Pesquisar

8 de set de 2011

Consequências insuspeitas do vício em açúcar branco


Qualquer um pode se definir como ser cafeinólatra, maníaco por refrigerante, chocólatra, tarado por doces, mas você não encontrará alguém se admitindo viciado em açúcar branco refinado e isto é facilmente explicável. Entre num supermercado e verá que 90% das gôndolas estão entupidas de produtos açucarados, assim, o açúcar branco se torna tão natural quanto o ar que respiramos.

Ademais, as pessoas nem sabem que consomem açúcar refinado quando são questionadas, afinal, elas não devoram colheradas do produto granulado e sim adicionado aos alimentos. A coisa é tão patética, que uma vez a minha sogra teve o topete de afirmar que o pudim de leite que ela oferecia não tinha açúcar, só leite condensado...

Apesar de o açúcar branco ter se insinuado de maneira tão natural nas nossas vidas, ele é o responsável por grandes males que vão da obesidade ao diabetes, passando por outros não tão épicos, mas nem por isso menos graves.
Languidez: ninguém desconhece o fato de que as crianças são viciadas em açúcar pelos pais, no seu afã de compensar as carências afetivas por doces. O resultado não tarda, e crianças chorosas e manhosas espelham os sintomas inequívocos de ressaca glicosídea.

Irritabilidade: como é comum com todas as drogas estimulantes, o açúcar confere primeiramente uma sensação de euforia e bem estar, mas cobra posteriormente um alto preço sob a forma de explosões de mau humor e sentimento de vazio interior.

Sonolência: o consumo constante de açúcar vicia o corpo numa fonte fácil e farta de glicose, e quando ele é privado disto, sobrevém um estado de letargia e desânimo.
Larica: depois que o usuário atinge o ponto minus do estado mental, é chegado o momento de curar as “dores do espírito” com uma generosa dose de açúcar, ou seja, como acontece com toda a droga, a abstinência clama por mais droga. Note como os viciados em açúcar passam o dia alternando doces e salgados para experimentar o "efeito gangorra", tipicamente infame entre os drogados.

Insônia: se todos os problemas da humanidade atual pudessem ser resumidos em duas palavras, elas seriam insônia e dor, não necessariamente nesta ordem. Pois, posso asseverar que os sofredores de insônia deveriam cessar imediatamente com a droga de cada dia para fazer um teste. Se ao cabo de uma semana você não experimentar nenhum sucesso, devolvo o seu dinheiro!

Candidíase: por esta você não esperava! Um dos principais causadores destes fungos malditos, que tanto infernizam as mulheres, é o consumo inveterado de açúcar branco refinado.

O açúcar é essencial como repositor de energia?
Claro que não! Uma parenta minha perguntou ao médico, quando seus filhos eram pequenos, se eles precisavam de açúcar. O idiota respondeu que eles necessitavam para ter energia e enfrentar melhor a fase de crescimento, um grande equívoco que se comente em estabelecer relações de nexo entre açúcar e necessidades energéticas. Certamente necessitamos de elementos energéticos, todavia eles podem vir perfeitamente da frutose contida nas frutas, mel, açúcar mascavo e dos cereais integrais. Assim, a superabundância de glicose proporcionada pelos alimentos refinados na realidade não dá energia, mas extrai e depaupera o que o organismo tem de melhor.

4 comentários:

  1. Ta bom, mas poderia também colocar algumas soluçōes práticas sobre como se livrar desta maldição já que estamos rodeados por açucar branco...

    ResponderExcluir
  2. 1) Eliminar o pote de açúcar branco de casa;
    2) substituir os produtos industrializados por outros adoçados com açúcar mascavo, mel, frutose, estévia, etc;
    3) eliminar radicalmente TODOS os refrigerantes;
    4) não adianta substituir os refrigerantes por sucos industrializados pois a maioria deles são adoçados;
    5) eliminar do cardápio festinhas de criança.
    Com isto se conclui que praticamente assinamos um tratado de beligerância contra a sociedade ao nosso redor.

    ResponderExcluir
  3. Com esse comentário aí do Isais vejo que é quase impossível evitar o açucar branco nos "alimentos"

    ResponderExcluir
  4. Daniel,
    dá para fazer horrores se a pessoa se propõe seriamente a largar o vício. Com a ressalva que ao fazer isto, ela termina mudando completamente o seu estilo de vida.
    O frutos? Viver 24 horas por dia sem o sofrimento causado pelas inflamações provocadas pelo açúcar refinado é uma sensação que não tem preço.

    ResponderExcluir