Pesquisar

6 de out de 2009

Dymaxion, o carro mais revolucionário de todos os tempos!

O carro mais genial e revolucionário de todos os tempos foi fabricado em 1930 e concebido de acordo com os ideais aerodinâmicos futuristas da estética Streamline(*).
Buckminster Fuller posando ao lado da sua invenção
Incrivelmente este carro exibia características que podem ser consideradas revolucionárias até hoje: corpo de alumínio, baixíssimo consumo de 21 Km/L, extrema dirigibilidade graças ao seu impressionante sistema de tração de três rodas, capacidade para carregar 11 pessoas. E não é só, ele conseguia atingir a fantástica velocidade de 193 Km/h graças ao seu formato aerodinâmico em forma de gota e pesava menos do que 450 quilos!

E mais, a imaginação do inventor Buckminster Fuller não conhecia limites, já que ele planejava dotar o seu Dymaxion do poder de viajar por água e ar, ou seja, se tivesse emplacado teria sido o veículo mais completo de todos os tempos!
Bukminster Fuller posando ao lado do seu busto esculpido por Isamu Noguchi
Bukminster Fuller posando ao lado do seu busto esculpido por Isamu Noguchi.

Infelizmente as obras verdadeiramente geniais muitas vezes não são bem tratadas pela humanidade despreparada em recebê-las. Somente 3 unidades deste fantástico carro foram fabricadas. Uma delas foi comprada pelo famoso compositor e regente de música Leopold Stokowsky, uma outra estava em vias de ser vendida para a célebre pilota americana Amelia Earhart e uma terceira se envolveu num catastrófico acidente durante a feira “Um Século de Progresso Internacional” realizada em Chicago em 1933, que vitimou o motorista.
Dymaxion em comparação com seus conterrâneos
Comparação entre o Dymaxion e os automóveis contemporâneos de 1930.

Doravante, o genial protótipo de Buckminster não encontrou financiadores dispostos a ousar uma aposta tão distante dos parâmetros tecnológicos daqueles tempos e o único exemplar sobrevivente do Dymaxion se perdeu nas brumas do tempo, até que foi reencontrado várias décadas depois em algum lugar obscuro do meio-oeste americano... pateticamente transformado em galinheiro!
Dymaxion
O Dymaxion remanescente, depois de devidamente restaurado, entrou em exposição no Museu Nacional do Automóvel na cidade de Reno, Nevada, EUA. Infelizmente as suas janelas foram pintadas de tinta fosca para que os visitantes não tenham acesso ao seu interior, já que foi inteiramente danificado pelas galinhas durante o longo tempo de abandono e não há informações suficientes para a sua restauração.
Dymaxion car

Conclusão: o que posso dizer é que o Dymaxion de 1930 é MUITO mais avançado tecnologicamente do que o meu Ford KA 1.6 2009. O KA é gastador, barulhento, espaço interno nulo, difícil de manobrar e difícil de pegar no álcool em clima frio, não me admiro que a Ford esteja levando ferro de japoneses e coreanos.

Referências:
Dorothy Hale and the Dymaxion Car [Lisa's History Room]
A Era de Ouro do Streamline automotivo [Blopgaedia].

5 comentários:

  1. Parece akele carro que o Homer Simpson projeta.

    ResponderExcluir
  2. Cara, seu bloq é excelente. Conteúdo interessante, textos bem escritos e tudo com devida referência.

    Parabéns mano!

    ResponderExcluir
  3. A "devida referênca" fica por conta do nosso mote "divulgação científica".
    À propósito, um dos critérios que uso para linkar blogs alheios é mensurar a capacidade deles de fazer referências a posts externos. Quem tem medo de remeter o leitor a outros blogs (por temer perdê-lo), acaba pecando contra o próprio leitor.

    ResponderExcluir
  4. esse carro não é tão genial assim, pois o que matava era o super aquecimento interno do carro, minha nossa senhora! O motor era interno para suprir a aerodinâmica e o peso. Uma pena. =(

    ResponderExcluir
  5. ei hackeo minha conta >:O14/04/2014 21:20

    aposto q dah pra ve o interior detonado nakele museu

    ResponderExcluir