Pesquisar

3 de set de 2010

10 tipos de bons e maus comedores, escolha o seu.

A máxima do grande sábio grego Hipócrates de 2,5 mil anos atrás “faça do seu alimento o seu remédio” continua válida até os dias de hoje, principalmente depois que a era industrial transformou a alimentação em droga tão viciante quanto cocaína e heroína.

Sob a perspectiva do “não faça do seu alimento um droga”, o bem comer não somente é salutar para viver mais e vai além, é imprescindível para viver melhor. Assim, o fator decisivo na obtenção dessa qualidade de vida é o tipo psicológico de comedor que cada um adquire ao longo da vida e que será determinante da saúde, não concebida apenas como a ausência da doença, e sim como um bem estar holístico resultante do aumento da comunhão com a natureza.

1- Compulsivo.
Eles costumam aparecer na TV na pele de gordões inveterados que vivem devorando tudo o que encontram pela frente. Vez por outra aqui (e nos EUA, sempre) a TV se interessa em fazer reality shows mostrando comedores compulsivos padecendo as dores do inferno, por se privarem das suas guloseimas de cada dia. É o que está acontecendo no programa mais polêmico da TV brasileira, o Legendários, onde um dos seus astros está se submetendo à uma dieta pífia de 600 calorias/dia para tentar reverter a pífia audiência de 6 pontos no IBOPE. Hehehe não resisto ao trocadilho infame, emagrecimento em prol do engordamento!
» João gordo passa fome em SPA para reality show na TV Record.
» Transtornos Alimentares: comedores compulsivos.

2- Bipolar.
A cantora Pop Lady Gaga alterna ciclos de fome de leão por biscoitos recheados e batatas fritas e períodos de abstinência alimentar absoluta e obsessiva. Eis uma comedora tipicamente bipolar que purga a sua culpa com jejuns avassaladores.
» Dietas já levaram Lady Gaga seis vezes ao hospital.


3- Comedor de lixo.
Este tipo eu chamo de portador do "complexo da eterna adolescência". É aquela pessoa que se alimenta rigorosamente de porcarias, pizza, lasanha, hambúrgueres, fritas, carne vermelha, doces de açúcar refinado e, logicamente, tudo isso irrigado à base de generosas doses de Coca Zero.
» Descubra se você é comedor de lixo em 10 perguntas.
» Conheça Don Gorske, o maior comedor de Big Mac do mundo.


4- Normal.
Comer nem de mais e nem de menos os produtos mais ou menos adequados está se tornando um rótulo cada vez mais raro, afinal, metade da população brasileira está obesa. Então, onde estão os comedores normais?
» Metade da população brasileira é obesa segundo o IBGE.

5- Natureba convicto.
Pertenço à essa estirpe de gente, sempre atento aos produtos orgânicos, cereais integrais, frutas, salada fresca, água, etc. Também sigo religiosamente a campanha “Segunda sem carne”. Sigam-me os bons!
» Segunda sem carne, descubra novos sabores.


6- Vegetariano, ovo-lacto-vegetariano, vegano, crudívoro, freegano, etc.
Atriz Natalie Portman
Todos eles têm em comum a maior ou menor rejeição aos produtos de origem animal, desde o radicalismo dos vegetarianismo ortodoxo, até à bizarrice dos freeganos, que chegam a se alimentar de carne descartada no lixo. Muitas celebridades são adeptas de uma das variantes de vegetarianismo.
» Tipos de vegetarianismos.
» Vegetarianos famosos.


7- Heterodoxo.
Carangueira tem gosto de frango.
Se as suas fontes de proteína não se resumem exclusivamente à carne de gado, torna-se perfeitamente possível o usufruto de outros sabores muito mais abundantemente encontrados na natureza. Nham, Nham, não me fale de larvas, que me dá água na boca, se bem que eu não poderia recusar gafanhotos crocantes no palito!
» A estranha arte de comer insetos.





8- Beliscador.
Existe uma classe de pessoas que não gosta de comida formal do tipo feijão, arroz, salada, bife, etc. Então, passam o dia beliscando aqui e ali aqueles pacotinhos de super-mercado com queijinhos, biscoitinhos, tortinhas, nuggets, snacks, etc. Ou seja, é gente que vive a base de tira-gostos. Nem preciso comentar que este hábito é destruidor da saúde. Tenho uma parente que tanto se enquadra nele, que acha detestável ir para a cozinha preparar um almoço ou janta decentes.

9- “Come como um passarinho”.
Você percebe este tipo nas pessoas insuportavelmente magras. Sabe aquele sujeito que para tudo alegando uma fome danada e te convida para comer alguma coisa? Pois é, chegando lá ele come um tiquitinho e está com o bucho cheio, enquanto você, que só está fazendo companhia, come três vezes mais do que ele, ao natural. Quando você se depara com uma pessoa assim, compreende integralmente a máxima “ele come como um passarinho”.
Na realidade, há uma corrente da nutrição que preconiza o comer pouco para viver muito e bem.
» Comer pouco, viver muito.

10- Asceta.
[Novo Buda reaparece no Nepal]
Confirmando a máxima shakespeariana de que há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia, há registros de algumas pessoas que se especializam em se alimentar do Prana, isto é, de coisa alguma que eu e você não possamos ver ou tocar, quanto mais comer!
Os adeptos da cessação radical da alimentação, propugnam o ritual iniciático do "Processo dos 21 dias", durante os quais o candidato descobre a real extensão dos seus poderes para conseguir se livrar do prazer supremo.
» Processo dos 21 dias para viver de luz.
» Iogue indiano não come há 70 anos.

6 comentários:

  1. Não sei onde me encaixo...rs

    A namorada do meu primo é uma leoa!
    Ela come igual um... um BICHO!
    Mas ela tem um corpinho de modelo..
    DE VERDADE!

    ResponderExcluir
  2. Roquenrow,
    as menins aproveitam o complexo da "eterna juventude" para se esbaldar, esquecendo que vão se amatronar. Então, é tarde, porque somos o resultado de tudo aquilo que fizemos 20 anos antes. Por isso, antes dos 30 elas começam a corrida frenética às mesas de cirurgia plástica.

    ResponderExcluir
  3. certeza eu sou comedora de lixo!!! hahahahhaha

    ResponderExcluir
  4. Deixa eu ver... me enquadro em nehum... axo q sou tipo um CAVALO so pode xD hahaha
    Como de tudo, de verduras a carnes... mas como tranqueira tambem ; D
    e nao sou gorda :)
    Adooooro :P

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o post!
    Hoje em dia é raro ver um post que foi feito com pelo menos alguma pesquisa e tenha fontes de onde foi retirado cada coisa... Normalmente é um "ctrl+c ctrl+v" q se vê por aí...
    ótimo post =D
    OBS: Sou nomral (H) eu acho...¬¬'

    ResponderExcluir
  6. Inconstante,
    realmente, a qualidade da produção dos Blogs é absolutamente precário e o mesmo pode-se dizer da situação tenebrosa jornalismo, que terceirizou a sua produção para as agências de notícias.
    Assim, o cenário geral é copia/cola que não acaba mais. No entanto, aqui no Blogpaedia tentamos fazer a diferença.

    ResponderExcluir