Pesquisar

29 de nov de 2010

8 Sintomas de vírus de computador reconhecíveis até por idiotas.

Tá certo, você longe de ser idiota, é uma pessoa de grande inteligência emocional e alta capacidade para lidar com as vicissitudes da vida. No entanto, a maioria das pessoas “nem sabe ligar um computador” e das que sabem, seu conhecimento sobre aquela coisa pouco vai além de apertar o botão e entrar na Colheita Feliz.


Sabendo-se que, apesar do uso generalizado de antivírus, mais da metade (*) dos computadores do país estão infectados por pragas, somos obrigados a concluir que as infecções se devem mais a péssimos hábitos cultivados na Rede, do que propriamente à ineficiência dos antivírus, ou seja, a “ingnorãncia” digital é que “astravanca” o progresso. Então, pensando exclusivamente em você amado leitor, preparei umas poucas dicas tentando me afastar o máximo possível do computêz e do nerdetêz, para que tenhamos um tête à tête mais cristalino do que água de poço.

1) Janelas disparando sozinhas.
Você está navegando na Internet e surgem janelas de sites pornográficos, ou propagandas diversas, sem que você tenha apertado nada, não tem erro, você está infectado.

2) Degradação do desempenho.
Computador não desliga mais pelo comando do Windows, só tirando da tomada. Trava a toda hora. Fica muiiiito lento. Reinicia sozinho.

3) Subitamente começam a pipocar Mensagens de Erro.
Quando começam a aparecer muitas mensagens de falta de memória, espaço em disco, falha em aplicativo, etc, é um grande sintoma de que pode haver um vírus por trás delas.

4) Página inicial do navegador é modificada.
Preste atenção quando a página inicial do seu Browser favorito é modificada sem razão aparente, pois muitos spywares fazem isto.

5) Perfis das redes sociais, ou sua conta de email mandam automaticamente mensagens com vírus para os seus contatos.
Se os seus amigos começarem a reclamar que estão recebendo mensagens suas com vírus, é certo que o seu computador está infectado.

6) O Comando CTRL-ALT-DEL deixa de funcionar, você aperta as teclas e nada acontece.
Em qualquer versão do Windows, uma das maneiras mais simples de verificar a presença de vírus é apertar simultaneamente as teclas CTRL-ALT-DEL, já que a maioria dos vírus desabilita este comando importantíssimo que dá início ao gerenciador de tarefas.

7) Antivírus deixa de se atualizar.
Se o seu antivírus começa a acusar falha de update, mesmo que a sua conexão com a Intenet esteja funcionando normalmente, é um grande sinal de vírus instalado.

8) Redes Sociais hackeadas.
Quando o seu Orkut, MSN, Twitter, Facebook, etc, são hackeados, com certeza há vírus no seu computador.

(*) Brasil é o país com mais PCs infectados na América Latina.

26 comentários:

  1. Brasil é o país com mais PCs infectados na América Latina, e também o mais corrupto, o de população mais idiota e metida a "especial" (Deus é brasileiro. Rss), embora, no fundo, a maior parte seja acometida de complexo de cachorro vira-latas. Aff!

    ResponderExcluir
  2. É inegável que o grande responsável pela infecção do computador é o usuário. Se os milhares de técnicos(?) de esquina explicassem a eles algo tão básico como isso, quem sabe a situação fosse outra.

    Ontem mesmo eu estava usando o PC de um amigo. Estava lerdo, lerdo mesmo! Olhei o msconfig, startup, e continha dezenas de programas inúteis. No services.msc, a maioria dos serviços estava em execução. Por que diabos o imbecil que instalou esse Windows não desabilitou? Fico revoltado com esses "técnicos".

    Outro perigo é confiar demais nos anti malwares.

    ResponderExcluir
  3. O que eu acho engraçado é que todo mundo fala "não confie em tudo que vê na internet" (ok isso é verdade) e quando é para ver uma mensagem que propaga virus, elas acreditam... Vai entender.

    Esses dias minha mãe pegou um de um e-mail que veio com um executável e ela salvou no pc dela. Resultado(por enquanto nada aparente) eu não acho o arquivo, o anti-vírus não acha... Eu ficaria feliz se desse algum sintoma descrito nesse post, os piores são os que atacam silenciosamente.

    ResponderExcluir
  4. Youko Sakury,
    a intenção do texto foi demonstrar que não há vírus que ataque em modo "stealth" (invisível). Todo o código malicioso forçosamente dá algum sinal ou sintoma.

    ResponderExcluir
  5. Ah perdão, re-li o post... Então posso considerar que está tudo ok? Por que realmente o pc da minha mãe não tem nada... Mas o arquivo sumiu e não está no histórico do anti-vírus...

    ResponderExcluir
  6. Youko, só salvar um executável no HD na maioria das vezes não quer dizer nada, já que tem que executá-lo.
    Aconteceu-me um caso bem sacana ontem: estava eu "garimpando" um crack na net para fazer funcionar um programa, quando consegui o dito cujo, que era .EXE. Executei a porcaria e o McAfee acusou imediatamente um Trojan (cavalo de troia) e o colocou de quarentena.
    Só que o danadinho deixou de "presente" um arquivo executável chamado MRV.EXE no c:\users\usuario\appdata\local\temp que de vez em quando começou a abrir propagandas com o Internet Explorer. Ou seja, nem uso o IE e de vez em quando começava a abrir sozinho.
    Usei o CCleaner para ver que programas estavam na inicialização e lá estava ele. Para conseguir apagá-lo, tive que reinicializar a máquina e apertar F8 para entrar em modo de segurança com prompt de comando. Então, consegui acessar o diretório acima e apagar manualmente o MRV.exe e o runtime dele.
    No seu caso, se você conhece o nome do aquivo EXE que a sua mãe baixou, para achá-lo vai ter que abrir qualquer pasta do windows - ir em ferramentas -» opções de pasta -» modo de exibição e desabilitar "ocultar arquivos protegidos do sistema operacional" e "mostrar pastas e arquivos ocultos". Só aí você poderá encontrar o EXE através da procura do Windows. Uma vez encontrado, pode ser que não consiga deletá-lo se ele estiver sendo executado. Aí a única maneira é através de prompt de comando na inicialização com o F8.
    Detalhe: o antivírus não detectou o MRV.exe como sendo um vírus era um ADWARE, que mesmo não sendo potencialmente perigoso, incomoda pra caralho!

    ResponderExcluir
  7. Gostei imenso do termo “ ignorância digital “ porque traduz a minha realidade.
    É um facto, por isso todas a ajudas são preciosas.
    Só fui atingido uma única vez. Lembro-me perfeitamente dos problemas que enfrentei, não foi fácil. Quando não sei, não invento, e graças a um técnico excelente o problema ficou resolvido.
    Utilizo o Norton Internet Security, passe a publicidade e nunca mais fui afectado. Não sei se posso dizer sorte ou não?
    O que me faz mais confusão é que no YouTube dão lições para criar vírus.
    Sinceramente já pensei se não seriam as empresas produtoras dos softwares de protecção que os faziam.
    Talvez momentaneamente tenha uma mente tortuosa. Quem sabe?

    ResponderExcluir
  8. O desempenho do meu notebock está lastimável, mas estou só que atraso a formatação, não quero acreditar que seja vírus.O problema é exatamente este, ninguém quer acreditar que é vírus

    ResponderExcluir
  9. Claro, nem sempre este sintoma por si só é vírus, tem que estar acompanhado por outro mais denunciador.
    Dois grandes problemas do windows: registro que começa a ficar grande demais a ponto de comprometer o desempenho - urge passar os programas CCleaner e Glary Utilities para otimizá-lo - fragmentação dos disco: o programa nativo do Windows é quase inócuo e a maioria dos existentes por aí seguem a mesma nulidade. Recomendável desfragmentar sob o Windows e no Boot com um aplicativo efetivo, tipo o PerfectDisk.

    ResponderExcluir
  10. Minha mãe não sabe nada de informática.
    O q eu pensei? "Vou instalar o Ubuntu pra ela".

    Sem dor de cabeça. O computador dela continua com o mesmo desempenho, e o fato de ela não ter q instalar mais nada pra usar o computador, deixa as coisas mais tranquilas tb.

    Fui usuário/técnico windows de 1994 até 2009. Sou desenvolvedor web, e recentemente adquiri um Mac. Não existe ambiente melhor para desenvolvimento web, que um Unix like.

    Os esquemas de funcionamento de aplicativos Windows, com necessidade de inscrição de registros, a necessidade de instalação de dll's em demasia, a própria cultura de pirataria, prejudica tanto a segurança, qto o desempenho em si.

    Já passou da hora de um sistema como o windows, adotar um sistema de execução de aplicativos em sandbox, isolando o sistema da execução do programa em si. Fazendo com que os desenvolvedores não se comuniquem com o sistema, e sim com uma api.

    Jogos? Dual Boot

    ResponderExcluir
  11. Existem vírus silenciosos sim. Esses a gente descobre quando o ctrl+alt+del ainda funciona, é só observar quantos svchost estão sendo executados, se forem mais de seis, é vírus com certeza!
    Hm, geralmente esses que dão muito na cara são mais spywares, os trojans são mais quietinhos.. - isso segundo a minha humilde experiência em Windows.

    ResponderExcluir
  12. Ok. Os sintomas são fáceis de identificar. O problema é qual é a profilaxia. Como previnir que o computador seja infectado?

    ResponderExcluir
  13. Unknown,
    sou o cara mais paranóico do mundo e nunca encontrei um vírus totalmente silencioso, a menos que ele não case dano algum, o que é um contrassenso, pois os vírus são criados para causar danos e para poder causar dano ele tem que modificar certas coisas no Sistema Operacional.
    Até hoje, o vírus mais silencioso criado se chama Stuxnet. Ele ferrou várias centrífugas usadas no enriquecimento de urânio no Iraque. Por que? Eu é que te pergunto o que o Windows está fazendo em centrais nucleares!

    Quanto à profilaxia,
    nem entrei nesta parte porque complicaria o texto. Mas o melhor conselho é instalar uma suite de segurança paga (que inclui antivírus, anti-spware, firewall, etc) e, principalmente, cultivar bons hábitos de navegação na Internet.

    ResponderExcluir
  14. "Quando o seu Orkut, MSN, Twitter, Facebook, etc, são hackeados, com certeza há vírus no seu computador."

    Isto está errado. Alguém pode ter capturado a sua sessão logada enquanto você usava uma conta e clicou em algum link malicioso, ativando um script que captura informações temporárias do navegador de internet, ou seja, não é necessariamente um vírus.

    Com essas informações temporárias(se não me engano são os tais cookies) já é possível acessar a conta capturada, não necessitando saber a senha da vítima.

    Mas enfim, a melhor prevenção é manter o windows atualizado, firewall e windows defender ativos(usuários do XP não tem o Defender de fábrica, mas podem baixar) e um antivírus confiável e atualizado.

    ResponderExcluir
  15. Mestre é Mestre sem dúvida.O seu comentário e a alusão ao Stunex dissipou as minhas dúvidas. Ontem li o que vou transcrever e pareceu-me exagerado. Afinal não é. Isto é mais grave do que eu pensava.

    Entre 1992 e 2007, as empresas de segurança identificaram dois milhões de programas únicos de malware (malicious software), Código criado para entrar num sistema informático sem que o utilizador se aperceba, com as mais variadas intenções - da espionagem e do acesso a dados confidenciais ao simples bombardeamento com anúncios não solicitados. Mas algo mudou nos últimos dois anos: só em 2009 foram descobertos 14 milhões de novos programas, sete vezes mais num ano que nos quinze anteriores. Quando 2010 chegar ao fim, estarão registados 42 milhões de programas de malware. Foi isto que disse há uns dias um dos principais analistas da empresa de segurança Kaspersky, num evento em Moscovo onde o DN esteve presente. Podem dar-se várias explicações deste surto, mas a principal é que o cibercrime se tornou uma actividade realmente lucrativa e com baixas expectativas de retaliação. Não há legislação homogénea, é complicado chegar à raiz dos ataques, e por mais que os especialistas alertem para os perigos na internet ainda há demasiados utilizadores a ir na conversa do bandido. Um analista da IDC, Eric Domage, disse algo que deve fazer pensar: as pessoas estão dispostas a pagar por toques, jogos e aplicações inúteis, mas não querem dar dinheiro por um programa de protecção. A má notícia é que, quanto mais lucrativo se torna o cibercrime, mais perto ficamos de um cenário em que os grupos terroristas se lembrarão de o usar. O Stuxnet, que atacou uma fábrica no Irão, foi o primeiro aviso. Se calhar está na altura de levar isto a sério, ao nível governamental, antes que rebente uma ciberguerra real.


    Fonte: Dário de Noticias

    ResponderExcluir
  16. Jean Rodrigues,
    certamente a informação não está totalmente certa, como também não está completamente errada. Mas como o negócio foi dirigido para leigos, corri o risco de "apimentar" um pouco os comportamentos de risco.

    ResponderExcluir
  17. uso linux , nada disso acontece HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHH

    ResponderExcluir
  18. Muito bom esse post, eu sempre digo o melhor antivirus para mim ainda é o usuario. Enquanto a linux eu era apaixonado pelo ubuntu ate ser lançado o windows 7 ta muito legal e mais seguro

    ResponderExcluir
  19. Esclarecimento sobre o Linux:
    qualquer Sistema Operacional que seja usado por menos de 1% dos usuários finais(*) no mundo, certamente será mil maravilhas, porque os produtores de vírus nunca vão se interessar por uma plataforma dessas. Isto não significa que o Linux seja uma fortaleza inexpugnável de segurança, já que se ele é feito por humanos, pode ser hackeado por humanos.

    (*) Os linuxmaníacos sempre sofismam o uso em servidores, que é bastante representativo, com o uso doméstico, que é quase nulo. Experimente perguntar para um daqueles pobres diabos que compram um notebook Positivo de 800 pilas no Ponto Frio, se ele não vai correndo reformatar o HD que vem com Linux e colocar depressinha um Windows qualquer...

    Claro que sei que o Linux está invadindo o mercado de smartphones pela via do Android do Google, mas isto é um papo que transcende ao universo decadente dos computadores atuais.

    ResponderExcluir
  20. Velho,o antivirus,independente de mais potente,mais vendido ,blablabla,é inutil!!Nao precisamos deles!!So naum entrar em sites pornos e vcs estarao livres de virus pra sempre!!Se quiserem ver mulher pelada,facam download no seu site de baixar arquivos favoritos e ja era!!Ou entrem no site da Globo,la tbem tem um monte ...

    ResponderExcluir
  21. Posso te garantir que mesmo os usuários não promíscuos correm riscos. Eu não teria coragem de enfiar o meu cartão de crédito num computador sem antivírus pelo seguinte motivo: que certeza terei de que ele esta realmente limpo? Se mesmo com antivírus não pode haver 100% de confiança, a situação piora dramaticamente sem ele.

    ResponderExcluir
  22. o meu pc ja pegou dois cavalo de troia

    ResponderExcluir
  23. A internet é como andar na rua. Se você der bobeira é assaltado.

    ResponderExcluir
  24. Olá.
    Meu nome é Merie
    Meu e-mail(hotmail) está muito estranho.Só abre e sai. Não lê msg, não exclui e fica recarregando involuntariamente sem fazer qualquer coisa(pisca rapidamente a aba e o redapé da página. Outro email também do hotmail no mesmo pc funciona. Isso pode ser vírus no email??

    ResponderExcluir
  25. Se fosse vírus, alteraria o comportamento do sistema em todas as contas.

    ResponderExcluir