Pesquisar

4 de abr de 2010

Encontro entre Sol e Lua na Cascata dos Amores.

O local do encontro foi a Cascata dos Amores em Bento Gonçalves (RS).
cascata dos amores

Esta postagem comemora o Domingo de Páscoa e o segundo aniversário do Blogpaedia, que “nasceu” num dia 02 de abril.

Aniversários têm data fixa, mas a Páscoa é uma comemoração baseada no calendário Lunar, por isso é uma data móvel. Ela é marcada no primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre em ou logo após 21 de março. De acordo com essas regras, a Páscoa nunca acontece antes de 22 de março nem depois de 25 de abril (Oliveira Filho, 2008). 

Além de iluminar o Domingo de Páscoa, a lua cheia se relaciona com muitos outros mistérios noturnos como o despertar do lobo dos homens. Porém ela também protagoniza alguns encontros fortuitos com o Sol, ao entardecer quando está iniciando ou ao amanhecer quando está findando, e estes dois corpos celestes se miram de lados opostos do horizonte.

As imagens abaixo nos permitem compartilhar um destes momentos, observados apenas por aqueles que conseguem realizar os esforços necessários para levantar muito cedo...

...quando os primeiros raios de luz surgem para anunciar o nascer do Sol.
nascer do sol

Por se encontrar no fundo de um vale a Cascata dos Amores ainda permanece envolta nas sombras da noite quando os primeiros raios douram a mata sobre a cara do gigante de pedra.
parede com cara de pedra 1

Nosso fotógrafo buscava apenas do efeito da luz inclinada da manhã em contraposição às luzes do entardecer, que havia clicado no dia anterior, buscava talvez, apenas o arco-íris desenhado pelo sol nascente no véu de água...
arco-iris 6

Mas foi surpreendido por uma Lua Cheia que ainda espiava a Cascata por entre as árvores durante seu sonolento caminho para o oeste.
lua espiando 6

Neste trajeto ela vai se deixando banhar pela tímida luz do amanhecer que doura a água e resplandece ainda mais sua beleza pálida, durante este tempo fugaz em que Sol e Lua combinam seus efeitos luminosos.
lua espiando 1

lua na borda dourada 1

Porém estes não são os únicos encantos ou mistérios da Cascata dos Amores, pois o seu lago também inverte a queda d´água e reflete o brilho das primeiras estrelas ao anoitecer.
estrelas no lago 1

Ou então, pinta, por alguns instantes, quadros impressionistas.
cascata reflexo 1

sombra, luz e água 7

cascata reflexo 2

Não apenas a queda d’água com seus setenta metros impressionam, a luz do sol no paredão que emoldura o vale revela o olhar severo num rosto de pedra, esculpido aos caprichos do tempo e do vento, bem como o estranho e inexplicável buraco redondo, de cuja origem não conhecemos a história...
parede com cara de pedra 1

Caverna redonda

Por outro lado, o curso d’água expõe uma espuma resultante da eutrofização que delata o descaso humano com seus recursos hídricos, pois não tratou os esgotos de cidade que cresceu, desordenadamente, na década de 80.
agua e espuma 1

Felizmente, apesar de todas as agressões ao ambiente natural que o ser humano insiste em perpetrar, se não enquadrarmos o chão repleto de resíduos plásticos trazidos pelas águas nos períodos de cheia, seremos contemplados com belas imagens que podem adoçar os nossos pensamentos num Domingo de Páscoa...
agua e pedra 1

imagem final 6

imagem final 9

...ou inspirar o poeta de imagens a desenhar fadas.
Fairy kneeling

Notas:
1- As fotos da Cascata foram tiradas por Isaías Malta nos dias 24 e 25 de fevereiro de 2008 e tratadas e contextualizadas por Gladis Franck da Cunha.
2- Desenho de fada sobre fotografia por Isaías Malta
3- Para ver mais destas impressionantes imagens basta visitar nosso álbum Cascata dos Amores no Flickr.
4- A foto mais antiga desta cascata ilustra uma postagem sobre a história do Sítio Franck de onde se alcança a Cascata a pé.

5 comentários:

  1. Ganhei o meu dia com essas imagens, obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Me encantei,Isaias. Muito lindo esse lugar. Deve mesmo estar cheio de fadas...

    ResponderExcluir
  3. Queira aceitar as minhas felicitações pelo aniversário do blog. Espero e desejo que durante muitos, muitos anos tenha a oportunidade de me associar a esta comemoração. Parabéns.
    Sem lisonja um dos melhores blogs que existem na rede.

    Bem haja

    ResponderExcluir
  4. Já conhecia os seus dotes literários que muito aprecio mas, a do artista plástico não tinha tido o privilegio de admirar. Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  5. Há que ressaltar que os meus dotes artísticos estavam embolorados na prateleira e foi a Gladis, que mui gentilmente os pôs à lume, contextualizando as imagens e concedendo-lhes uma história.

    ResponderExcluir