetores de transmissão de doenças.

Transar com camisinha...
Pouco resolve você transar como manda o figurino e aprontar todas na hora do sexo oral. Os mesmos riscos de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis e AIDS acontecem quando alguém cai de da boca nos órgãos genitais sem a devida proteção.

35 comentários:

  1. Infelizmente, você está certo em tudo! Precisamos ter mais cuidado mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Isaias

    O cotonete é algo interessante.
    A maioria dos médicos não recomenda seu uso, pois corre-se o risco de perfuração do tímpano e outras lesões, e ainda sim muita gente usa.
    Pior são aqueles que usam tampa de caneta ou chave pra tirar cera...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Depende muito de cada pessoa!
    Se você conserva uma caixa de cotonete longe da umidade em local fresco e arejado mantém fora de bactérias, lógico que não é 100%.

    ResponderExcluir
  4. Aqui no RJ o canudo vem dentro de um "saquinho", lacrado. Medida da prefeitura há alguns anos.

    ResponderExcluir
  5. @PriGambarra, verdade eu ia dizer isso: que nunca mais vi canudinhos sem ser lacrado. As vezes a embalagem é de papel outras são de plástico (acho mais confiável).

    ResponderExcluir
  6. Nem em todos os estados são assim. Seu que no Rio foi medida do César Maia. No início todo mundo estranhou, mas realmente é bem mais higiênico e agradável.

    ResponderExcluir
  7. josé
    mel dels, só por q vc lavou a ganitália de manha, no banho, nao significa que ela está esterelizada. com o passar de horas, as bacterias da flora genital recolonizam a área. e esperamos que assim seja, pois elas convivem de forma comensalista com o a regiao. é imperativo lavar as maos após ir ao banheiro. outra coisa é usar luvas cirurgicas na manicure! daonde isso! agora vai dizer que é preciso passar iodofor nas maos, e abrir um campo estéril pra tirar a cutícula. a menos q vc tenha se confundido e quisto dizer luvas de procedimentos, aí sim, concordo...

    ResponderExcluir
  8. costumo após lavar as mãos e secar em banheiro público, fico com um pedaço de papel na mão e uso pra abrir a maçaneta da porta sem tocar na mesma.

    ResponderExcluir
  9. José,
    bingo! A sua estranheza acerta em cheio a questão dos salões de cabeleireiros: seguramente é um dos ambientes mais propagadores de doenças, muitos banheiros públicos são mais limpos do que aquilo.

    ResponderExcluir
  10. A do canudinho eu tenho que utilizar porquê utilizo aparelho, e também é uma técnica de não prejudicar tanto os dentes, já que o líquido não entrará em contato direto com os dentes.

    ResponderExcluir
  11. se informa melhor amigo, sexo oral tem uma chance praticamente zero de transmissão de aids. até hoje não se teve um caso documentado de um homem que tenha pegado aids por chupar xoxota. no caso da mulher acho que a chance é um pouco maior.

    ResponderExcluir
  12. Nunca! Jamais! faço minha unha com os objetos de um salão.
    nem louca sou. Quando vou na manicure levo minha necessaire ate a acetona é minha. U_U
    Ainda prefiro fazer em casa, mas as vezes é necessario.
    ja não basta pente de salão na minha cabeça. argh!

    ResponderExcluir
  13. Aqui em Campo Grande MS os canudos também vem em saquinhos

    ResponderExcluir
  14. A melhor tática no salão é a pessoa carregar o seu próprio kit de ferramentas. Neste caso, tem que ficar de olho no tipo de higienização que o manipulador faz consigo mesmo, porque ele é pode carregar nas suas mãos a contaminação.

    ResponderExcluir
  15. Aviso sobre sexo oral: as autoridades sanitárias pecam ao se omitirem de informar sobre a disseminação do vírus HPV através deste tipo de contato.
    Pesquisa no google images a situação que a sua boca vai ficar quando você pegar HPV na boca e depois me fala.

    ResponderExcluir
  16. só que sexo oral não engravida, e o principal uso do preservativo é como um anti-concepcional; o mais indicado nesse caso é fazer exames preventivos para detectar possiveis DSTs; ainda mais que a maioria delas tem cura; ou no minimo tratamento.

    ResponderExcluir
  17. fui no salão ontem, ela pegou tudo de dentro de um pacotinho, tipo aqueles em que veem agulhas em hospitais...
    acredito que o procedimento de esterilização seja bom, mas ela não usou luvinha

    pelo menos não tirou nenhum bife!

    Dessa vez me livrei de um ataque bacteriológico

    \o/

    ResponderExcluir
  18. Ótimo post.
    Isso conta as pequenas coisas do dia-a-dia com a qual podemos ser infectados.Olha que existem muito mais meios de transmissão de bactérias e vírus.

    ResponderExcluir
  19. Não sei como surgiu esse papo de sexo, mas vamos lá...
    Qualquer pessoa bem instruída sabe que o sexo oral, assim como o sexo tradicional, transmite DST(HPV, HIV, etc).
    E não existe esse negócio de camisinha ser principalmente para evitar e para prevenir DST. Somente para evitar filhos há outros contraceptivos com anti-concepcional, DIU,...

    ResponderExcluir
  20. Em relação ao cotonete que deve ser estéril pq ele passa por varios processos até ser guardado na caixinha, entao se nao fossem esterilizados poderiam contaminar a região onde o mesmo seria utilizado, e quanto ao camisinha, não é pelo fato de fazer sexo oral desprotegido, mas principalmente pq se o individuo tiver alguma doença na parte externa da genitalia, a camisinha não protege e vc adquire a doença.

    ResponderExcluir
  21. VOCÊ SÃO TODOS UMAS BIXAS!!! AAAIIIII!!! EU USO PAPELZINHIO PRA ABRIR A PORTA DO BANHEIRO PUBLICO! ATÉ PARECE O MONK, AQUELE POICIAL NEURÓTICO DO SERIADO. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

    ResponderExcluir
  22. Queria ver um pinguinho de mijo alheio cair nesse "anônimo", que acha que só bicha se preocupa com essas "frescuras"!

    ResponderExcluir
  23. ah quanta viadagem galera....
    e a parada do sexo oral e mentira, pelo menos qto a aids. o risco e muito menor, embora exista. a nao ser que vc seja a debulhadora de milho

    ResponderExcluir
  24. fechado ninguem mais faz sexo ja que contamina de qualquer jeito

    ResponderExcluir
  25. Essa do Sexo Oral
    Incrível como ainda tem HOMEM que acha que
    sexo oral não se pega nada
    pros que acham que não
    então vão fundo façam sem se preocupar com o amanhã
    caiam de cabeça
    ou melhor caiam de boca fundo mesmo
    ai depois estão lá enchendo os postos e hospitais chorando pitangas contaminados com N doenças
    e não sabem por quê

    ResponderExcluir
  26. nossa, quanta ignorancia quanto ao sexo oral, e dst não só aids, são várias outras doenças igualmente devastadoras, é melhor pegar na maçaneta, na porta, na descarga em tudo com papelzinho do que fica chorando depois se perguntando o que você fez pro mundo pra ter pego uma doença tão ruim

    ResponderExcluir
  27. Mano já chupei muitas bucetas e até hoje só uma vez fiquei com uns bagulhos na boca. Mas saiu em 1 semana e nunca voltou. Fiz tudo que é exame e não detectou nada.

    ResponderExcluir
  28. Adorei o post! Confesso que sou muito higiênico portanto fiquei assustado aí de pega na mão de pessoas, nunca pensei direito nisso, enquanto ao resto eu já sabia! Vou começar a andar com roupa de astronauta por aí!:S

    ResponderExcluir
  29. Passar anos com uma caixa de cotonetes? É a porca nada!!!

    ResponderExcluir
  30. Bom... o Canudo eu nunca me toquei que fosse por higiene...

    ResponderExcluir
  31. Você sabe o significado de "incipiente", meu amigo?
    Na verdade, você não teria tentado dizer "insípidos"?

    ResponderExcluir
  32. HMMMM nojentinho.. ¬¬ larga a mão de ser viado e vira homi rapá!

    ResponderExcluir
  33. Hehe... verdade... sem camisinha no sexo oral não adianta nada...

    Alexandre - http://pytunews.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Esses dias vi um artigo falando sobre o quão ruim é a nossa comida no sentido de possíveis contaminações e tudo mais. Agora vejo esse outro arqtigo acima e chego a uma única conclusão: vou pra casa e nunca mais saio de lá, de preferência abrigado dentro de uma bolha de plástico. Ahh, quer saber, vou pular do prédio logo...

    ResponderExcluir
  35. Aqui em Brasília DF ja existe estabelecimento e órgãos pulblicos que tem o protetor higiênico"ASSENTE" nos banheiros.
    E um excelente protetor higiênico, seguro,pratico.
    Eu consigo compra los nas farmácias,mercados,etc
    o custo e +- 6,50 a caixa com 10 unidades.
    Cabe no porta luvas do veiculo,bolsa...
    Vale a pena se proteger.Vocês não acham?

    http://assente.com.br/

    ResponderExcluir