Pesquisar

12 de jan de 2010

Chimpanzé ou Homem: Quem evoluiu mais?

macaco e homem, pensando

Apesar de algumas críticas severas sobre a metodologia de reconstrução do esqueleto de uma fêmea de Ardipithecus ramidus, um hominídeo que viveu há 4,4 milhões de anos na Etiópia, essa tem sido eleita como a maior descoberta científica de 2009.

O fóssil apelidado carinhosamente de 'Ardi' é mais de um milhão de anos mais antigo do que 'Lucy', o mais antigo ancestral hominídeo conhecido e, por isso, nos aproximam mais do elo evolutivo existente entre a nossa espécie e os outros primatas.

Descoberto em 1992, após ter sido vasculhada cuidadosamente uma enorme extensão do deserto etíope, esse esqueleto necessitou de 17 anos de análises cuidadosas, desenvolvidas por uma equipe de cientistas liderados por Tim D. White, da Universidade da Califórnia, em Berkeley, para ser “reconstruído”. Em outubro de 2009 a revista Science publicou 11 artigos escritos a partir da análise dos mais de 100 fragmentos desse esqueleto.

ardi_Ardipithecus_ramidus

Especula-se que Ardi seja o elo mais antigo entre humanos e chimpanzés. Embora não haja certeza de que seja, de fato, nossa ancestral.

Através das reconstruções realizadas, supõe-se que sua postura era bípede e isso põe em cheque algumas teorias atuais sobre o surgimento dessa forma de andar, tão caracteristicamente humana.

Já foi amplamente divulgado, mas vale lembrar, que esse fóssil tem características intermediárias entre o esqueleto de humanos e de chimpanzés.

Como se sabe que Ardi tinha o corpo recoberto de pelos?

Não se sabe, mas a reconstrução artística de Ardi foi feita peluda como são os grandes símios (Chimpanzés, bonobos, gorilas e orangotangos), porque se acredita que uma característica compartilhada por um maior número de espécies de uma mesma ordem (Primatas) seja o padrão apresentado pela forma ancestral, pois parece mais lógico que tenha desaparecido em apenas uma das formas do que surgido, independentemente, em várias.

Porém, mesmo tendo o corpo peludo e um cérebro pequeno, o chimpanzé também evoluiu e se diferenciou bastante do ancestral comum. Por isso é um grande equívoco pensar que “o homem surgiu do macaco”, atribuindo a Darwin essa afirmação, pois o que ele sempre afirmou é que ambos tiveram um ancestral comum.

O aspecto interessante de Ardi é questionar nossa tão tradicional iconografia sobre a evolução humana, partindo de uma postura mais curvada para uma mais ereta. A charge abaixo faz uma crítica dessa iconografia, mostrando que o homem contemporâneo volta à postura curvada, mas veja que o primeiro da fila é um chimpanzé, reenfatizando a equivocada idéia de que o homem descendeu do macaco.

evolucao_humana

Se de fato Ardi era bípede o encurvamento dos demais primatas representa uma evolução em relação ao ancestral comum. Pensar assim se contrapõe a lógica que costumamos adotar, pois esta postura teria surgido, independentemente, em um maior número de primatas. Nesse caso, também poder-se-ia pensar que Ardi não era peluda como nossos parentes, mas “depilada” como nós. Intrigante, não?

Eu também concordo que a divulgação de Ardi foi o evento científico mais importante de 2009, já que gerou o debate acadêmico, pois enquanto não surgem fatos que nos levem a questionar nossas teorias, permanecemos estagnados e incapazes de ver as coisas como realmente são, mas sim como queremos que sejam.

Por: Gladis Franck da Cunha

Referências:
BORGES, Jerry C. As 2010 listas para o ano novo. Blogues/Conexão-CH: Ciência Hoje on-line. 08/01/2010. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br/blogues/conexao-ch/as-2010-listas-para-o-ano-novo/?searchterm=ardi

LUSKIN, Casey. Ardi, novos fósseis da evolução humana, estilhaçados. Design Inteligente. 03/10/2009. Disponível em: http://designinteligente.blogspot.com/2009/10/ardi-novos-fosseis-da-evolucao-humana.html

SBPC. Ardi, nossa nova avó. Ciência Hoje, vol. 45, n.265, p. 16, novembro, 2009.

2 comentários:

  1. Temos hoje um conhecimento..sobre, medicina, história, geologia, matemática, ciência em geral.
    Porém, existem questões antigas que parecem não ter resposta. Quando olhamos dentro de nós mesmos, várias perguntas se levantam, como por exemplo:
    Como surgiram as diversas formas de vida? Se foram criadas, quem as criou?

    Einstein escreveu " A ciência sem a religião é coxa, a religião sem a ciência é cega "

    Carl Sagan - " A vida é só um olhar momentâneo nas maravilhas deste espantoso universo, e é triste que tantos estejam perdendo tempo com fantasias espirituais "

    Dois homens brilhantes sem dúvida.

    As pergunta que tenho são simples e complicadas.
    Qual a origem do Universo e da vida?
    Como posso assim falar em evolução?

    ResponderExcluir
  2. foi da abelha, eu li isto!
    tudo começo da abelha, se ela morrer nós morremos.
    viva a ferroada!

    ResponderExcluir