Pesquisar

10 de abr de 2009

A coreografia do Perigo: caminhando na corda bamba da alta-tensão.

Alta tensão
Para que eu e você possamos estar neste momento navegando tranquilamente na Internet, alguns bravos homens e mulheres espionam milhares e milhares de quilômetros de linhas de transmissão que atravessam os lugares mais inóspitos do planeta.
Coreografia do perigo

As linhas que chegam a conduzir meio milhão de volts não podem ser simplesmente desligadas, sob pena de deixar cidades, ou estados inteiros em situação de blackout. A solução encontrada foi o desenvolvimento de técnicas altamente especializadas que se utilizam de helicópteros, equipamentos e profissionais altamente especializado que literalmente “pousam” nos fios in vivo para realizar manutenções de rotina. O vídeo abaixo, onde aparece o momento da passagem de dois homens para a linha, mostra o quanto as condições atmosféricas afetam o processo. Note que enquanto os técnicos se movimentam, o vento não sacode o helicóptero todo o tempo. Qualquer erro é fatal e um acidente a qualquer momento é simplesmente esperável.

No outro vídeo mais longo e glamurizado, o auge da cena acontece quando são vistos os dois inspetores se movimentando simultaneamente sobre as linhas de alta tensão. É quando a coreografia do perigo atinge o seu pico estético.

Por que esta profissão pode ser considerada a mais perigosa do mundo?
A atividade envolve alguns dos maiores riscos enfrentados pelo gênero humano:
- choques elétricos por tensões altíssimas capazes de reduzir um corpo humana a carvão em segundos;
- trabalho em alturas vertiginosas em que qualquer queda é fatal;
- tensão emocional extrema.

Se você tem pavor de choques elétricos e medo de altura, já sabe para onde NÃO encaminhar o seu currículo!

2 comentários:

  1. astronalta e mais perigoso, qualquer coisa ali e morte na certa, nao tem como cai mais tem como sumi pelo espaço sem poder volta..,e 1 aranha na roupa e fatal

    ResponderExcluir
  2. Trabalho com telecom e as vezes também escalo torres bem grandes tanto eletricas quanto de telecom para a empresa que trabalho e outras particulares. O risco é grande, caso a pessoa não goste mesmo melhor nem começar. Mas para mim é considerado também um esporte.

    ResponderExcluir