Pesquisar

31 de dez de 2009

Darwin descreve um peixe Porco-espinho.

Diário de Darwin comentado - Parte 12.

Neste trecho do seu diário Darwin descreve um peixe porco-espinho que ele encontrou no litoral da Bahia quando chegou ao Brasil em 1832, trata-se, provavelmente, do Diodon holocanthus, (que ele identifica como Diodon antenatus).


Diodon holocanthus "inflado" por Fish Index

Darwin escreveu seu diário de bordo com incrível detalhamento. Isto permite que a leitura de seu texto torne sua viagem bem vívida até hoje e sirva como um exemplo a ser seguido por todos que buscam a carreira científica.

Sobre o “peixe porco-espinho”, “peixe ouriço” ou ainda “baiacu”, Darwin escreveu: “Quem iria imaginar que um pequenino e flácido peixe fosse capaz de destruir um colossal e feroz tubarão?” É muito bom ler sua  descrição original, detalhada e vívida, disponível no Te liga.




Por: Gladis Franck da Cunha

Referências:
Darwin, C., Viagem de um Naturalista ao Redor do Mundo - Vol.1, Nova edição, 1871. Abril Cultural. Companhia Brasil Editora, São Paulo, s/d.

Kellscraft Studio. Journal of Researches into the Natural History and Geology of the countries visited during the voyage round the world of H.M.S. Beagle under the command of Captain Fitz Roy, R.N. By Charles Darwin, M.A., F.R.S. disponível em: http://www.kellscraft.com/VoyageOfBeagle/VoyageOfBeagleCh01.html

Imagens do Diodon: Fish index


Partes anteriores: *1* *2* *3* ... *9* *10* *11*

Próxima parte: *13*

6 comentários:

  1. Porra... tu é phodd....digamos que penso que não precisaria da ciência para viver, mas "bota vívida nisso"! Humm... então são as intumescências do corpo do animal que dão aquele aspecto pontiagudo, hã? OK veremos mais em "Manos Guardanapo", e depois voltaremos, vossos leitores, com minuciosas observações sobre o tema, assim como o fez Darwin nas suas, digamos.
    Ótimo tema!
    PS.: esse negócio de partes... é pra deixar qualqur um louco, não? rsrsrs

    Abraços fraternos,
    um ótimo ano,
    e um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Bruno Cavalleri04/01/2010 16:17

    Muito interessantes esses posts sobre o diário de Darwin =D

    ResponderExcluir
  3. Baiacú ou Diodon?
    A dúvida quanto ao peixe se insere no problema geral de utilização de nomes populares e nomes científicos.
    Os mesmos nomes populares podem designar espécies diferentes. Por exemplo: Baiacu é um nome de origem Tupi, usado para designar diversos peixes Teleósteos, Plectognatos, que tem corpo recoberto de espinhos ósseos ou placas ósseas, comuns na fauna fluvial ou marinha da América do Sul e, mais especificamente, do Brasil. O termo Baiacú é utilizado, na linguagem corrente, para designar, especificamente, as espécies desta ordem que têm a propriedade de inchar o corpo quando se sentem ameaçadas por um predador ou outro fator. Alimentam-se de moluscos crustáceos e algas. Muito apreciado para sushi pode causar envenenamento se não for bem preparado, pois possui glândula de veneno.

    Espécies de duas famílias são chamadas de Baiacús: Ostraciidae e Diodontidae.

    Como Darwin usou o nome científico Diodon antenatus, sabe-se que pertence a família Diodontidae. Porém não encontrei nenhuma referência a espécie “D. antenatus”, por isso suponho que seja a espécie “D. holocanthus” pela maior semelhança com os desenhos apresentados na referência da Kellscraft Studio.

    Para mais informações sobre Baiacus pode-se consultar a Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Baiacu

    ResponderExcluir
  4. Have you ever considered writing an ebook or guest authoring on other sites?
    I have a blog centered on the same information you discuss and would really like to have you share some
    stories/information. I know my viewers would value
    your work. If you're even remotely interested, feel free to send me an e mail.

    Feel free to visit my web page :: click here to know more

    ResponderExcluir