Pesquisar

10 de jan de 2009

10 fiascos proféticos sobre tecnologia.

O exercício de futurologia em tecnologia apresenta grandes percalços. Se por um lado algumas novidades bombásticas que tinham tudo para dar certo viraram micos, por outro, alguns dinossauros julgados extintos, teimam em continuar palmilhando a superfície da terra. Na era da convergência tecnológica é extremamente hilário o quanto certos anúncios bombásticos se revelaram ao longo do tempo grandes fracassos.

1- Os Mainframes estão mortos. Link1, Link2.
Ninguém avisou a IBM sobre isto, pois além deles continuarem no negócio, investiram 1,5 bilhões de dólares no desenvolvimento do mainframe z10 de 1 milhão de dólares (configuração mais robusta). A morte dos mainframes além de não estar no horizonte visível, pode se revelar completamente desproposital se o conceito de "Cloud Computing" decolar.

2- O fim do processamento local e a invasão da computação nas nuvens (Cloud Computing).
Justamente a falta de Mainframes talvez tenha sido um dos motivos a torpedear até agora a profecia que vaticinava a extinção da computação local. Teoricamente nestes instantes de 2009 você deveria ter na sua casa um computador vagabundo de 100 dólares, tipo terminal burro, com um bruta acesso à Internet e todos os seus dados estariam voando em servidores de fotos, documentos, arquivos binários, vídeos, etc.

Até hoje, o sonho de consumo dos fornecedores de serviços via Internet não se concretizou, em parte pela nossa desconfiança e resistência e em parte pela incompetência deles em nos fornecer 100% de segurança. Quando um Data Farm global explodir com os dados da sua vida inteira dentro, você vai reclamar para o Papa?

3- O Chrome vai acabar com Iexplorer.
O grande hype dos blogs de tecnologia provou que o Google não é o rei Midas, pois nem tudo o que ele toca vira ouro. O Brower que nasceu com a missão sagrada de destruir o todo poderoso Iexplorer da Microsoft, no máximo conseguiu até agora dar uns arranhões na pele do Fire Fox. A única façanha que o Google conseguiu até agora foi impedir que o Fire Fox abocanhasse mais de 50% do mercado, como tudo indicava antes do lançamento do Chrome.

Para fins de corroboração, vejamos como os acessos ao Blogpaedia em dezembro de 2008 demonstram a coisa em números, que valem mais do que mil palavras.
Participação do Chrome

4- Lançado o sensacional laptop MacBook Wheel que substitui o teclado por uma roda.
Tem gente que acreditou. Este negócio do pessoal da mídia ficar manipulando telas sensíveis ao toque pode induzir as pessoas a acreditar em contos de fadas. Vejamos o caso de um suposto lançamento da Apple, o MacBook Wheel, cujo teclado foi substituído por uma roda sensível ao toque.

A coisa vira piada depois que vemos no vídeo um carinha dizer que gastou “apenas 45 minutos” para digitar um simples email e depois que damos conta das truncagens feitas no vídeo montado e dublado pelo pessoal brincalhão do site TheOnion em cima de imagens reais filmadas num MacWorld qualquer.

Um dos blogs tecnológicos que embarcaram no fake tentou emplacar o link no Uêba, mas foi devidamente glosado pelo Gilberto Knuttz, que diligentemente disparou a sentença via Twitter:
Um exemplo prático de porque eu não solto notícias em blog sem fonte corroboradora no Uêba, HOAX passado como lançamento: Link.

Irônico como sempre, o Cardoso também comentou o pretenso lançamento num artigo postado no MeioBit e o fez de maneira tão “séria”, que as salsinhas acreditaram:
"Tudo está a algumas centenas de cliques de distância", diz um representante da Apple, enquanto demonstra a facilidade de uso do equipamento.

5- O Cuil vai fustigar o Google. Link1, Link2.
O novo sistema de buscas na internet, com um nome no mínimo pitoresco para os falantes de português, Cuil, gerou um intenso Hype nos blogs de tecnologia. Todos eles experimentaram e adoraram aquela interface preta que exibia os resultados de maneira revolucionária, com imagens e o escambau.

Primeiro teve o caso das imagens pornográficas que apareceram em resultados de pesquisas sérias. Mas, o maior senão do novo Cuil e a explicação do porquê no pós hype da sua participação ter mixado a sua participação no mercado de buscadores, é uma: hoje, agora, pesquisei o verbete “blogpaedia” e o Cuil exibiu apenas 4 páginas de resultados e, inexplicavelmente, nenhuma delas referenciou diretamente o meu humilde blog.

6- Google lança o Knol para concorrer com a Wikipedia.
Mais uma prova de que nem tudo o que o Google toca vira ouro é o famoso Knol, que traduzindo em miúdos significa Unidade de Conhecimento. Passado hype do Tsunami nos Blogs de Tecnologia, continuo consultando diariamente o Google e NENHUM verbete publicado no Knol entra nas primeiras páginas de resultados. A boa e velha Wikipedia permancece no TOP 1 dos resultados no próprio Google. Por quê? Simplesmente porque a “brilhante idéia” do Google de derrubar o maior esforço colaborativo feito pela humanidade desde o dilúvio, deu com os burros n’água dos SPAMS, conteúdos duplicados e Plágios.

Para resumir a ópera, podemos dizer que o Knol tenha se convertido numa espécie de Orkut das enciclopédias virtuais, mas sem os brazucas.

7- O Brasil entra na era da Televisão aberta Digital de Alta Definição. Link1, Link2.
Até agora a Televisão Digital que o governo Lula trombeteou no início do ano como a quintessência da modernidade, está restrita a alguns guetos das grandes cidades. A verdade verdadeira é que o antigo sistema de televisão feito sob medida para a passividade das massas que assistem o que está passando, está com os dias contados. Na era YouTube, depois que foi inventado o streaming de vídeo, as pessoas se tornaram viciadas em programação sob demanda. Você determina quando e onde assistir os seus programas favoritos e a televisão vai ter que se adequar a isto. Para tanto, as emissoras vão ter que se transformar em Data Farms de dados de vídeo, para se capacitar a fornecer o seu produto através de multi-meios.

Enquanto o governo Lula dentro do seu pensamento tecnológico atrasado nos acena com um sistema ridículo de difusão de TV Digital via antena UHF e patéticos conversores, queremos receber o sinal via Internet, Iphone, Blackberry, Satélite, rádio, fibra ótica, etc., e mais ainda, queremos interagir com a programação assim como fazemos com a Internet.

Quando eles acertarem todas as pontas do complicado sistema de TV digital, correm o risco de entregar um produto obsoleto que vai apodrecer nas prateleiras, como já está acontecendo com o bendito conversor feito para as pessoas fazerem a ponte entre o velho hardware das suas casas às “novidades” que vêm pela infame antena UHF.

8- Todos vão ter acesso a TV no seu celular.
Você poderia estar vendo televisão no seu celular de última geração, mas isto não é verdaeiro porque você é o coelho no meio da guerra entre dois leões famintos. De um lado as emissoras querem esfolá-lo por cada segundo de programação e de outro, os provedores insistem em ganhar a parte do leão cobrando por cada byte trafegado nas suas preciosas infovias.
Enquanto isto ficamos sem ver o episódio do nosso seriado favorito sob demanda, enquanto quaramos na sala de espera mais torturante do mundo, a do dentista. Resta-nos ler a Revista Veja do tempo em que o FHC tinha cabelo preto.

9- O Blu-Ray é o sucessor do DVD.
No acender das luzes do ano de 2008 a Toshiba jogava a toalha na guerra do formato HD-DVD x Blu-Ray, que ela e a Sony travaram por uma década pela supremacia do vídeo digital em alta definição. Então a coisa parecia ser teoricamente simples: a Sony entrava no campo de batalha cheio de cadáveres, fincava a sua bandeira no chão ensanguentado e declarava a vitória final e o início de uma era de faturamento e prosperidade.

Hoje já sabemos que esta foi mais uma vitória de Pirro na arena tecnológica, ou seja, na acirrada disputa entre as duas gigantes do entretenimento eletrônico, elas esqueceram do mercado, que entrementes fez as suas próprias opções e uma delas foi rejeitar os famosos disquinhos que a indústria nos tem empulhado até agora.

Mede-se o fracasso de uma coisa quando ela não pirateada, este é o caso da clonagem dos discos de Blu-Ray que você não encontra nas calçadas da Rua 25 de março, ainda mais porque eles estão sendo escassamente produzidos.

10- Playstation 3 é o sucessor do Playstation 2.
O Playstation 2 foi o maior sucesso de todos os tempos em matéria de consoles de jogos, com mais de 150 milhões de unidades vendidas. No entanto, o seu sucessor continua fazendo água, em parte pela maldição do fracasso do Blu-Ray, em parte pelos problemas de hardware (superaquecimento), em parte pela falta de compatibilidade e na maior parte pelo alto preço, tanto que o Plínio Torres o elegeu como o Mico tecnológico mais caro do ano de 2008.

Diferentemente do Playstation 2 que foi O console, enquanto o resto era o resto, o Playstation 3 teve que ir para a várzea disputar ombro a ombro um lugar ao sol com o Wii e o Xbox 360.

A tempo: em 2008 o Playstation 3 segurou a lanterninha dos consoles de jogos de última geração comprados nos Estados Unidos, segundo o blog NoReset.
Autor: Isaias Malta

Link Relacionado:
Retrospectiva: micos tecnológicos de 2008.

18 comentários:

  1. Belíssima coletânea dos fiascos tecnológicos. Ainda há pessoas que acreditam que qualquer coisa feita pelo Google ou pela Apple são a vanguarda, vão tomar o mercado, destruir os concorrentes e só por ser lançado já tem uma aparente superioridade (mesmo que o que já esteja funcionando seja melhor e muito mais interessante que a nova criação).

    Parabéns pelo ótimo post.

    ResponderExcluir
  2. Não acredito que o BlueRay tenha sido um fiasco, na verdade ele não começou ainda, por causa dos custos altíssimos de novidades por aqui, o player de blue ray ainda vai levar um bom tempo pra ser difundido nas casas, talvez um pouco mais rápido do que o dvd levou, só aí começa a distribuição em massa, isso é estratégia, ninguém vai colocar à venda milhares de filmes blue ray num mercado onde ninguem tem o player

    ResponderExcluir
  3. Algumas questões como o BluRay e a TV digital ainda são muito recentes para serem considerados fiascos, não é possível afirmar muita coisa sobre algo que acaba de ser lançado.
    O Chrome realmente pra mim foi decepção total, muito pobre, pois não acrescentou nada de útil em relação ao Firefox, mil anos a frente.

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito na idéia do cloud computing, onde os computadores pessoais serão simples acessos. Na minha opinião esse conceito ja está se tornando real. O maior exemplo na minha opinião é o impressionante photosynth.

    ResponderExcluir
  5. Daniel Macedo14/01/2009 14:50

    Concordo.Menos no que tange o Playstation 3.

    1º O aparelho é caro,mas nada muito relevante,100 dolare de diferença!

    2ºSe o PS3 tem problema de aquecimento,imagina o X360...

    3ºO PS3 recebeu excelentes games em 2008,ganhando até do X360.

    O que acontece é que na visão de certos senhores,para ser bom tem que vender muito e isso é patetico.
    O X360 é infinitamente melhor que o Nintendo WII,mas ele vende menos.

    Resumindo,o PS3 pode ter sido ruim em 2007,mas hoje ele não perde em nada para seu arqui-inimigo,X360.
    Ao menos no serviço online.


    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Definitivamente, a pessoa que "prefetizou" que Blu-Ray é o fiasco do ano, não saiu do Brasil este ano...

    Estive vários meses em Dubai e em algumas cidades dos EUA em 2008 (7 meses do ano) a trabalho e posso dizer duas coisas:

    1) Há mais Blu-Rays que DVDs nas prateleiras
    2) Vende-se mais Blu-Rays que DVDs

    Aqui no Brasil, onde se consome apenas o que é falsificável, sim, vai levar um tempo pro Blu-Ray emplacar. Agora, considerando o termômetro interno pra proferir uma pérola destas... ficou feio!

    ResponderExcluir
  7. PS3 super-aquecendo?

    Eu já vi N casos do XBOX360 aquecendo ou dando o RROD (Red Ring of Death). Entretanto, conheço pelo menos 10 pessoas que têm PS3 há mais de 1 ano e nunca deu problema, nem super-aqueceu.

    Eu mesmo possuo os dois consoles: O XBOX foi pra conserto 4 vezes já e o PS3 você pode jogar o quanto quiser que nunca nem trava...

    Típica lista baseada em achismos.

    Mais fatos, menos falatório.

    ResponderExcluir
  8. Não Concordo com muita coisa que voce escreveu.
    Dizer que o Blue-Ray é um fracasso, não faz o menor sentido! Quanto tempo demorou para o DVD implacar aqui no Brasil? Acho que o Blue-Ray esta caminhando bem mais rapido que o DVD caminhou, já vejo discos B-R sendo vendidos nos shoppings e gravadores B-R com o preço baixando.
    Coisa semelhante penso sobre o PS3... Quando o PS2 foi lançados não tinha concorrentes diretos e ele vinha com todo o imbalo do PlayStation. Já com PS3 é diferente: veio a público com seus dois concorrentes já lançados e vem ganhando força.
    Sobre o cloud computing, a transformação não é um processo imediato, você não pode ouvir falar do conceito em um dia e querer que no dia seguinte de manhã ele já esteja implantado, deve-se esperar um pouco mais para poder dizer se é um fracasso ou não.
    O mesmo penso sobre o Chrome, não vejo uma publicidade ostensiva do google em cima de seu navegador e mesmo assim, segundo o grafico de acesso a este site, ele tem o dobro de usuários do Safari. Acho que você deve ter um pouco mais de paciencia para decretar o fiasco desses lançamentos.

    ResponderExcluir
  9. vixiiii... blueray é o canal...

    ResponderExcluir
  10. vixiii,,, o kra ta por fora

    ResponderExcluir
  11. O Blue-ray ainda não emplacou em nenhum lugar do mundo. Talvez só em Dubai, uma terra de idiotas - Em Paris, ninguém nem sabe o que é isso. Em Nova York, por exemplo - voltei agora, ninguém aluga, ninguém tem. Quer a prova, o link das maiores locadoras de NY estão aqui: 1-http://dvdspalace.com/home.php?cat=16
    2-http://www.blockbuster.com/browse/catalog/movieDetails/10121

    Confira: Há, como aqui no brasil, seções especiais para o Blue-ray (ainda sem divisão entre Drama, Aventura, Suspense).

    Os únicos que compram DVDs no mundo são os Nerds, os novos-ricos e os desinformados. Gente inteligente, rica, bilionária, ou pobre, não compra, não tem pressa.

    ResponderExcluir
  12. montes de besteiras faladas a um ano atraz, o blu-ray, é um sucesso no mundo nos estados unidos só se fala em blu-ray, não em dvd, no Brasil o preço baixou mais 50% e os dvds estão em liquidação constante!

    ResponderExcluir
  13. E pessoal, quem esta lendo meu comentario agora deve estar pensado.. passado todo esse tempo desde que o post foi lancado, cade o blu-ray??? estive na finlandia e noruega a 1 semana atraz em um encontro sobre IT Services, conversei com bastante gente que vive e respira tecnologia na europa, saibam que por la PS3 nao se vende e nao se joga muito, muito menos blu-ray, a maioria das casas de classe media alta na europa tem tvs lcds, leds, plasma e a maioria nao quer saber de blu-ray somente os mais aficionados por alta definicao... concordo que o blu-ray nos proporciona uma imagem infinitamente melhor que o DVD e pra quem gosta so tem blu-ray mesmo nao tem outra midia... mais pelo que pude observar aqui e no brasil. a populacao nao quer saber de alta-definicao.... e nem toquei no assunto dos canais HDs de tv paga hein!!!!! acho que o blu-ray ja era... mais essa e aminha opiniao.. eu nao sou dono da razao e espero que eu esteja errado, assim poderei daqui algum tempo usurfruir de uma tecnologia melhor e mais acessivel do que o DVD

    ResponderExcluir
  14. Finlândia no verão? Aí não tem graça, rsrsrs! Pensando cá com os meus botões, assim como o Blu-Ray não decolou, talvez nenhuma outra mídia se imponha como padrão o massivo que acontecia na era pré-Internet. No futuro haverá um padrão tão vitorioso como o Blu-Ray hoje?

    ResponderExcluir
  15. Nada técnico nesse post. Apenas opinião pessoal de alguem que se inveja das novidades. Vai na conta de Maria vai com as outras e esconder esse fanboyismo de uma empresa.

    Se HD-DVD fosse campeão, esse mesmo poster nem estaria listando como fiasco. Deixe de ser futil pra começar a comparar vantagens democráticas. Não preciso comentar que é mais um ao lado da Dilma.

    ResponderExcluir
  16. Você é o típico que espera que uma tecnologia nova vire sucesso no dia seguinte, e se não for assim, é fracasso.

    ResponderExcluir
  17. O mundo esta online , e não tem volta.
    Midia fisica ??????????

    ResponderExcluir