Pesquisar

23 de jun de 2010

Terapias curativas alternativas ou bizarras.

Apesar dos avanços das terapias baseadas no conhecimento científico e aparatos tecnológicos, muitos métodos antigos de cura continuam tendo adeptos e, talvez, jamais venham a ser abandonados por nichos da população, que sempre procurarão tratamentos alternativos.

Trepanação.

O ato de abrir voluntariamente um buraco na cabeça está ligado à procura da cura de vários problemas, desde graves enxaquecas, passando por doenças mentais, até à satisfação do anseio místico de uma maior comunhão com o cosmos.
» Um buraco na cabeça para abrir a consciência.

Auto-hemoterapia.
Retirar o próprio sangue da artéria e reinjetá-lo nos músculos é apregoado como instigador do sistema imunológico contra várias afecções, que vão desde a acne à gripe.


Urinoterapia.
A ingestão da própria urina, supostamente usada há muito tempo na medicina tradicional indiana, promete curar várias doenças, tais como o fortalecimento do sistema imunológico e o câncer.


A cura pela água.
O livro “A cura pela Água de Lois Kuhne tem suscitado uma multidão de simpatizantes pelo mundo inteiro, que ao seguirem à risca seus diversos tipos de tratamentos, obtém sucesso contra muitas afecções usando a água como o único remédio.

» Casos de Cura – Livro Roteiro da Saúde.


Viver de luz.
É possível a pessoa humana renunciar ao ato de comer e viver apenas de Prana (ar e luz)? Para milhares de pessoas ao redor do mundo, isto além disto ser realidade, é uma filosofia de vida.

» Indiano 70 anos sem comer e nem beber nada – Viver de Luz.
» Vivendo da luz.

Homeopatia.
Céticos britânicos se "suicidam" ingerindo doses maciças de remédios homeopáticos.
A homeopatia não deixa de ser uma variação da Cura pela Água, já que aplica o princípio da memória da água para reter o “desenho energético” de uma substância depois de centenas, ou milhares de diluições do mesmo agente causador dos sintomas da doença. Não obstante o ceticismo reinante em torno do método criado por Christian Friedrich Samuel Hahnemann, ele é um dos tratamentos de maior sucesso contra diversos graus de depressão.
» Desfazendo mitos sobre o tratamento homeopático.
» Fracassa "suicídio homeopático" de céticos britânicos.

4 comentários:

  1. Através desta postagem conclui-se que a Luz é nutritiva e não engorda!
    Das terapias tratadas aqui, utilizo a homeopatia com sucesso. Porém, ao usá-la minha intensão nunca foi o suicídio!

    ResponderExcluir
  2. Esse "suicídio homeopático" foi um protesto para que não classifiquem os homeopáticos como "droga", pelo fato de não causarem "overdose". O grupo ingeriu vidros de medicamentos homeopáticos e nada aconteceu rs.

    ResponderExcluir
  3. Utilizo a Ah há 38 meses e divrsas mazelas sumiram. Gripes? Aftas constantes? gastrites leves? inflamação da perda da cartilagem de meu joelho? amidalites de repetição? PASSAOD! EM parentes: asma, hipertensão, depressão, TPM, sintomas de menopausa, uma cirurgia de tireóide evitada, enxaquecas, cólicas menstruais intensas.. tudo controlado, curado ou amenizado, ao menos... e isso com somente a AUTO-HEMOTERAPIA!!!
    Olivares Rocha
    quer saber mais?
    livreto, em versão digital:

    http://www.4shared.com/dir/14857797/4b1e39d7/sharing.html

    e
    fórum: CLUBE CÉTICO – WWW.CLUBECETICO.ORG

    http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=8361.0

    ... debate com médicos e detratores da terapia, cujo argumento final foi o de fechar o fórum…

    ResponderExcluir
  4. Oi pessoal. Sou estudante de Farmácia e terapêuta. A homeopatia é uma ciência, muitos acreditam muitos não acreditam, mas os farmácêuticos e médicos homeopátas conseguiram provar que é uma ciência. Então muitas pessoas preferem este tido de tratamento por não causar os efeitos colaterais que os medicamento alopáticos causam.
    A Homeopátia produz o medicamento para uma determinada pessoa e este medicamneto só irar servir para ela. Produz o Pricipio Ativo do medicamento com causador da doença. E muito mais...Por tanto não acreditem em tudo que publicam e comentão.....
    Antes de escolher a melhor forma de se tratar pergunte ao se médico os benefícios,periodo de tratamento, as consequências até ficar exclarecido o tratamento.

    Maderleyny Cristina http://sigmainstituto.blogspot.com

    ResponderExcluir