Pesquisar

5 de mai de 2010

Rasante: a manobra mais belamente aterradora da aviação.

Uma das mais populares manobras da aviação é o rasante, que consiste em mergulhar deliberadamente o aparelho próximo ao chão, é também a mais mortal. No entanto, as táticas de guerra aéreas não podem prescindir desta manobra, tanto que as realizam exaustivamente em treinamentos e shows aéreos.

Os pilotos civis também são tão fascinados pelos rasantes, que eventualmente vê-se notícias de acidentes resultantes desta ação enquadrada como totalmente ilegal pelas leis aeronáuticas, que consideram 300 metros acima do ponto mais alto do relevo a altitude mínima de segurança. Assim, na aviação civil há três tipos de rasantes:
- ilegal: perpetrado por pilotos irresponsáveis em busca de fortes emoções, normalmente feitos em aeronaves não projetadas para a realização de manobras sobre áreas habitadas;
- aviação agrícola: toda ela baseada em manobras arriscadíssimas perto do solo e por isso mesmo, é considerado o tipo de aviação mais mortal do mundo;
- aviação acrobática: manobras realizadas com equipamentos e pilotos homologados para isso sobre aeródromos ou áreas desabitadas.

Conforme as impressionantes imagens a seguir de jatos militares, quando se trata de manobras radicais à baixa altura, a adrenalina vem em primeiro plano. Por coincidência, as duas fotos espetaculares foram obtidas com jatos de caça marítimos.


F-14 Tomcat fabricado pela Grumman. Info na Wikipedia.
Rasante F-14 Tomcat
Esta foto que correu mundo, ecoada por milhares de sites, blogs e fóruns. Ela foi tirada durante as comemorações do Independence Day dos EUA a bordo do porta-aviões USS America, no verão de 1989.



F-18 Hornet fabricado pela Boeing. Info na Wikipedia.
Rasante F-18 Hornet
Essa outra foto famosíssima, reproduzida em muitos lugares, foi tirada em julho de 2009 durante um treinamento tático sobre o rio da cidade de Detroit. Vale lembrar aqui que a Força Aérea detem permissões para realizar voos abaixo de 40 metros de altitude ao longo deste rio.


Vídeo impressionante que ilustra o perigo dos rasantes, mesmo quando feitos de acordo com as normas de segurança. Provavelmente o jato militar se choca contra uma das aeronaves em terra e se espatifa contra a multidão e o resultado... são corpos dilacerados.


Leia também:
» Flagrantes loucos da arte de voar.

6 comentários:

  1. Sobre o vídeo postado:
    Foi o pior acidente no mundo até hoje durante uma apresentação, aconteceu ali perto da Russia, morreram 80 pessoas e mais de 100 feridos, segundo consta, o avião estava com o tanque muito cheio, diferente da configuração de vôo que os pilotos estavam acostumados a executar tal manobra e os pilotos tinham tomado uma vodka antes da apresentação, após isso que as apresentações tiveram uma regulamentação sobre a distância mínima e altura dos espectadores!

    ResponderExcluir
  2. O sonho do homem concretizado.
    Voar, sensação de liberdade de domínio.
    Como tudo na vida existe o reverso.
    O vídeo ilustra bem o horror de um acidente.
    E quando não é acidente?

    ResponderExcluir
  3. Belamente nao e uma palavra na lingua portuguesa... Blogueiro e osso.

    ResponderExcluir
  4. Triste, não foi bom pra mim ter vito o video, por que adoro caça!

    ResponderExcluir
  5. acerca da primeira foto fica prejudicada a compreensão do que foi afirmado...ora..a foto é de 1989 e a repercussão é atual? pq é a única forma de se compreender a afirmação uma vez que não havia blogs em 1989 e a internet,na época, ainda era bastante rudimentar.

    ResponderExcluir
  6. As coisas que continuam repercutindo na Internet não necessariamente atuais, por exemplo, a foto do episódio do estudante chinês que parou uma coluna de tanques na rebelião da Praça da Paz Celestial, apesar de ter acontecido em 1989, ou seja, não é atual, continua sendo veiculada

    ResponderExcluir