Pesquisar

30 de nov de 2011

Perguntas frequentes sobre o sal nosso de cada dia


Alexia Dechamps: viciada em shoyu, um mal exemplo pra toda a família
 Todo mundo sabia deveria saber que sal faz mal à saúde, só que nenhum alimento menciona a quantidade de sal adicionada e sim sódio. Então está feita a confusão, pois se o sódio é um elemento essencial à saúde, o seu excesso causa hipertensão e falência dos rins, entre outros compêndios de males. Estimuladas pelo hábito moderno de comer comidas industrializadas, as pessoas se acostumaram com os sabores super-salgados, acostumadas não, pois elas simplesmente se viciaram tanto no sabor, que não conseguem imaginar a vida sem ele.

Quando vemos as perguntas na internet, nos damos conta da grande ignorância por trás do simples fato da escolha de alimentação mais saudável, já que as pessoas não cultivam a rotina de checar as embalagens dos produtos que compra para verificar a quantidade de sódio.

Quanto de sal podemos ingerir por dia?
É complicado falar em sal e sódio porque o sal é uma das fontes de sódio. Se a medida de todo o sódio ingerido no dia fosse transformada na mesma quantidade de cloreto de sódio (sal de cozinha), a quantia máxima seria de 5 gramas, ou seja, uma colher de chá.
Uma dieta saudável deve conter no máximo aproximadamente 2000 miligramas de sódio por dia. Esta é a base para você fazer os cálculos quando vai ao supermercado.

Glutamato monossódico faz mal igual ao sal? Preciso muito da resposta, pois sou muito dependente desse sabor!
A quantidade de sódio ingerida por dia provém de várias fontes, entre elas o famoso glutamato monossódico, um conhecido realçador de sabor muito usado na cozinha chinesa. Além dos efeitos óbvios de aumentar a ingestão de sódio, o glutamato tem o pormenor de inchar a barriga e provocar prisão de ventre, sintomas do famoso efeito batizado de “mal do restaurante chinês”.

Usar shoyu, aji-no-moto, sazón, pode ser uma melhor opção do que o sal?
Nenhum tempero desses significa diminuição do sal ingerido, pois o que vale é a quantidade de sódio e esta é extremamente alta nesses condimentos. Portanto, veja a embalagem e calcule a quantidade de sódio que você está ingerindo.

Ao olhar o rótulo de um alimento como sei que a quantidade de sódio está acima do recomendado?
Por exemplo, se você come um pacotinho de Nissin (macarrão instantâneo) ingere 2400 mg de sódio, o que extrapola em muito a sua ração diária dessa substância!
De acordo com a minha própria experiência, sigo uma tabela que me permite avaliar a quantidade aceitável de sódio por porção, conforme especificada nas embalagens dos produtos:
0 – 20 mg = pouquíssimo sódio – recomendável
20 – 40 mg = pouco sódio – ainda recomendável
40 – 70 mg = média quantidade de sódio – requer atenção
70 – 100 mg = alta concentração de sódio – usar com extrema moderação
Acima de 100 mg de sódio = alimentos extremamente salgados que não deveriam ser consumidos.

Procuro compensar com algo doce depois de comer alimentos salgados, isso ajuda?
Isto além de ser prejudicial pelos efeitos óbvios do excesso de sal, é um hábito terrível que só vai te fazer engordar.

É saudável acrescentar sal no preparo da comida para bebês a partir de 6 meses?
Desde quando as mães chegaram à conclusão de que crianças precisam de sal? A ignorância das mães, que prepara os alimentos ao SEU gosto, sem levar em conta a saúde dos seus bebês, faz com que eles apresentem problemas de saúde característicos de pessoas muito mais velhas. Saiba você que crianças de todas as idades NÃO necessitam de sal na sua dieta.

Adoro macarrão instantâneo. O ruim do sal é a massa ou o temperinho que vem nele?
Além das toneladas de sal e glutamato monossódico, você ganha de brinde quantidades de gordura além da conta.

Gostaria de obter informações sobre o sal marinho? É uma opção melhor mais saudável?
Apesar de ser mais saudável, por conter os minerais que se perdem durante o processo de refino, o seu excesso provoca os mesmos efeitos nefastos do sal tradicional.

Gostaria de saber se o sal light é melhor do que o sal comum, ou também devemos consumi-lo com moderação?
Apesar da ligeira redução do percentual de sódio, não significa que o sal light não tenha as mesmas restrições do sal comum.

Quem come comida japonesa geralmente utiliza muito o shoyu. Qual a medida para manter essa comida saudável?
Sinceramente, pelo menos a comida japonesa que aportou nas nossas terras é extremamente salgada, apesar deles disfarçarem o gosto com açúcar. Se, além disso, você acrescentar shoyu, que tem em média 800 ml de sódio por porção, o crime contra a sua saúde estará feito! O mesmo vale para a comida chinesa, que além de muito salgada, é gordurosa e leva grandes quantidades do abominável glutamato monossódico.

Leia também: 

5 comentários:

  1. Excelente texto! As vezes, pela falta de informação temos o perigo a mesa e não sabemos.Tenho uma família de hipertensos e vou compartilhar a matéria.

    ResponderExcluir
  2. Isaías,

    Em relação ao satânico macarrão instantâneo, seria recomendável usar somente metade daquele saquinho que dá o sabor? Porque geralmente, quando eu faço o macarrão é assim que eu uso o sachê.

    Já fiz o macarrão algumas vezes para o meu filho, mas não coloquei o sachê, só uma pitadinha de margarina e uma micronésima pitadinha de sal.

    ResponderExcluir
  3. Crianças não necessitam de sal? Mas de onde eles vão tirar o iodo? E por que criança não precisa de sal e adultos sim?

    ResponderExcluir
  4. Luciana: tem um professor aqui na universidade local que trabalha na fábrica Isabela/Adria e ele falou que a própria constituição desses macarrões vai muito sal. Alem disso, este tipo de macarrão é previamente frito, ou seja, puro veneno.

    Anônimo:
    Ninguém precisa de sal, o que os nossos antepassados corriam atrás é do sódio, este sim um elemento essencial à vida. Contudo, na vida moderna temos à disposição alimentos altamente ricos em sódio, em sal, em sal iodado, etc. A conclusão é que não precisamos adicionar sal nos alimentos porque já comemos sódio além da conta contido nos produtos industrializados.
    Por falar em iodo, veja o que o governo tem a dizer sobre o excesso de consumo deste elemento, que provoca nódulos e tumores na glândula tirióide, tudo por causa do nosso afã alucinado por sal
    http://www.hospitalar.com/cientificas/not0049.html

    ResponderExcluir
  5. Isaías, informação importante. Não sabia disso. Não vou mais dar isso para meu filho.

    Valeu mesmo!

    ResponderExcluir