Pesquisar

11 de mar de 2011

A mãe Gambiarra luta contra a Obsolescência Programada.

A história da obsolescência programada é um dos aspectos mais podres do capitalismo. Se você é um daqueles que ainda nem nem esquentou a bolsa com o iPad I e já está sonhando com o iPad II, saiba porque a sua atitude está destruindo o planeta.

Por outro lado, bem aventurado o gênio inventivo dos gambiarreiros, que modificam e estendem a vida útil das porcarias que as indústrias nos empulham. Assista ao documentário a seguir e surpreenda-se com o grande golpe que os fabricantes nos dão quando compramos produtos que se auto destroem independentemente do tipo de uso. Enquanto o nosso dinheiro tem prazo de validade, os lucros deles se multiplicam infinitamente.

História da Obscolescência Programa.

5 comentários:

  1. E o pior que são essas próprias empresas, fontes da obsolescência programada, que veiculam sua propaganda mostrando e ensinando ao povo o que é e como fazem acontecer a tal "sustentabilidade", é uma grande ironia.
    E na continuação das reflexões sobre o consumo colocadas por esse post, já pensou se um candidato a presidência apresentasse uma plataforma de governo de crescimento anual de 0 por cento? Onde será que o coitado iria parar? mesmo que isso não seja nenhum absurdo, não existe mais como pensar em colocar uma idéia dessas em público, pois o sistema mental das sociedades já não tem condições de entender algo do tipo, nem parecido.
    Povos da antiguidade como os Maias não utilizavam a roda, embora fossem super evoluídos, por quê será?

    ResponderExcluir
  2. Cesar,
    o pior é que se não começarmos a falar hoje em termos de "decrescimento", não haverá futuro algum para a humanidade, pelo menos não nos termos de qualidade de vida que conhecemos hoje.

    ResponderExcluir
  3. O vídeo no Vimeo foi excluído, você poderia colar o link ou mesmo os termos para que eu pudesse fazer uma pesquisa e encontra-lo?

    Meu e-mail: francisco [at] franciscoalmeida.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O link do vídeo foi substituído no post, grato.

      Excluir