Pesquisar

18 de mai de 2009

Unfollows no Twitter podem comprometer a sua popularidade no resto da Internet.

A nova onda pós seguir-todo-mundo é restringir o número de Seguidos. Agora os tuiteiros estão descobrindo que não conseguem seguir o universo e por isto, estão apelando implacavelmente para a política de Unfollows.

Como fazer inimigos de graça?
Ok, cada um tem o direito de fazer o que quiser, mas também é verdade que para cada ação há uma reação em sentido inverso. Ontem eu estava escrevendo um post para este Blog e me deparei com um dilema. Depois de ter levantado o material a ser linkado, verifiquei que um dos Blogs pertencia a um tuiteiro que na política de “emagrecimento” que realizou no seu portfólio de Seguidos, me deu Unfollow. Naturalmente e polidamente este blogueiro explicou no seu blog que o seu enxugamento acontecera somente para preservar a sua sanidade mental.

Ok, mas EU fui um dos cortados e como tenho boa memória, na hora da velha questão Linkar ou não Linkar, pesou na decisão o fato de ter ganhado o Unfollow e resolvi cortar qualquer referência que seria feita ao Blog do sujeito. Está certo que sou somente um micróbio boiando nas tempestuosas águas virtuais, contudo esta situação serve para que nos acautelemos contra o açodamento dos nossos Unfollows.

Minha política: não sigo quem deixa de me seguir.
O Blogueiro que me falar que não está afim de popularidade, então não entenderei porque ele abriu e mantém um Blog. Todos nós sem exceção queremos simpatizantes para o nosso projeto e qualquer política restritiva que venhamos a desenvolver, pesara sobre o nosso índice de popularidade, que é a grande moeda de troca existente no mundo internético. Dei este exemplo para tentar explicar que para mim ninguém é maior do que ninguém e por não dependo de ninguém, radicalizei de vez a minha política do Twitter: não há mais exceções à regra: todos os perfis que deixam de me seguir recebem Unfollow e nem o Papa e nem o Obama escapam disto.

É possível servir a dois senhores neste assunto tão melindroso?
Um Blog divulgou uma política curiosa de Follow/Unfollow: ele optou pelo rodízio de grupos de Seguidos. Acredito que este tipo de atitude atentatória à fidelidade traga bem mais prejuízos do que benefícios. Sempre haverá a alegria dos novos Seguidos e a mágoa dos atingidos pelos Unfollows e os estragos impregnados nestes últimos, facilmente superará os benefícios causados nos primeiros.

Portanto, é chegada a hora dos agentes da Web se precaverem contra as ações antipáticas. Se você decidiu manter uma pasta reduzida de Seguidos no Twitter, vá em frente e se mantenha fiel ao seu grupinho, pois muitas pessoas varrem constantemente a sua área de Seguidos à procura de defecções. Sou um deles e não nego minha condição de fanático paranóico contra o golpe do Follow Fake.

O que é precisamente o Follow Fake?
Alguns caras perceberam que alguns perfis desenvolvem políticas predadoras de recrutamento de seguidores. Estes estelionatários seguem milhares de contas e destas, estatisticamente eles arrebanham quase 50 % de seguidores. Tão logo eles obtêm o resultado esperado, que é o aumento espetacular do número de seguidores, disparam massivamente Unfollows na esperança de que um determinado percentual dos seus Seguidores não se dê conta da tramóia.

Constatei esta prática quando percebi que alguns perfis me seguiam por um ou dois dias e inesperadamente davam Unfollow. Além disto, há um caso folclórico recente de um sujeito que me mandou um Reply para que o seguisse, o que fiz sem maiores problemas. Só que em dois dias o cão não me seguiu, o que lhe rendeu um Unfollow e a certeza de se tratar de um golpista e olha que o crápula falava em nome de Deus.

Conclusão.
No ambiente fortemente interativo da Internet todo mundo está permanentemente no bico de todo mundo. O importante neste mundo competitivo é manter a coerência de atitudes e não flertar com o imponderável achando que a popularidade não é necessária. Ao contrário, nós precisamos dela tanto quanto do ar que respiramos, portanto, é preciso envidar todos os esforços rumo à autenticidade.
Por: Isaias Malta

29 comentários:

  1. A internet e suas neuroses... sempre na onda "vou te bloquear, te excluir do meu orkut, vou te deletar do msn... "
    Mais uma ocupação pra hora do não-ter-o-que-fazer

    ResponderExcluir
  2. Para usuário comum tudo isto é refresco, mas para quem interage na Internet de maneira mais profissa, ah sim, ter um link a mais, ou a menos pode fazer a diferença.

    ResponderExcluir
  3. curti sua estratégia, queridão. andei recebendo uma pá de novos seguidores semana massada e adotei a seguinte política, se colocou um perfil de orkut no link eu não sigo, hehehehe
    abração

    ResponderExcluir
  4. Orkut é dose para Mamute. Eu tenho que escrever sobre esta quintessência jurássica chamada Orkut, que é um dos grandes fracassos do Google. Para quê serve sito atualmente? Pedofilia, neonazismo, bullying, racismo, pornograrfia, etc.
    Como é que o Google não se toca em acabar com este aborto da natureza chamado Orkut?

    ResponderExcluir
  5. Como vc disse, a pior coisa são aqueles que tem seguem, vc retribui, elas te mandam um Direct lhe agradecendo e dão Unfollow logo depois, o pior é que alguns são tão "Caras de Pau", que voltam a te seguir em menos de 1 dia...

    E outra coisa parei de seguir todos que me seguem, afinal começei a ter muitos seguidores "Robôs" que ñ tinham nem ao menos um Update, ai é dose...

    Tinha mais coisa para dizer, mas como parei por uns 5 minutos eu esqueçi tudo, se lembrar comento outra vez... =S

    --
    AndersonZ1.

    ResponderExcluir
  6. Oi Isaias:
    Eu não sou tão extremista. Mas concordo em uma coisa com você, eu fico encabulada quando vejo um blogueiro dizer que escreve por escrever, que escreve pra si mesmo!
    Faça o favor NE!! Sendo assim que deixe o blog fechado pro leitor! No fundo todos gostam de atenção e querem um pouco de popularidade, alguns mais que outros mas no fim esse é o propósito.
    Sobre os unfollows, eu não me importo se eu sigo a Rosana, o inagaki e eles não seguem de volta, as pessoas tendem a ser próximo daquilo onde elas estão inseridas, mas eu fico triste, magoada, não a ponto de cortar relacionamentos, mas apenas triste, quando eu gosto muito de uma pessoa, quando eu freqüento os mesmos espaços que ela e não sou seguida, exemplos disso é o @johnnyrrox e a @julianasardinha, leio seus feeds, sigo no seguidores, no twitter, em quase todas as redes sociais conhecidas, são linkados em meu blog, porem não há absolutamente nada como retorno.
    Em fim acho que é do comportamento da pessoa. Ou talvez apenas a necessidade de ser inserida em algum grupo.

    Att
    IARA

    ResponderExcluir
  7. Ôba, um #prontofalei da Iara!
    É isto aí, temos que fincar as nossas posições, nem que seja no terreno arenoso da lua!
    Vamos aos fatos, o Johnyrrox segue 60 gatos pingados, ele preferiu uma política altamente restritiva de Follows, porém fiel.
    A Julianasardinha segue 110, quantidade perto do número mágico de 120 apregoado pelo andrepacheco.
    A Rosana segue 1 zilhão e o inagaki 800.
    No seu caso a melhor tática é a perseverança, já que você não pode renunciar aos seus amores. Algum dia o imbróglio do amo-quem-não-me-ama se desata e todos os seus queridos vão seguí-la!

    ResponderExcluir
  8. Tudo leva a crer que o twitter está ficando tão cheio de vandalismos como o orkut! Creio que todo o site de relacionamento que se popularizar terá esse triste fim! Infelizmente na internet tem mais gente a fim de avacalhar do que de colaborar.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Tudo vai depender da capacidade que o Twitter tem de expurgar os perfis maliciosos, capacidade esta que o Orkut nunca teve.

    ResponderExcluir
  10. É o seguinte: do Orkut vêm os leitores para meu blog de dama que, possivelmente , é o meu segundo ou terceiro melhor blog. Quem do meu blog principal se interessaria por jogo de damas.
    No Orkut tenho meus amigos indianos, excelentes aquarelistas, inclusive um deles linkou o Borrocando, meu blog de desenho e pintura, na página do seu perfil. Tenho ainda as comunidades de violão clássico, de canto lírico, de política e outras mais.
    O Orkut, sem miguxês e bem trabalhado, é uma excelente ferramenta.

    ResponderExcluir
  11. Violoesguitarra,
    Não posso me queixar do orkut em relação à visitação. Só que a falta de controle do Google deixou a coisa virar uma central mundial de pedofilia, só porque eles teimaram em implantar o recurso bizarro dos albuns bloqueados.
    Além do mais, é mais fácil cortar o braço com um serrote, do que fazer denúncia no Orkut.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com vc, eu faço o mesmo. Quem não me segue, deixo de seguir e só tenho alguns na minha lista q eu gosto q são celebridades, ai a hipotese de me seguirem é uma 1 em 1000, mas qto ao resto.. nem me abalo.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  13. Se o sujeito q me desse unfollow me avisasse ai tudo bem...

    ResponderExcluir
  14. eu concordo seguir só quem me segue... segui prq achei interessante. não me seguiu?? deleto não sigo mais

    ResponderExcluir
  15. Concordo plenamente com essa politica da boa vizinhança!
    Sigo quem me segue e não sigo famosos, pq a ideia do Twitter é de interação, e como posso interagir com quem não me segue?

    O pior de tudo é que temos que ver pessoas que só pra fazer um Updatezinho ou um RTzinho te indicam para ser seguido e na verdade essa pessoa nem te segue!
    Eu falo na hora: como vc me recomenda se vc mesmo nao me segue?
    Fico imaginando a reação dessa pessoa ao ler isso!rsss.

    Tbm pensei em seguir a política do escalafobetico, mais tem boas pessoas que ainda não se ligaram e fazem parte dessa degradante rede social que é o orkut!

    Abç

    ResponderExcluir
  16. Eu admito enxugamento no MSN, pois há contatos com os quais não falamos há anos. Eu mesmo, às vezes e por motivos diversos, troco de e-mail e nessa troca nunca adiciono todo mundo. Há muita gente com a qual eu simplesmente NUNCA falo e vice-versa. Todavia no caso do Twitter, devido as suas peculiaridades, o unfollow é mesmo fazer inimigos de graça. A menos que o usuário simplesmente abandone sua conta, ele não vai passar mais de um ano sem escrever nada… hahahaha! O Twitter, assim como o querido/famigerado Orkut, tem o poder de fazer pessoas que jamais conversariam no MSN manterem contato.

    "Naturalmente e polidamente este blogueiro explicou no seu blog que o seu enxugamento acontecera somente para preservar a sua sanidade mental." Eu considero de muito melhor tom simplesmente ignorar a enxurrada de mensagens ao invés de dar unfollow nos outros. Não creio que seja necessário responder a todos se você explicar que não tem paciência. Mas dizer "não vou responder a ninguém porque não tenho saco" é difícil, as pessoas preferem bloquear. Eu mesmo já fiz isso diversas vezes no passado e me arrependo muitíssimo hoje. Descobri que as pessoas não se chateiam quando você diz que está sem saco/tempo, desde que você não as bloqueie. Pois bloquear é dizer "você não é importante". Dizer que está sem saco é dizer "depois a gente se fala" ou "gosto de você, mas falemos menos, por favor". Foi na base do erro que descobri isso, uma importante lição da web: não fuja, seja sincero.

    O Twitter foi algo que eu passei a usar muito recentemente e estou adorando! ^^ Nunca pensei que usaria algo do tipo, pois eu não tenho a menor paciência para usar o Orkut. O Orkut para mim é tão ruim que prefiro não ter nem conta lá (se eu não tenho conta, logo não excluo ninguém, essa é a política, hahahahaha!). Sabe, o limite de 140 caracteres do Twitter é bem interessante. Só não sei por que é 140, mas é um dos fatores que – estranhamente – me fez gostar do Twitter! ^^ Bem como a fabulosa integração ao blog. É uma incrível maneira de postar coisas pequenas sem usar os post. ^^

    ResponderExcluir
  17. Patrick,
    Bom mesmo foi você ter se aprofundado nas características de cada mídia: MSN, Orkut e Twitter. MSN é algo bastante retrô que permite quase que uma comunicação ponto a ponto, o Orkut depende visceralmente da participação nas comunidades e o Twitter é um novo brinquedo que ninguém sabe ainda para o que serve. Mas, na medida em que o usamos, percebemos que ele vai muito além de tudo o que se concebeu até hoje em termos de redes sociais.

    ResponderExcluir
  18. Oi gostei muiti do blog!
    Realmente o assunto é polêmico.
    Venho a um tempo seguindo todos que me
    seguem mas sempre tem gente que dar unfollow
    sem nenhum recentimento rss..
    São muito cara de pau!
    Visita o blog da vila: http://www.viladodesign.blogspot.com
    segue tb o blog estamos com muita coisa boa por lá!

    Há! Ja estou seguindo o seu blog =) Abraço!

    ResponderExcluir
  19. "Twitter não é Orkut. A brincadeira não é ser aceito é ter algo a dizer." @marcelotas

    Concordando com a frase acima eu digo: EU ACHEI ESSE POST RIDICULO!

    SE O CARA TEM ALGO A DIZER VOCÊ SEGUE ELE SE NÃO, NÃO SIGA!

    PRA QUE FICAR LOGADO EM UMA CONTA EM QUE TEM 30 TWEETS POR SEGUNDO E DE CADA 100 APENAS UM TE INTERESSA???

    ResponderExcluir
  20. Eu achei interessante, realmente a popularidade é a moeda no mundo dos blogueiros.
    Eu como um bom blogueiro sei bem disso, mas valeu me informou muito isaias. dei um update nos meus sensos blogueirais

    ResponderExcluir
  21. Roderik,
    ainda vejo bloguerio jurássico desdenhando a política de relações públicas e pensando que bater duro nos leitores de alguma forma vai cativá-los... ledo engano.

    ResponderExcluir
  22. Nossa, que artigo mais idiota. Talvez as pessoas estejam deixando de te seguir devido ao nivel da bobeiras que você escreve. Seguir ou ser seguido é questão de interesse e vontade, e não só aumentar número na lista.

    ResponderExcluir
  23. O twitter não chega a ser uma das minhas prioridades de vida, é só uma ferramenta e só.

    ResponderExcluir
  24. ViniciusVask falou tudo.

    ResponderExcluir
  25. gente o que é unfollow isso é bom ou ruim?me ajudem

    ResponderExcluir
  26. o q e unfollow?

    ResponderExcluir
  27. Unfollow: é quando você deixa de seguir alguém ou alguém deixa de te seguir. Isto é ruim porque diminui o número de seguidores, só isto, só é ruim para o ego.

    ResponderExcluir
  28. Eu não faço questão de ter vários seguidores... Tenho Twitter desde o começo de Janeiro. E eu só sigo o que me interessa, no perfil eu digo: "- Só quero fazer amigos, não precisa me seguir, mas agradeço."
    E em relação aos unfollows, já recebi sim, e não gostei, mas isso era no comecinho, no qual eu lamentávelmente ficava "implorando" pros outros me seguirem, mas agora não faço mais isso e só sigo oque me interessa e só me segue de volta quem quiser! hunf! Sigo só atores e atrizes famosas da Globo, sigo a Rede Globo, Autor Aguinaldo Silva, Boninho(diretor do BBB),Uol BBB, jornais e revistas de notícias de celebridades, twitters de humor, etc. Atualmente sigo 20 e tenho 5 seguidores, dentre eles: 3 são meus amigos e eu os sigo de volta. Essa é a minha posição diante do twitter, só tenho pra saber de tudo da mídia, notícias, entretenimento, fazer amigos e me comunicar, nada além disso!!! Além do mais, sinceramente não gosto muito que desconhecidos fiquem me seguindo, até pq eu acho que tira toda minha privacidade, se posto uma coisa já sabe logo... mas posso achar bom a pessoa me seguir: a não ser que a pessoa seja muito simpática, me mande twitters e conquiste mesmo minha amizade, caso contrário não o sigo de volta e nem escrevo nada pra ele(a) se não twitou nada pra mim... já aconteceu várias vezes de pessoas me seguirem e depois no mesmo dia não seguir mais, mas acho isso muito errado!! Mas estou muito satisfeita com meus seguidores e com quem eu sigo! Tchau pra todos!!!

    ResponderExcluir