Pesquisar

5 de jan de 2010

Os 7 pecados mortais dos Blogs.

São tantos pecados que o blogueiro pode cometer, que me ative aos principais, responsáveis pelo falecimento da maioria dos Blogs nos primeiros três meses de vida. Estes mesmos pecados condenam a maioria dos sobreviventes deste mercado altamente competitivo à eterna condição de microblog, ou seja, Blogs com menos de 3.000 visitantes por mês.

1) Poluição visual e sonora, Blogs muito pesados.
a- Excesso de propagandas: na ânsia de ganhar dinheiro, você pode matar a galinha dos ovos de ouro aborrecendo seus leitores/consumidores com a sua ânsia excessiva de ganhar dinheiro às custas deles.

b- Música de fundo com Player ligado: imagine que um leitor seu dá uma fugidinha no seu Blog em ambiente de trabalho e, por engano, deixou as caixas de som no máximo e o chefe está passando naquele instante... Portanto, se quiser oferecer música aos seus leitores, tenha o cuidado de configurar o gadget para a posição “desligado”.

c- Excessivo número de elementos: refreie a sua compulsão de oferecer todas as traquitanas possíveis ao seu leitor numa única página. Inspire-se no visual espartano dos grandes Blogs e saiba que eles chegaram àquilo depois de levar muitas pancadas na cabeça.

d- Muitos Gadgets instalados oneram o tempo de carregamento: pegue a URL do seu Blog e a submeta ao Site Webwait. Comece a se apavorar se o tempo médio de carregamento exceder 5 segundos, então é hora de cortar frescurinhas, enxugar o layout e deixar o essencial.

2) Péssima programação visual.
a- Popups nojentos: não cometa o pecado de tentar “fisgar” os seus leitores enfiando-lhes goela a baixo janelas sobrepostas à página inicial do Blog para tentar convencê-los a se assinar seus Feeds, ou se cadastrar, ou responder pesquisas, ou qualquer outra frescura que uma mente doentia possa imaginar. Tudo isto serve apenas para torrar possíveis futuros ex-visitantes.

b- Cor de fundo do texto com cores fortes ou berrantes: evite cores que cansam demasiadamente a vista dos seus leitores, tais como preto ou amarelão. Evite também o uso padrões quadriculados contrastantes, pois se o leitor sair do seu Blog com manchas luminosas pululando nas retinas, tenha certeza de que ele nunca mais retornará.

c- Falta de contraste entre cor da fonte e fundo: se o seu texto merece ser lido, a sua cor deve ser facilmente diferenciável do fundo. Os Blogs de maior sucesso no mundo ainda preferem letras pretas contra fundo branco.

d- Fontes miúdas: não cometa tal erro contra os deficientes visuais. Pense em conquistar o maior número de pessoas escolhendo fontes bem legíveis e num tamanho grande o suficiente para serem lidas por qualquer um, independentemente da sua condição visual.

e- Falta de separação entre parágrafos: Blogs que trabalham com textos longos devem estabelecer divisões entre os parágrafos. Ademais, textos longos e sem ilustrações extrapolam o formato do rápido do Blog.

3) Não divulgar.
Não pense que a função do blogueiro se restrinja a produzir bons conteúdos. Além disto, ele deve sair a campo e plantar seus Links nos Sites Agregadores e nas Redes Sociais. Não adianta ficarmos pacientemente esperando pelos humores do deus Google, enquanto cruzamos os braços e esperamos que o nosso valor seja reconhecido. Se não formos à luta, o nosso Blog permanecerá eternamente na categoria fundo de poço do microblog.

Sabia como divulgar seu Blog em: Aumente suas chances de publicação em Sites Agregadores de Conteúdo.

4) Atentar contra o português.

Blogs não são extensão do MSN, Orkut, ou qualquer outra Rede Social, que toleram dialetos, sandices e atentados à língua, tais como miguxês, tiopês, etc. O péssimo português condena certamente ao fracasso qualquer Blog.

5) Dificultar os comentários.
a- Exigir cadastramento: eu condeno veementemente todo e qualquer Blog que exija cadastramento prévio dos seus comentadores e nem considero que isto possa ser considerado blog com letra maiúscula.

b- Não permitir comentários anônimos: quanto maior o número de restrições impostas pelo blogueiro, menos comentadores ele terá e a quantidade de comentários é um sinal de vitalidade dos blogs.

c- Exigir CAPTCHA: muitas pessoas, cujo conhecimento de Internet está na zona limítrofe da inclusão digital, não saberão preencher aquelas letrinhas bobas, que se servem para afastar o SPAM, também afugentam o leitor mais leigo em informática.

d- Falta de agilidade na moderação: devido aos SPAMS, a maioria dos blogs modera os comentários. Porém, os blogueiros devem se precaver contra a morosidade na aprovação dos comentários, pois ele cortará na raiz qualquer possibilidade de discussão entre os seus comentadores.
Leia mais sobre comentários em: 10 mandamentos dos comentadores de Blogs.

6) Conteúdo péssimo e irrelevante.
O conteúdo é o cerne do Blog. Se você não produzir coisas interessantes nas suas áreas de conhecimento, ninguém aceitará divulgá-lo e muito menos lê-lo. Esta é a principal razão pela qual a maioria dos blogs, que não morrem prematuramente, estancam na barreira dos 100 visitantes por dia e ficam assim até a sua extinção.

Saiba como ter relevância na Internet: Relevância na Internet é gelo na mão.

7) Plágio/Confração/Kibação/Chupação.
a- Se você copia um conteúdo e não divulga a fonte, é plagiador e pertence à pior classe de criminosos e parasitas da Internet.

b- Se você copia um conteúdo ipsis literis, sem a devida autorização do autor, e divulga a fonte, comete confração, crime também conhecido popularmente como chupação, ou kibação.

Este tipo de ação, além de gerar ódio e denúncias, jamais trará sucesso duradouro ao blogueiro que quer triunfar no mercado pelos seus próprios méritos.

Saiba mais sobre Plágio e confração: Cópias na Internet, nem tudo é plágio.

Ainda há vários pecadilhos que não foram aqui mencionados, tais como:
a- demorar muito (+ de 1 ano) para ter domínio próprio;

b- não investir num layout/template customizado;

c- não ter um próprio serviço de hospedagem de fotos e ter que recorrer à prática do detestável hotlink;

d- não linkar os blogs alheios: fazer referências a outros Blogs, além de não ser Plágio, é prática altamente recomendável;

e- péssima programação neurolinguística: o lema do seu blog não vai levá-lo ao sucesso se for do tipo "Blog que ninguém lê", ou "Este Blog é uma merda", ou "Ninguém lê esta porcaria", ou "O pior blog do mundo", ou "Comam merda, milhões de moscas não podem estar erradas", ou "Comedor de lixo", etc.

23 comentários:

  1. Gostei muito do texto, pelo visto você está no caminho certo mesmo. Por isso visito esse Blog regularmente.

    ResponderExcluir
  2. O assassinato do Português é um dos piores crimes cometidos pelos blogueiros paraquedistas. Aqueles que sairam do orkut e MSN.
    Valeu pelas dicas Malta.
    Uma abraço...

    ResponderExcluir
  3. oi Malta!
    no item 5-d tem um "não" a mais aqui:
    ...dos comentários, pois não ele cortará na raiz qualquer ...
    depois pode apagar esse coment.

    ótimas as dicas!!
    mas, e a moça da gravata, ela tá mesmo fazendo kibação, é??
    abçs

    Hess
    hess1@bol.com.br

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da sua visão do que não é bom efetuar em blogs! bem prático e certeiro!
    Parabéns!

    Recentemente postei algumas percepções acerca do mundo da blogosfera, embora seja iniciante, me atrevir a escrever algumas linhas!

    Convido a visita-lo,e ficaria feliz por sua opinião:
    " Confissões de uma blogueira precoce" http://meumundoamigo.blogspot.com/2009/12/confissoes-de-uma-blogueira-precose.html

    Abraço
    Kellen

    ResponderExcluir
  5. excelentes as suas preocupações sobre os blogs, sou iniciante por isso pesquiso muito. Fiz um blog, sem saber nada, mas era preciso para divulgar o meu livro O PARAÍSO. Obrigado.
    candidorios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parabéns! Sendo eu um neófito na blogosfera e ainda estando nos primeiros passos na direção de conquistar um espaço para exposição das minhas idéias - se é que alguem está interessado nas minhas idéias - suas dicas vem a calhar.

    Voce tem algum email para facilitar nossa comunicação e eu lhe fazer mais ou menos 3.745.863 peguntas?

    abraços

    www.jotagebece.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Parabens pelas dicas.

    Esse compartilhar de informações e que transforma a internet em mar de sabedoria.

    Abraços e boa sorte

    ResponderExcluir
  8. Muito bacana suas dicas, agora que estou começando como blogueiro vou ficar atento, quanto as suas dicas.

    abraço.

    ResponderExcluir
  9. Samuel e Andréa,
    Bem vindos ao mundo dos Blogs e fiquem atentos para colher mais as alegrias do que os maus ventos.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns !!! Gostei muito de tudo que você postou, só estou com receio de não saber colocar tudo em prática...rsrs

    Mas agora já sei onde recorrer quando as duvidas surgirem, que serão muitas.
    Quando puder de uma passadinha no meu blog, sua opinião vai ser muito importante.

    Obrigada pela ajuda.

    ResponderExcluir
  11. Telma,
    gostei muito do padrão de fundo em aquarela. O negócio é seguir na simplicidade e primar pelo compartilhamento, tipo, disponibilizar fotos sem logotipos sobrepostos.

    ResponderExcluir
  12. Obrigada pela atenção.

    Vejo blogs com tantos "enfeitinhos" até tentei colocar alguns, mas não consegui...rsrs

    agora estou vendo que foi bom não ter conseguido.

    Pelo que entendi não devo colocar marcas nas minhas fotos ...

    Mais uma vez obrigada.

    ResponderExcluir
  13. O ideal é que quando as nossas fotos sejam referidas por outros Blogs, elas possam carrear créditos através links espontâneos. A política de marcar as fotos vai contra o espírito livre de compartilhamento que deveria predominar na WEB. Isto facilita o roubo? Sim, facilita, mas de qualquer forma você pode reclamar os créditos posteriormente, assim como às vezes sucede no Blogpaedia quando uso fotos sem autoria definida. Quando o autor reclama os créditos, eu os concedo sem nenhum problema.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. As fontes só não são divulgadas em produções próprias e assuntos polêmicos e ameaça à vida. De resto, o bom jornal que não revela a fonte, deixa de ser um bom jornal.

    ResponderExcluir
  16. E você deixa de acessá-lo por causa disso?

    ResponderExcluir
  17. A mídia se alimenta de credibilidade. Uma hipótese: se o G1 não cita que chupou a notícia da Deutsche Welle e a Folha de São Paulo sim, então terei preferência pela última.

    ResponderExcluir
  18. O leitor no geral nem liga. Vai no site que sempre acessa e dá uma zapeada na informação. Só a informação é importante pra quem lê. Agora se você é da mídia é outro modo de pensar...

    ResponderExcluir
  19. Porque as fontes não são divulgadas em assuntos polêmicos?

    ResponderExcluir
  20. http://thaalia-perfeita.blogspot.com.br/

    VE MEU BLOG AE

    ResponderExcluir