Pesquisar

11 de abr de 2010

Legendários: misturança entre bundas rebolantes e o resto do planeta.

Hoje se sabe quais são os ingredientes fundamentais para um programa de Televisão de sucesso:
bundas – auditório - bundas – repórteres engraçados – bundas – matérias polêmicas – bundas – interatividade – bundas.

O novo programa “Legendários” estreado na Rede Record no dia 10/04/10 às 20:45 hs, capitaneado pelo estridente Mion, por sua vez oriundo da moribunda MTV (que enquanto isso vende seu “horário nobre” para jogos de azar online), tem todos os ingredientes para fazer sucesso, só falta achar a formulação precisa da mistura entre todos os eles.

O nome assusta pela grandiloquência, já que sugere a pretensão mexer com tudo: temática politicamente correta-sexual-esportes radicais-reclamações-entrevista-ecologia.... ufa, não é muita coisa para um programa só? Minha opinião foi de que na tentativa de abraçar o mundo com as mãos, a “mionlândia” ficaou no meio do caminho.

Apesar da estreia do programa ter surpreendido com 10 pontos no IBOPE, ainda não é o momento para ir pro abraço, já que nos sábados há um acordo nacional pela mediocridade na TV. Assim, num cenário de terra arrasada dominado por Amaury Júnior, filmes de 5ª categoria, Zorra Total e outros bichos de 7 cabeças, qualquer caolho com catarata que apareça, é Rei.

Mesmo não tendo opções inteligentes aos sábados na TV aberta, não acredito que o público tenha entendido a intenção do superativo e superlativo Marcos Mion, que do alto do seu ego salientíssimo e do seu intenso nervosismo de estreia, tentou nos convencer a puxarmos o computador para o lado da TV para ficarmos interagindo com as pautas do programa... com coisas como esta: a enormidade do primeiro quadro de um João Gordo desfilando pouco à vontade pelas ruas de São Paulo, com a missão de levantar os podres da legendária indústria da multa e, de quebra, nos esfregando na cara a figura lamentável do Kassab, que se nem aos paulistanos interessa, muito menos ao resto do país!

Entre bundas, caras e bocas épicas do Mion, o resto dos quadros não me chamaram a atenção, exceto talvez pela entrevista execrável com a dupla Chitãozinho e Xororó, a tentativa tosca de colocar o sexo no divã com a Jake Khury e outras cositas más que me distrairam para os exercícios de piano (sim, sou daqueles que estuda piano vendo TV).

Ou seja, todo mundo concorda que tem que mexer e provalvelmente o programa será mexido nas próximas edições, porém com uma bela perspectiva: há muitos bons augúrios para fazer triunfar um programa eclético de bundas rebolantes e temas amplamente infinitos aos sábados; um dia reconhecidamente dominado pelos piores conteúdos da TV aberta brasileira. E o cara ainda quer que eu arraste meu computador para perto da TV?

5 comentários:

  1. São poucos os programas de TV que deixam as bundas rebolantes de lado ,achei o legandário um tanto quanto desorganizado. Depois de contratarem quase o todo os "mãos e pés " diretor e afins do CQC .Espero que o programa de certo afinal tem gente competente por trás do legandário.
    Maravilhoso texto adorei , por isso sou sua fã Isaias .

    ResponderExcluir
  2. Paula, obrigada pela "fanzura"!
    Eu não sabia desta arrebanhada de mãos e cérebro do CQC, não obstante, me deu a impressão de que o programa estava sobrando nas suas ganas de acertar.
    Manja o filme 12 Homens e um segredo? Encheram o elenco com uma constelação... que, entretanto, não salvou o filme do fiasco.
    O problema que ocorre quando há excesso de recursos é a fata de foco e a falta do que dizer para justificar a que veio.
    Esperemos que eles tomem o caminho da modéstia e possam dar o recadinho, simples e limpo, sem tanto trash e barroquismo redundante. Deixem o trash para o Pânico na TV, que é especialista nisso daí e ninguém vai tirar isto deles.

    ResponderExcluir
  3. "...num cenário de terra arrasada dominado por Amaury Júnior, filmes de 5ª categoria, Zorra Total e outros bichos de 7 cabeças, qualquer caolho com catarata que apareça, é Rei"

    Melhor definição da TV aberta que li nos últimos tempos, e vale para qualquer dia se remover o Zorra Total :-D .

    ResponderExcluir
  4. j. noronha,
    esperemos que quaisquer últimos espasmos de inteligência abrilhantem as noites de sábado na TV... enquanto aguardamos a pancadaria do UFC/MMA, porque quem entra no octógono é pra encarar e bater!

    ResponderExcluir
  5. Achei uma cópia fajuta do CQC

    ResponderExcluir