Pesquisar

28 de set de 2011

Os 10 mandamentos do homem


É duro ser homem, além de não termos o dom da criação, fomos condenados por Deus ainda no Jardim do Éden: Porquanto, deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. Espinhos, e cardos também, te produzirá, e comerás a erva do campo. No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó, e em pó te tornarás.

Assim, numa espécie de autopunição, nos dedicamos desde então ao cultivo de todos os vícios e à violação da figura feminina, simplesmente porque nos recusamos a obedecer algumas leis bem singelas para diminuir o nosso carma:

1- Amarás as mulheres acima de todas as coisas (exceto Deus) e tratá-las-á com todo carinho.

2- Amarás a TUA mulher acima das demais e não a fará motivo de vergonha diante das outras.

3- Respeitarás a sogra e, na medida do possível, tentarás abranger sobre ela a 1ª lei.

4- Não obrigarás a mulher a ter sexo contra a sua vontade alegando o teu direito adquirido.

5- Não privarás a mulher de sexo contra a sua vontade alegando exaustão do trabalho, pois...

6- Estás condenado ao trabalho, mas não ao ponto de tanto se extenuar que impeça o cumprimento da 5ª lei.

7- Não terás amigos cuja dimensão de importância se eleve acima da 2ª lei.

8- Não frequentarás clubes-do-bolinha, pois a fermentação operada entre os homes levam-nos à violação das leis anteriores.

9- Permitirás que as mulheres continuem cuidando do teu corpo e espírito, assim como sempre o fizeram desde o ventre da tua mãe.

10- Cumprirás o mandamento anterior preservando a tua mente sã em corpo são (MENS SANA IN CORPORE SANO), longe dos vícios, para que o amor devotado a ti pelas mulheres da tua vida não se perca como gotas no oceano do esquecimento.

Ademais, abandonarás pai e tua mãe e dedicarás os dias da tua mocidade e velhice à tua mulher e aos teus herdeiros, sempre ressaltando que a natureza feminina de Deus manifesta na mulher é superior a todo o resto, inclusive à tua semente expressa no DNA dos teus descendentes.

5 comentários:

  1. Professor Pasquale Paraguaio28/09/2011 13:17

    A mesóclise no segundo mandamento está mal colocada, pois palavras negativas (no caso, a palavra "não") atraem o pronome oblíquo átono.

    ResponderExcluir
  2. Muito bem, Isaias. É isso mesmo. E mais!

    ResponderExcluir
  3. Segundo o teólogo cristão São João Damasceno (675-749), "a mulher é filha da falsidade, sentinela do inferno, a inimiga da paz; pôr causa dela Adão perdeu o Paraíso". Como contraponto a esta idéia milenar, novamente vou recorrer ao escritor italiano Giovanni Papini (1881-1956), para quem o primeiro gesto de Deus para com o Homem foi de certa forma uma tentação, uma vez que o fez compartilhar o Paraíso com uma árvore de cujo fruto não podia se alimentar. A prova dessa atitude de Deus estaria expresso nas palavras finais do Pai Nosso segundo a Vulgata de São Jerônimo, onde se lê "não nos induza à tentação" ao invés do tradicional "não nos deixeis cair em tentação". Segundo Papini, "se devemos pedir a Deus que não o faça, é porque sem dúvida já o fez ou pode fazê-lo". Dessa forma, no episódio da expulsão do Paraíso, o Diabo nada mais fez do que se utilizar de uma das mais terríveis armas de Deus, a sedução, para com criaturas que, mesmo dotadas de livre-arbítrio, tendem a seguir aquele que lhes oferece o conhecimento, um incômodo lugar de onde o homem pode questionar a si mesmo e ao seu Criador. Seguindo a linha do post, muito bom por sinal, poderíamos ouvir o profeta Muhammad, para quem "o crente mais íntegro é aquele que demonstra melhor caráter e de melhor moralidade. E o melhor dentre vós é aquele que melhor trata a sua mulher, e o que é melhor para com a sua mulher".

    ResponderExcluir
  4. O que cabe a nós humanos? Não podemos julgar Deus, é ele que tem de julgar a si mesmo.

    ResponderExcluir