Pesquisar

20 de nov de 2010

Campanha de luta contra a discriminação dos fumantes.

O Ministério da Saúde adverte: Fumar é prejudicial à saúde, mas os ministérios da Agricultura e Fazenda acham que não é nada disto.
O Brasil tem 25 milhões de dependentes de nicotina e experimenta um recrudescimento no número de viciados entre os jovens, portanto, é chegada a hora de nós não-fumantes fazermos a nossa quota de sacrifício em prol da lucrativa atividade que arrecada bilhões de dólares de impostos para o governo, o que obriga este mesmo governo a financiar alegremente plantações de fumo e a fomentar a indústria fumageira.

Não obstante o pacto do governo com o vício e a doença, os não-fumantes tem se mostrado cada vez mais impertinentes com milhões de pessoas que só contribuem para abarrotar as burras do tesouro. Pensando em debelar os esforços dessa gente mesquinha que só pensa na própria saúde e se esquece do bem público, compilei algumas diretivas para auxiliar os anti-tabagistas a se resignarem ao seu papel de fumantes passivos.

- Confesso que ainda não debelei o meu ódio-nojo-asco de gente fumando por perto, principalmente parentes de parentes fumando na porta da casa da família. Admito que tal ação agrava a discriminação social, uma vez que os fumantes acabam sendo evitados.

- Sabendo-se que o número de fumantes está crescendo entre os jovens, não e justo evitar que as crianças convivam com fumantes. Ao contrário, devemos estimular os nossos jovens a demonstrar tolerância com o vício e, quem sabe, exortá-los sobre a importância para a economia do país de se ter um grande número de fumantes.

- É muito importante para o não-fumante desenvolver a capacidade do olho branco, fazer olho branco em diversas situações de convívio com os fumantes, para que eles não se sintam rejeitados por causa do nojo que despertam. Afinal, estamos falando de pessoas doentes que não são responsáveis pelos seus atos.

- Confesso que andando na rua, chega a me dar espasmo respiratório quando estou atrás de um fumante e me dá um ímpeto de atravessar de uma vez a nuvem de fumaça pestilenta. Confesso que prendo a respiração e aperto o passo e também confesso que nem olho a cara do desinfeliz para não odiá-lo ainda mais, porque sei que isto não é um ato de amor cristão.

- Os fumantes passivos deveriam se resignar a desenvolver câncer pulmonar, aneurisma, AVC, cirrose, bronquite, etc, pois certamente o governo, que arrecada fábulas com a indústria da morte, proverá todo o tratamento médico necessário.

- Já é hora dos médicos caírem na real e não pressionarem tanto os fumantes para que larguem o vício. Por favor cirurgiões, não proíbam seus pacientes de fumar meses antes do procedimento e os dentistas deveriam ser mais compassivos antes de barrar o acesso de fumantes à cirurgia de implante gengival.

- Sempre é bom lembrar aos governos estaduais para que não tomem iniciativas de cerceamento da liberdade de fumar, restringindo e proibindo fumódromos. Saibam que, enquanto o Ministério da Saúde hipocritamente promove campanhas anti-tabagismo, esquizofrenicamente os ministérios da Agricultura e da Fazenda torpedeiam tais esforços com políticas de incentivo ao hábito das boas baforadas.

Lembretes finais:
- O Brasil é o maior produtor de fumo do mundo e luta para continuar a sê-lo.
- Então, a maior hipocrisia que existe é a advertência no verso das carteiras de cigarro "O Ministério da Saúde adverte: fumar é prejudicial à Saúde", pois isto foi capitulação ante o lobby dos fabricantes, que inventaram uma saída estratégica para se livrarem dos processo judiciais.
- Apesar de o Brasil ter ratificado a Convenção-Quadro promovido pela OMS de erradicação do tabaco no mundo, pratica o tipo da política "para inglês ver", já que o governo desenvolve políticas internas de fomento à pesquisa de aprimoramento do fumo e promove a incrementação de linhas de crédito para o setor tabagista.

16 comentários:

  1. Eu acho que há outras milhares de formas de fazer o capital nacional girar sem o uso do tabaco (cigarro). Não é mostrando os pontos bom para a minoria que ele será visto como algo bom. Bem, a postagem me fez pensar em alguns pontos como: "De nada adianta tentar colocar na mente de uma pessoa que fumar é um vicio ruim, se ela não quiser saber disso" e "O Brasil, mesmo com todo o sistema, tem muitos habitantes que querem viver uma vida melhor". O Ato de fumar ajuda [pouco] no aquecimento global, nos gastos com a saúde (que TODOS nós pagamos para uso de alguns 'como vc por exemplo').

    ResponderExcluir
  2. Em 2007 foi aprovada em Portugal a Lei que proíbe fumar em locais públicos como hospitais, edifícios públicos, recintos fechados, bares, cafés, restaurantes e clubes. Exceptuando a via pública.
    Fumar ou não fumar? Esta dúvida já não existe.
    Aqui há um problema que alguns não entendem. O português que quer fumar, fumará mesmo. Apesar da proibição o português vai procurar a maneira de poder fumar.
    É proibido de facto nesses lugares, a solução que encontraram foi “ não vamos a esses lados “. E esse é que é o problema. Os números oficiais dizem que cerca de 30% são fumadores. E isso acarreta mais problemas aos proprietários e aos trabalhadores dos clubes e dos restaurantes no meio de toda a crise económica que já temos.
    A economia não está famosa aumentaram o IVA sobre o tabaco para 23% e em todos os estabelecimentos houve uma descida da facturação de cerca de 20%.
    Depois um aditamento, permitindo que nos bares, cafés, restaurantes e clubes, desde que exista um espaço próprio para o efeito. A aplicação da lei vai conduzir ao fecho de empresas e ao aumento do desemprego.
    Não se pode esquecer que, em França, no primeiro ano de aplicação da lei, produziu-se uma descida no volume de negócios desses locais que chegou aos 30% e, creio que por aqui teremos um problema idêntico.
    Todos os operadores estão obrigados a cumprir a lei porque senão sofrem as consequências. As multas são elevadas para os proprietários e para os indivíduos apanhados a fumar em locais proibidos.
    Porém os proprietários não podem ser polícias dos seus clientes. E apesar de tudo os casinos e as discotecas desde o início têm áreas para esse efeito.
    Uma das questões polémicas é se é proibido fumar, porque não se proíbe beber? É igualmente mau, não é?
    Claro que o cumprimento da lei, as multas é para conseguir mais receitas. Até certo ponto, não tenho dados para quantificar, tem-se cumprido penso eu.
    Um caso caricato foi o 1º. Ministro e o ministro da Economia que fumaram no voo fretado à TAP, além dos dois membros do Governo, outros elementos do gabinete do 1º. Ministro também fumara dentro do avião. Afinal não é para todos.
    Mais caricato ainda é que mantêm a Tabaqueira, a empresa que produz o tabaco consumido em Portugal. A hipocrisia instalada.
    O que é curioso é que as sondagens afirmam que 9 em cada 10 portugueses apoiam a lei. É estranho.
    Ninguém é obrigado a fumar, está claro. Que faz mal à saúde ninguém duvida.

    ResponderExcluir
  3. Hoje em dia ninguém é tão inocente que não sabe que o cigarro faz mal. Então porque tem pessoas que pegam o vício? Se não tem amor próprio, irão ter pelo seu semelhante? É nojento e desconfortável, viajar num ônibus perto de uma pessoa que recém fumou, e nem precisa ela estar ao seu lado, pois suas roupas e respiração emanam aquela "fragrância" desagradável.Se o uso de cigarro gera imposto e lucro, deveria ser utilizado outro meio de produção. E mais outra, muitos fumantes além de "burros" são "porcos" largam suas bitucas onde querem, sujando a cidade. Odeio cigarro e quero longe de mim os que fumam, os que bebem, os que não sabem respeitar os direitos e o espaço do outro.

    ResponderExcluir
  4. Chego a conclusão que se os fumantes descobrissem por um instantezinho apenas o quanto são odiados e quanta energia negativa levam dos fumantes, largariam imediatamente tal vício financiado pelo governo brasileiro.

    ResponderExcluir
  5. Adorei o sarcasmo com o qual você tratou o tema. Ficou bem mais interessante que se o tivesse feito de forma sisuda e didática. Mas você conseguiu uma récua de gente séria para comentar o post! Aff...Rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Assi Sales,
    o que me resta se o governo do meu país investe mundos e fundos na plantação e na indústria da vergonha universal? Aí, pensei, ao invés da velha coisa careta das doenças, pavores, etc, nada melhor do que me render a um governo preocupado em se aproveitar do jorro de dinheiro fácil para sustentar as suas políticas assistencialistas - sim, fumemos e paguemos impostos generosos com isto.
    Sim, os fumantes passivos tem que se f*der aguentando calados a sanha arrecadatória e imoral.
    Sim, afinal, todos temos garantida uma futura assistência médica gratuita do SUS numa cama de hospital compartilhando o quarto junto com mais 10 manés.
    A coisa é tão pecaminosa, que se tivesse vergonha, o governo deveria estampar nas carteiras de cigarro:
    O Ministério da Saúde adverte: fumar faz mal à saúde... dos outros.

    ResponderExcluir
  7. Fui fumante compulsiva durante 38 anos(estou com 53), fumava de 3 a 4 maços de cigarros por dia e nunca dei a menor importância para aquelas imagens desagradáveis que colocam no verso do maço ou para a advertência inútil de que fumar é prejudicial à saúde. Fumante não retardado, caramba. Resolvi parar de repente e disse a mim mesma que nunca me tornaria uma ex fumante chata, pentelha, implicante. O problema é que agora a fumaça me incomoda. Fazer o quê?

    ResponderExcluir
  8. Mahone,
    o problema é que a maioria dos não-fumantes foge dos fumantes como o diabo foge da cruz. Fumante bom é fumante longe no mínimo a 2 quilômetros, posso muito bem entrar em contato com ele com binóculos.

    ResponderExcluir
  9. Isso, intolerância e ódio resolve tudo, estimular esses sentimentos então, é uma coisa muito boa. Parabéns, vcs. já conseguiram tirar os fumantes dos bares, restaurantes e boates, agora estão conseguindo expulsar uma fumante desse blog. Se o íntuíto era esse, viva a segregação!!!! Parabéns a vcs. todos.

    Na família de cada um dos que aqui chamaram os fumantes de porcos, fedorentos, retardados há uma pessoa que fuma. Gostaria sicenramente de saber se vcs. dizem isso na cara deles... na internet é fácil ofender os outros protegidos pela do computador.

    Antitabagistas xiitas fazem mal ao mundo, pregam a intolerância.

    ResponderExcluir
  10. Ludmila,
    sabe qual é a diferença entre um bêbado e um fumante? O bêbado destrói a si mesmo, à sua família e eventualmente assassina terceiros no trânsito. Já o tabagista, destrói a si mesmo, à sua família e amigos e a qualquer um que conviva no seu entorno. Pesquisas indicam que os males a afligirem os fumantes passivos são os mesmos dos ativos, ou seja, a maior maldição deste vício maldito é a socialização da doença entre os inocentes.

    ResponderExcluir
  11. ah tá, então ódio, segregação e xingamentos vai fazer deste um mundo melhor. Só se for no planeta sem fumaça de vcs. Blogpedia antes tão querido, virou xiita e perseguidor de fumantes, projeto de ditador online? Complexo de Messias? ou apenas uma pessoa que acha legal apontar o dedo para os outros de preferencia arrastando gente esquisita e preconceituosa que concorde com suas idéias? ah, tudo bem, os fins justificam os meios... Opa, fui execrada daqui com xingamentos horríveis, peralá, deixa ver como faço para tirar esse achincalhador de fumantes do meu feedreader.

    ResponderExcluir
  12. Minha cara tabagista Ludmila:
    Vocês fumantes, que se acham as últimas bolachas do pacote merecedores de respeito, matam 603 mil pessoas fumantes passivas no mundo, dentre elas 165 mil crianças.
    Informe-se mais sobre o seu legado de terror:
    Tabagismo passivo mata 603 mil pessoas no mundo por ano.

    ResponderExcluir
  13. Quer fumar, fuma. Quer beber, beba!
    Sou contra quem nao respeita a liberdade do outro de fazer oke bem entender contando que nao invado o espaço do proximo. To na rua, num lugar bem ventilado, eu fumo mesmo.
    Não quer fumar passivamente? Se afaste.

    OS PULMOES SAO MEUS, EU DECIDO O QUE FAZER COM ELES! o/

    ResponderExcluir
  14. Fuma quem quer. Se não gosta tchau!
    Mas e se você bebe? O cheirinho desagradável do alcool é uma maravilha!!
    E sua saúde fica tão boa quanto a de um fumante.
    Antes de criticar algo ou alguem, se olhe no espelho.

    ResponderExcluir
  15. Dou um conselho para os não
    fumantes!!!
    quando vcs saírem a rua,
    coloquem uma máscara pois
    o AR q vcs respiram já é
    contaminado.Ou melhor se
    tranquem dentro de uma
    redoma de vidro.com certeza
    vcs não vão morrer por causa
    da fumaça de um cigarro.Sabe
    pq? PQ VCS NÃO SÃO IMORTAIS.
    Vão arrumar o q fazer cambadas
    de desocupados.Hoje comparo vcs
    sabe como? Como aquela vizinha
    q vivi na janela,cuidando da
    vida dos outros.Quem garante q
    vcs vão morrer depois dos fumantes???
    Muuuuuuuitos de vcs vão antes pela
    IGNORANCIA.kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Ludmila, essa eu tenho que comentar. Meu vizinho do segundo andar fuma pra caramba. Não posso nem dormir com a janela aberta, pois a fumaça entra no meu quarto e eu acordo sem ar. Como se fosse pouco, ele sobe até o terceiro andar para jogar guimbas de cigarro em toda a escada (em todos os andares tem guimba de cigarro no chão, o zelador passa a vida varrendo elas e o cara sujando). Eu te pergunto: isso é ser limpo? Pra mim é ser porco e sacana. Você acha justo fumar em restaurante e jogar fumaça na cara de quem não gosta? Nunca conheci fumante que respeite o direito dos outros, mas todos são cheios de direitos! Vai lá, te dou a maior força pra continuar fumando, aliás, acho até que vc deveria dobrar ou triplicar a quantidade de cigarros que vc fuma! Vocês tem todo o direito mesmo. Trouxa sou eu que tenho pena do que o sacana do fumante porco do meu predio faz com o zelador.

    ResponderExcluir