Pesquisar

20 de set de 2010

Minhas Gambiarras pessoais favoritas.

Gambiarra ergonômica Joystick como mouseÉ provável que os brasileiros sejam campeões mundial na arte de enjambrar, tanto que a nossa língua destina uma palavra específica para a arte da invencionice, enquanto os anglo-saxões chamam o jeitinho de consertar as coisas de kludge, nós preferimos a palavra mais malandra gambiarra. Pena que não tenhamos orgulho dos nossos feitos, pois muitas coisas que os gringos mostram e documentam, nós escondemos e revelamos somente à boca pequena.

O que a antiga musa canta valeu até hoje, pois mostrarei algumas das gambiarras feitas por mim mesmo, de meu uso diário.

Gambiarra Clássica: CD player de CD-Rom de computador.
Quem nunca transformou um CD-Rom em CD Player? Este eu guardo de lembrança do meu primeiro Pentium I. Boas lembranças que ecoam quando quero ouvir música em alto estilo!
Gambiarra CD player

Gambiarra Ergonômica I: joystick usado como mouse.
Tenho problemas de tendinite devido ao uso do mouse (quem não tem?). Para contornar o problema, optei por um teclado ergonômico, daqueles bastante estranhos, e treinei muito para deixar de ser destro e me tornei ambidestro. Além disso, há anos que uso um velho joystick SideWinder Precision 2 da Microsoft como mouse. Para tanto, me uso os programinhas JoyMouse para executar os movimentos de mouse e o JoyToKey para atribuir funções e macros aos 8 botões.
Gambiarra ergonômica Joystick como mouse

Gambiarra Ergonômica II: cadeira NERD.
Como ainda não sobrou dinheiro para comprar a cadeira geek dos sonhos, me resignei a adaptar uma cadeira vagabunda de escritório com uma prancha de isopor planonda (bodyboard) retificando o encosto e no assento coloquei um velho travesseiro Kenko Pato magnético, duro para caramba, pois é recheado de lâminas cerâmicas. Digamos que não é uma Brastemp, mas dá para o gasto. Vi-me obrigado a fazer esta gambiarra porque os fabricantes de cadeiras aparentemente odeiam as suas mães, pois projetam curvas que tem a função exclusiva de quebrar a espinha.
Gambiarra de cadeira

Gambiarra Fitness: upgrade de amortecedores de Esteira Eletrônica.
A minha briga com esteiras é antiga. Já tive o desprazer de ter uma esteira mecânica, que era um verdadeiro suplício de dureza. Há dois anos adquiri uma esteira eletrônica, que no decorrer do uso não atendeu plenamente às minhas expectativas no tocante ao sistema absorção de choque. Então parti duro e vesgo para a gambiarra, que consistiu em várias modificações:
- Conforme pode ser visto na foto, a esteira Embreex 552 não possui amortecedores traseiros, só arruelas de borracha;
Gambiarra de esteira sem amortecedor traseiro

- portanto, adicionei os amortecedores traseiros inexistentes, adaptados de palmilha de silicone;
Gambiarra de esteira novo amortecedor traseiro de silicone

- conforme pode ser visto na foto, os amortecedores originais dianteiros são tarugões super duros de borracha, portanto, gambiarra neles!
Gambiarra de esteira amortecedor antigo

- substituí os tarurgões, digo, amortecedores dianteiros, adaptados de trava-portas de silicone + 2 pedaços de palmilha de silicone;
Gambiarra de esteira novo amortecedor de silicone

- elevei o cilindro traseiro e fiz várias outras cositas más.

De quebra, substitui a tampa inferior que quebrara, por uma bandeja comum de plástico comprada numa loja de utilidades domésticas. Antes eu desdenhava a minha sogra, uma notória compradora de quinquilharias, por frequentar avidamente as lojas do tipo 1,99, hoje me tornei alguém que entra nelas repleto de sentimento respeitoso e gratidão.
Gambiarra de esteira tampa inferior
A esteira ficou bonita? Com certeza não ficou nenhuma miss Brasil, mas funciona muito bem e é tudo o que importa para um bom gambiarreiro. Caso você queira dicas sobre Esteiras Ergonômicas, poderá pesquisar na busca deste Blog e encontrará vários artigos que escrevi sobre o assunto. Pode-se dizer que me tornei experto no assunto, depois de tanto fuçar na base da tentativa e erro, para estancar as dores nos joelhos que comecei a sentir andando numa esteira sem amortecimento eficiente.

9 comentários:

  1. A primeira ja fiz, é muito LOCO:)
    a segunda , eu ja mecho com o controle Ps2.
    o resto é tenso
    SHAUASh

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente ri-me, eu que pensava que só o português tinha aquele " jeitinho " como vulgarmente se diz por cá " um homem nunca se enrasca".
    Enganei-me, ainda bem, pensava que era um defeito.
    Tudo o que vi é espantoso. Uma das engenhocas já fiz e ainda a mantenho no activo, refiro-me à cadeira e não quero outra. Finalmente, fiquei surpreso, mais uma vez, não pensei correctamente. Nasci esquerdino mas aos 8 anos já era ambidextro. Agora, estou mais aprimorado. Não é nada fácil mas, é óptimo.
    Os meus parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Deus salve o Joy2Key, o software gambiarreiro mestre.

    ResponderExcluir
  4. Roberto.vet22/09/2010 11:01

    Cara, muito bom o post, mas apenas uma contribuição: "quick fix" não significa gambiarra, mas apenas um "conserto rápido", literalmente! Este conserto rápido pode ser feito com a precisão de um cirurgião ou mesmo de qualquer jeito mas, para designar corretamente a gambiarra, tem-se o simplérrimo "kludge" e até mesmo o verbo "to jury rig", que identificam o termo tão bem ou até melhor que em português. Abraço, Roberto.

    ResponderExcluir
  5. olá isaias

    Quanto ao problema do mouse, eu também sentia dores e me cansava demais com o uso frequente do mouse, mas depois que comprei o notebook, minha vida nesse sentido melhorou muito, sei que aquele mouse que vem embutido nele é um pouco incomodo para algumas tarefas, mas como tem horas que teclo muito, ele é bom porque basta um toquinho leve sem grandes esforços.

    É isso. Acho válido que todo mundo dê seu jeitinho brasileiro de resolver as coisas, porque se esperarmos acontecer, quase nada anda.

    Um Abraço

    @anakint

    ResponderExcluir
  6. Roberto.vet
    Excelente contribuição a sua, que me obrigou a reescrever a introdução. Boa sorte e vida longa!

    Ana Karenina,
    sabe que me ressinto até com o mouse do notebook, o tal de touchpad? Acho que a solução da lavoura, sem ser via gambiara, seria o Mx Air Mouse fabricado pela Logitech, mas custa os olhos da cara e não está disponível no Submarino.

    ResponderExcluir
  7. Como todo brasileiro e ainda por cima tendo sido estudante do SENAI, já fiz muita gambiarra, de todo modo, tenho de lhe dar os parabéns. Você é um exímio representante da classe!

    ResponderExcluir
  8. Rafael Oliveira,
    também fiz meus cursos no SENAI, de manutenção eletrônica e eletrônica digital.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Isaias,
    Realmente é uma grande idéia fotografar "as gambiarras nossas de cada dia".
    "Quem nunca enjambrou uma solução que atire a primeira pedra".

    ResponderExcluir