Pesquisar

15 de abr de 2011

Aposentadorias prematuras que ninguém quer.

Quando você trabalha no que detesta fazer, várias vezes vem à sua cabeça a ideia encantadora da aposentadoria, mas com tudo em cima, jovem e cheio de saúde para curtir a vida e viajar para os lugares mais incríveis do mundo, sem preocupações de aguentar as variações de humor do chefe, ou digerir a intriga dos colegas. Todavia, no mundo real uma polpuda aposentadoria em tenra idade somente é possível sob sérias condições que ninguém está disposto a enfrentar.

Aposentadoria do cinema pornô aos 23 anos: Sasha Gray.
A artista multifacetada anuncia a sua aposentadoria prematura na indústria pornográfica. Arrependimento, encontrou Jesus ou, segundo os seus fãs, “ela já deu tudo o que tinha que dar”? É verdade, ela já encontrou trabalhos mais gratificantes em outros segmentos da telona, sem precisar mais “dar duro” nos sets de filmagem do segmento adulto. Além disto, o seu status de mulher “desiliconada” já estava jogando o seu corpo no limite do prazo de validade, pois em breve os seus atributos começarão a desmoronar sob a implacável lei da gravidade. Quem está disposta a enfrentar maratonas de "bate-estaca" desde os 18 anos para se aposentar aos 23?
Sasha Grey deixa a pratica para se dedicar à teoria via Uêba
Por que as atrizes Pornô se suicidam?

"Aposentadoria especial" de operários de desastres nucleares.
TODOS, eu disse todos os operários que trabalharam no "ensarcofagamento" da usina nuclear de Chernobyl, cidade de Pripyat na Ucrânia morreram no prazo máximo de seis meses em consequência da exposição à doses letais de radiação. Que destino terão os operários que trabalham incansavelmente na estabilização do vazamento radioativo da primeira catástrofe nuclear do século XXI na usina de Daiichi em Fukushima no Japão? Acredito que as autoridades japonesas não se limitaram a prometer um lugar garantido no céu xintoísta para os indivíduos. Quem está disposto a se sacrificar em função do futuro da família? Pense bem, alguém terá que construir necessariamente o sarcófago de Daiichi.

Aposentadoria da fama aos 24 anos: Amanda Bynes.
Em 2010 a atriz anunciou que estava se aposentando porque não curtia mais o seu trabalho de atriz, sempre interpretando o que os outros escreviam e não os produtos da sua própria mente. Cansada dos papeluchos de seriezinhas americanas que a consagraram desde os 7 anos de idade? Só o tempo dirá, se não houver recaída. Pense bem, esta guria já trabalhou 17 anos da sua vida, sacrificando inteiramente os seus anos dourados.
Atriz Amanda Bynes anuncia aposentadoria aos 24 anos.

“Aposentadoria” de protestante chinês da praça Tian'anmen(Celestial).
Ninguém sabe que fim levou o jovem camarada que parou uma coluna de tanques que avançava sobre os protestantes situados na Praça Celestial. Só restou a sua imagem magistralmente captada pelo fotógrafo Jeff Widener, fotografia que se tornou um dos maiores ícones do mundo moderno.
Protesto na Praça da Paz Celestial em 1989. 

“Aposentadoria” de correspondente de guerra aos 30 anos.
Todas as guerras são invalidantes, logo, os seus atores não sobrevivem com saúde física ou mental suficiente para enfrentar uma segunda guerra. Deixando de lado a legião de milhares de veteranos que retornam psicopatizados todos os anos ao seio da pátria mãe EUA, senhora de todas as guerras, nos concentremos no caso do fotógrafo Kevin Carter, que se notabilizou pela famosa foto da criança africana observada por um abutre. Somente agora veio à tona as verdadeiras razões do seu suicídio: não foram as cobranças ensejadas pela foto impactante pela suposta não ajuda à criança esfaimada e sim os horrores da guerra agindo sobre uma personalidade já corroída pela depressão.
A verdadeira história do suicídio de Kevin Carter.

Aposentadoria de Professor da guerra civil nas escolas em todas as idades.
Graças à política leniente dos governos, os professores se tornam reféns dentro do seu local de trabalho e passam a desenvolver a síndrome do pânico. Pergunta: como pode ainda haver professores e os salários são indecentes e as condições de trabalho insalubres? Alguns dizem que os últimos moicanos são pessoas que não tem onde cair mortas, única explicação para sujeitarem-se ao regime de trabalho abjeto.
A conclusão óbvia é que, além do Brasil não investir em educação, combate ferozmente quaisquer iniciativas na direção do seu fomento, no momento em que acachapa o magistério a uma classe de párias sociais sem lenço e sem documento.
Piores profissões comuns do mundo.

3 comentários:

  1. Foto cretina da Amanda Bynes ta de brincadeira !kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Ah,tá... No caso dos professores pegou pesado hein amigo??? Tem pessoas que ainda acreditam na educação, não são necessariamente aventureiros e mortos de fome que se arriscam na profissão. Preconceito é pouco!!

    ResponderExcluir
  3. ei tu conheces a realidade do magistério amigo?porque párias sociais sem lenço e sem documento?tu foi sincericida em extremo,explica isso daí....!

    ResponderExcluir