Pesquisar

22 de abr de 2010

O Chapéu Cubista de Lady Gaga.

A cantora Pop mais badalada do momento é a genial camaleoa Lady Gaga, que preferiu adotar o estilo do estilo nenhum. Explico, a cantora muda constantemente o looking fazendo releituras de celebridades, movimentos sociais e artísticos, sem nunca repetir ela mesma... se é que existe alguma.

Ao contrário da pecha dos seus detratores que a acusam de copiadora (Copy Cat), creio que Lady Gaga é a maior revolução visual que já vista na arte Pop. Ela tanto pode encarnar momentos de Madonna, quanto de Christina Aguillera, Carol Channing, Hussein Chalayan, Roisin Murphy, Paris Hilton, ou ainda incorporar elementos de Futurismo, Filmes classe B, Steampunk, Cyberpunk, etc. Ou seja, todas estas coisas podem ser geniais individualmente, mas a Gaga é mais genial ainda por fazer colagens de todas elas.

Dada e Gaga.
Desconfio que o próprio codinome “Gaga” seja um trocadilho oportunista com “Dada”, palavra descoberta acidentalmente pelos fundadores do movimento dadaísta Hugo Ball e por Tzara Tristan num dicionário alemão-francês.
Dada é uma palavra francesa que significa "cavalo de pau". Foi o nome escolhido por sua natureza nonsense, assim como a arte perdera todo o sentido depois da irrupção do irracionalismo que redundou na 1ª Guerra Mundial.

Nascia o Dadaísmo, uma proposta de arte que se soltava das amarras racionalistas e se basearia na livre inspiração da intuição psíquica, produzida através da combinação ao acaso dos elementos. Nascido como uma negação da cultural, o Dadaísmo tinha como matéria prima o absurdo, a incoerência, a desordem e o caos. Algumas semelhanças entre Lady Gaga e o Dadaísmo, por esta ter se especializado em escandalizar e surpreender em suas aparições caleidoscópicas?
» Dadaísmo na Wikipedia.

Gaga Cubista.
Mas, não pensemos que a nossa Lady incorporaria somente uma das facetas do burburinho artístico do século XX. Quando uma intrigante foto de um dos surpreendentes chapéus da cantora me deu uma vontade louca de procurar a fonte de tudo aquilo, me deparei com as raizes do Cubismo, um dos movimentos artísticos mais incompreendidos, iniciado no acender das luzes do século XX.

Ora, como você vê uma nova ordem estética que passou a representar todas as partes dos objetos num mesmo plano, como fossem rasgados e decompostos no seu afã de se revelar inteiramente aos olhos do espectador. Ainda hoje pouca gente entende o cubismo porque ele materializou na arte as cogitações teóricas que deram origem ao magnífico edifício da Teoria da Relatividade. Na realidade, Picasso e Einsten elucubraram juntos, cada um a seu modo, caminhos rumo à tetra-dimensionalidade.

Para saber mais sobre as similaridades entre Einstein e Picasso, leia:
» Einstein e Picasso: será coincidência?

Para termos uma noção das profundidades referenciais de Gaga/Dada, façamos uma viagem desde os primórdios da estética cubista e descubramos o que eles falavam sobre chapéus.

A evolução do chapéu desde o Cubismo representado bidimensionalmente até à cabeça de Lady Gaga.

No princípio, a Tocadora de Bandolim de Pablo Picasso parecia uma mulher reconhecível, mas prestemos atenção ao detalhe do chapéu intrigante que fascinaria a nossa Lady no próximo século.
Picasso - Tocadora de Bandolim

Depois, o cubismo mais moderno de Jane Brewer tratou de elevar o chapéu a uma categoria bem mais minimalista...
Jane Brewer Cubist Still Life with Hat, Bucket and Chair
Still Life with Hat, Bucket and Chair.

...até que uma figurinista se apropriou da ideia e a transformou em chapéu de verdade.
Chaéu Cubista

Se você captou a moral de tudo que foi dito até agora, entendeu que o Movimento Cubista teve uma lógica estritamente bidimensional, já que foi concebido para as telas. Assim, uma vez que o cubismo se expresse tridimensionalmente, grande parte da sua essência se perde, pois se desvanece a insinuação tetra-dimensional da dissolução dos volumes. Todavia, a escultura a seguir explica o longo processo necessário para chegar ao chapéu da lenda camaleônica sucessora de David Bowe.
Escultura cubista

Depois de finalmente termos chegado ao chapéu de Lady Gaga, pense bem na próxima vez antes de chamá-la de copiadora barata.
Lady Gaga e chapéu cubista

Leia mais sobre Cubismo na [historiadaarte].

25 comentários:

  1. Não é copiadora, na minha opinião. O que falta é dom de cantar, ela parece que se sustenta por um fio no mundo da música. Está sempre priorizando o visual.

    ResponderExcluir
  2. Veja bem que não emiti nenhum julgamento de mérito quanto ao conjunto da obra, me limitando a abordar mais exaustivamente um dos inúmeros aspectos das releituras "Gagaguianas", só para contrapor Blogs e Sites que se limitam a ecoar análises superficiais como papagaios.

    ResponderExcluir
  3. Considero que Lady Gaga é um fogacho no panorama artístico.
    Não sou especialista mas sou um consumidor e nessa qualidade faço a apreciação.
    Plágio após plágio de figuras célebres. Não lhe dou qualquer mérito. Basta ver a não conseguida adaptação do Thriller de Michael Jackson, Bad Romace título atribuído pomposamente. Não tem qualquer estilo. Canta? Como fogacho que é vende. Vejamos por quanto tempo.

    ResponderExcluir
  4. O TÃO DIFERENTE dela não é tão assim. Tem muitas cantoras que chutaram o pau da barraca quando se fala sobre figurinos, por exemplo a Bjork, quer mais exótica que ela?

    ResponderExcluir
  5. MINHA DIVA *-*

    ResponderExcluir
  6. Linda, gostosa. Nem precisa cantar para fazer sucesso comigo. Mulheres, contenham a inveja, por favor

    ResponderExcluir
  7. Bjork enveredou pelo estilo esquimó-techno, o que já é um estilo.

    ResponderExcluir
  8. Lady gaga = Diva

    Não é uma Mariah Carey na voz, mas canta bem melhorar do que pessoas com Britney Spears. Sem falar que ela tem muito mais carisma e faz coisas mais úteis do que as pessoas que vem aqui para chingar ela.

    Lady Gaga Rulez!

    ResponderExcluir
  9. E se ela imita, qual o problema? Tá fazendo sucesso..... Adoro ela, acho que as vezes as roupas são meio escandalosas mas as músicas são ótima, os clipes são ótimos, e ela é ótima, não tá nem ai....

    ResponderExcluir
  10. Lady gaga = Lixo
    Esses anos q estão se passando só tá surgindo bosta pra gente ouvir , desde o emo até o funk aff nao se faz musica boa mais ._. , cara a lady gaga se acha com aqeles visuais [toscos pra caralh* ] e aquela musica tosca dela ah vá --' !

    ResponderExcluir
  11. A Lady Gaga canta muitissimo bem. As músicas são irritantes, mas a mulher tem um puta vozeirão.

    Não precisava ser vista como a "artista das roupas esquisitas"

    ResponderExcluir
  12. do jeito que ela se reinventa todo dia com um modo totalmente fiferente ela vai continuar por anos como uma das melhores artitas no cenario POP mundial,e sim ela canta muito bem, bom se vcs que se julgam "super entendentes" da cultura POP nao gostam dela tem vááários outros estilos que ADORAM ela,e como a cultura POP nao julga nenhum tipo de estilo desde de que faça sucesso eu acho a mais do justo ela ser eleita um DIVA mesmo ! *-*

    ResponderExcluir
  13. eu nao acho uma as musicas dela mto boas
    mas tbm nao sao ruins mas uma coisa eh verdade: se ela fosse tao boa ela se destacaria pela propria voz mas pelo jeito ela nao consegue e ou ela chama a atençao por estar quase pelada ou por estar totalmente vestida de uma maneira que eu particularmente acho ridicula.

    ResponderExcluir
  14. Tá certo que ela é um híbrido de Cindy Lauper + David Bowie, mas quem misturou isso antes...?

    E ela sabe cantar sim, e compor também.

    ResponderExcluir
  15. E esqueci de falar, nenhum artista, NENHUM, parte do zero. A história mostra que todos tomaram algo de alguém anterior a eles. Isto vale para todas as artes, desde poesia até arquitetura, e na música não podia ser diferente. Sem o Elvis não poderia ter tido Beatles, etc.

    ResponderExcluir
  16. GAGA vc sera criticada MUITO,porém vc veio mostrar que a DIFERENÇA É A TUA QUALIDADE ...BJS

    ResponderExcluir
  17. O nome Lady GaGa vem da música Radio GaGa, do Queen ;)

    ResponderExcluir
  18. é louco mas fica legal nela O.o xD ela quer revolucionar por ser diferente e tá conseguindo \o/

    ResponderExcluir
  19. Sabrina Kelly09/06/2010 11:23

    Pra mim o cubismo é a arte dos loucos (oque eu adoroo) o artista não tava nem aí se a terra éra quadrada,redonda,triangular,ele queria só pintar e o resto que fosse para a #,e eu vejo isso na lady gaga,ela não tá nem f# para oque os outros penssam ela é + ela,independente se canta bem ou mal,só a energia positiva de sua loucura já diz tudoo.

    ResponderExcluir
  20. Parece uma mistura de David Bowie, Marilyn Manson, Madona e Cindy Lauper. Sim, ela até que canta bem, curto algumas músicas, e seu estilo, bom, ao meu ver serve exatamente pra isso... criar polêmica e fazer com que todo mundo caia na briga por causa disso.

    ResponderExcluir
  21. Wagner,
    certamente ela bebeu nessas veias a que te referes e muitas outras. Ela entornou de vez o caldo da música Pop quando tomou emprestado o estilo de todos ao mesmo tempo. Por isto o xamã dela é o Papa Pop Andy Warhol.

    ResponderExcluir
  22. Acho que a Gaga revolucionou sim o mundo musical, e não considero o que ela fez cópia. Pq? Pra acredita que o Moon Walk saiu dos pés de Michael, se engana redondamente... foi um mímico francês renomado no teatro que lhe ensinou esse belo truque com os pés (e esse é só um exemplo). O que fez dele um sucesso? É que depois dele, milhares de outras pessoas passaram a seguir esse estilo. A Gaga fez vídeos totalmente diferentes do que estávamos acostumados a ver... logo depois, bazinga, lá estava Christina Aguilera copiando totalmente a Gaga, George Michael e Madonna, sem qualquer coisa a acrescentar. Isso é a diferença de cópia e genialidade; já bem dizia um cara q era fera: gênio é aquele que diz aquilo que já sabemos e nunca paramos pra pensar... Gaga pegou itens aleatórios da cultura pop, colocou um toque de esquizofrenia pessoal e mudou o mundo musical... com uma palvra, genial! Difícil haver outro Papparazzi e Alejandro (apesar de achar a música Alejandro uma bosta)

    ResponderExcluir
  23. É... absorvendo todas as linguagens, ela fez a sua própria. Parece que o grande negócio da arte Pop continua sendo a colagem.

    ResponderExcluir
  24. ameii ela ainda faz parte da historia brasileira de literaturta amo essam mulher mesmoooo

    ResponderExcluir