Pesquisar

18 de set de 2009

A Máquina do Tempo Steampunk.

Uma máquina do tempo deve servir para deslocamentos temporais, porém, tal dispositivo, apesar de ser corriqueiro nos enredos de ficção científica, está longe de se tornar fato concreto e é vislumbrável no mundo real apenas em algumas teorias amalucadas da Física especulativa.
A inviabilidade do projeto não impede que artífices habilidosos construam as suas versões deste conceito e, melhor ainda, ao estilo Steam Punk. Foi o que fez o camarada Steampunker Alan Rorie que se apresenta sob a alcunha de Almost Scientific.
Alan concebeu uma escultura cinética de nome esotérico The Dihemispheric Chronaether Agitator, um mecanismo genuinamente Steampunk, tanto que se move graças à energia transferida por uma máquina a vapor, conforme mostrado no vídeo.

Não obstante a função da escultura ser nula enquanto dispositivo prático, o artista tem obtido grande receptividade para a sua criação em exposições de obras Steampunk, tais como a Edwardian Ball e integrará a instalação Steampunk Treehouse(*) no festival de música Coachella.
Apesar de não ser uma Máquina do Tempo scritu sensu, ela serve para fazer passar o tempo de quem contempla o seu funcionamento. Isto prova que há muito trabalho a ser feito no terreno das máquinas imaginárias!

História do Dihemispheric Chronaether Agitator (texto publicado no vídeo).
O terremoto de 1906 que devastou San Francisco nos EUA, também destruiu o laboratório e o legado do Dr. A.E.I. Pipewell, um cientista recluso, contemporâneo de Tesla, Marconi e Thomas Edison.

Recentemente, o Almost Scientific obteve uma série de documentos perdidos de autoria do Dr. Pipewell. Tais documentos, preservados da destruição graças ao armazenamento em vácuo no interior de um vidro dentro de um cofre de aço, continham uma série de esquemas incompletos de mecanismos impressionantes.

Com base em tais esquemas, Almost Scientific começou a fabricação. O vídeo mostra o “DIHEMIPHERIC CHRONAETHER AGITATOR” em funcionamento, um aparelho que, segundo o Dr. Pipewell, seria capaz de provocar o retrocesso no tempo de 1 segundo por segundo.

Os desenhos gravados em bronze e descritos com grande detalhe nos papeis do Dr. Pipewell, como você pode comprovar, antecipam o design de circuitos elétricos, que seriam inventados somente 60 anos depois.
Infelizmente, a extrema reclusão do Dr. Pipewell, assim como o seu misterioso desaparecimento durante a 2ª guerra mundial, impediram que tais projetos tivessem recebido a devida atenção que mereciam.

(*) Treehouse - Casa árvore em estilo Steampunk fez o seu début no festival Burning Man de 2007.

Referências:
The Dihemispheric Chronaether Agitator [Almost Scientific]
Máquinas do Tempo: até onde vai a fantasia e quando começa a realidade? [Blogpaedia]
Burning Man, o extravasamento de todos os sentidos [Blogpaedia]

2 comentários:

  1. conheci um hippie imundo, com uma maquina do tempo igualzinha a essa

    Drugs is bad... m'key?

    ResponderExcluir
  2. Bruno Cientista do Tempo17/12/2009 07:06

    Legal essa engenhoca apesar de não ter nem um Fundamento é Bem Fisico MuitoLegal!!!

    ResponderExcluir