Pesquisar

22 de jun de 2010

A difícil escolha das mulheres entre o homem possível e o Metrossexual.

O homem metropolitano inicia prematuramente a sanha do cuidado pessoal, quando desde cedo começa a se preocupar com espinhas, e vai disfarçadamente ao salão de beleza fazer limpeza de pele, onde acaba se familiarizando com o fascinante mundo da auto-ajuda estética, tais como a magia dos cremes rejuvenescedores, navalhas, ceras, massagens, câmaras de bronzeamento, laser, lifting, tinturas, etc.

É assim que nasce mais um metrossexual, para o deleite de algumas mulheres e o desespero das old fashioned. Algumas correntes de pensamento acreditam que eles são a resposta ao anseio da nova geração feminina por homens bem cuidados, em detrimento do tipo masculino tradicional desleixado, careca e barrigudo.
Metrossexual e homem possível

Contudo, elas sentem falta do homem equilibrado, localizado equidistantemente entre o troglodita e fedorento torcedor de futebol e o rico, penteado e perfumado David Beckham. Aliás, para a maioria delas sendo rico, o resto não importa.

Como elas devem se contentar com um dos extremos, excetuando-se o rico que não é sonho de consumo praticável, são obrigadas a elaborar táticas de sobrevivência num mundo masculino surpreendente, que entende mais de máscaras faciais, liftings e peelings do que elas mesmas.

Do alto do seu espírito prático, as mulheres tendem a aceitar com carinho os metrossexuais como irmãos de sofrimento, pois tais almas penadas compartilham os seguintes tormentos:
- o suplício dos processos depilatórios;
- a dor dos pelos encravados no pós-depilação;
- a agoniante coceira dos novos pelinhos nascendo nas zonas genitais recém-depiladas;
- prazo vincendo da drenagem linfática;
- unhas rachadas e necessitando "de um trato";
- a ansiedade despertada pelas cutículas implorando por um corte;
- a vital escolha entre máscaras faciais: a superficial de jojoba com vitamina E, ou de limpeza profunda e revitalização com barro do oriente médio;
- o pesadelo das sobrancelhas que teimam em virar taturanas em 3 dias;
- a escravizante rotina de enfrentar o salão de beleza de 15 em 15 dias (e perder o ti-ti-ti? Nem morta!).
- a torturante visão no espelho da cara descaída necessitando de um Up.

Por falar em espelho, para as mulheres deve ser um espetáculo meio non sense dividir com um homem vaidoso o seu espelho, assim como suas lâminas depilatórias, cremes hidratantes, loções, shampoos anti-queda, sabonetes esfoliantes, lama do Mar Morto e todo arsenal estético sobre o qual elas reinavam absolutas.

A minha grande curiosidade é se elas estão dispostas a dividir as suas nécessaires. Espero que não, para que isto seja preservado como o último elo simbólico das diferenças entre homens e mulheres, a menos é claro, que os Metrossexuais carreguem as suas próprias e pesadas nécessaires, o que já é uma realidade em países avançados - onde já sumiu o último vestígio de separação entre os gêneros.
Metrossexual e necessaire

Leia também:
» Descubra se você é Metrossexual em 13 perguntas.
» Metrossexual: Pior do que uma mulher vaidosa, só um homem vaidoso.
» A difícil arte de sair com um metrossexual.

6 comentários:

  1. Tal como as mulheres, também alguns homens (?) desfrutam de pequenos prazeres.

    A cosmética masculina é um mercado em ascensão e não é apenas o gel de barbear ou o aftershave. Creme anti-rugas, de olhos, hidratantes de rosto e corpo são alguns dos produtos que cada vez mais se procuram, sendo, a queda de cabelo, o maior problema que os preocupa.

    Folheiam revistas femininas sabem o que as mulheres querem e sobre o que falam e acham-nas divertidas.
    Avaliam o estilo de outros homens reparam diariamente como os outros homens se vestem, no seu físico.
    O irónico é que muitas mulheres apreciam este novo modelo.

    Será que o homem macho está em, vias de extinção?

    ResponderExcluir
  2. Se depender de mim, pode ter certeza que não!!!

    ResponderExcluir
  3. As fotos usadas pra ilustrar metrosexuais e os homens possíveis foram tristesssss.. para ambos os casos!!

    Homens.. o mínimo de cuidado e vaidade é necessário SIM!! mas sem exageros também né...

    Se os homens possiveis forem ogros, fedorentos, gordos e carecas.... to fora! que bom q estão em extinção então.. hihihi

    ResponderExcluir
  4. A única coisa que me preocupo é com meu cabelo, não quero que caia. O pior de tudo é que ultimamente homens estão virando mulheres, vai entender.

    ResponderExcluir
  5. Eu me depilo em algumas áreaas e me preocupo com o cabelo. Espinhas só tinha na adolescência, hoje em dia aparece uma ou outra de vez em quando mas nada grave. E malho. Agora, drenagem linfática, nem penso nisso. Unha então, mantenho a higiente, mas são todas irregulares, cortadas no dente mesmo, e nada de base ou tirar cutícula. Mas não vejo problema em quem faça.

    ResponderExcluir
  6. Surpresa! Os depoimentos revelam que os homens se preocupam bastante com o cabelo. Agora, "depilar algumas áreas" atiça uma enorme curiosidade sobre quais seriam.

    ResponderExcluir