Pesquisar

16 de abr de 2009

Sinal dos tempos? Aparecem SUVs abandonados nas ruas dos EUA.

Os americanos tendem a ser grandões, gordões e têm fama de gostar de ter um carro maior do que o do vizinho. Então, numa cultura voltada radicalmente para o prazer – hedonismo - e sem qualquer perspectiva de longo prazo na vida – niilismo – o que fala mais alto é curtir o presente e comer um big Mac tamanho jamanta acompanhada de um “litrão” de coca-cola de 3 litros.
dv1554012

Neste cenário de gordura e preguiça, os veículos Pickup e SUV (Sport Utility Vehicle) são a grande preferência nacional desde a recuperação da depressão de 1929. Hoje, diante da instabilidade financeira mundial e a falta de liquidez do mercado hipotecário, os americanos estão tentando fazer a manobra inversa: enfiar seus imensos corpanzis num Jetta a diesel da Volkswagen, que se para nós é um carrão, para eles é uma lata de sardinhas.

A tentativa de migração dos carrões beberrões para um transporte mais racional e econômico está sendo acompanhando por um certo movimento de abandono nas ruas de algumas cidades americanas dos antigos sonhos de consumo da terra da fartura.

Carrão abandonado no Alaska, junto com todo o resto. Este só está aqui mais pelo valor estético, já que o governo americano paga salários para que umas poucas e boas almas habitem o continente gelado.
Carro abandonado

Com a dificuldade crescente da desova de SUVs no mercado estadosunidense, as montadoras globais apelam aos mercados de 3º mundo, tais como o Brasil, cujos consumidores na qualidade de filhos de Deus, também sonham em ser grandões, gordões e ter um carro maior do que o do vizinho. Ainda bem que aqui já temos o litrão de 3 litros de coca-cola, um sério lubrificante para as opções king size jamanta/quarteirão dos hamburguers Mac Donalds .

Enquanto nos empanturramos com SUVs, que nunca consumimos a preços tão módicos (graças ao desconto do IPI que o Lula deu às montadoras, sacaneando o repasse às prefeituras), alguns cidadãos americanos discretamente desovam os seus camionetões nas ruas, de preferência com as placas arrancadas e num local remoto no Nebraska, ou no Parque Estadual Ainsworth no Oregon.

Jeep Wagoneer abandonado na frente de uma casa abandonada na cidade de Aonia, condado de McDuffie, estado da Georgia.
Jeep Wagoneer

Ford Explorer abandonada depois de batida e com as placas arrancadas, encontrado em Baltimore, Maryland. É mais barato saltar fora, do que mandar consertar.
Ford Explorer

Dodge Durango 1999 abandonado na cidade de Alexandria, Virginia. O veículo foi leiloado “no estado” pelo poder público. A municipalidade ganha alguns trocados em troca do prejuízo que estas tranqueiras causam nas ruas.
Dodge Durango 1999

Um caso curioso: foram encontrados em março/2009 dois SUVS, um rebocando o outro e juntamente com o reboque, abandonados no Parque Estadual Ainsworth, nos arredores de Portland, Oregon. Só faltou o cara ter abandonado a família também!
pt.abandon.ob.054.3/3/09

Nissan Armada LE V8 – 2007. Quem quiser conferir a tetéia que é este carro, basta procurar no Google por imagens dele. Note-se que, com exceção do Jeep de Aonia e do Ford Explorer batido, os outros SUVs estão em estado muito bom de conservação.
Nissan Armada LE 2007 V8

5 comentários:

  1. Peterson Rosa18/04/2009 10:12

    uma vez eu vi que nos Emirados Arabes Unidos e la pras bandas do Sadam, as montadoras e revendedoras não tem muitos postos de atendimento aos clientes, sendo assim é comum encontrar BMW´s, Mercedes e outros carangos de extremo luxo abandonados, que o governo recolhe depois.
    Agora, no pais do tio Sam é estranho ver essas tetéias jogadas na rua ...

    Esse artigo e aquele da casa vendida por 17 dolares estão me assustando mto ...

    ResponderExcluir
  2. Cara, eu fico embasbacado com esses carrões aí. Apesar de não ser um cara apaixonado por carros, não é de se jogar fora - literalmente - esses carrões.

    Como disse o Peterson em outro comentário, eu começo a ficar com medo dessa crise.

    ResponderExcluir
  3. TEEEEEEEENNNNNNNNNNNNNSSSSOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. É froids, queria que fosse aqui no brasil e perto da minha casa, ia ser muito bom. Achei na rua é meu... auhsuahsuas

    ResponderExcluir
  5. eu moro no Brasil do tio lula eu achei uma televisão na rua levei para casa e ela funciona até hoje em tempo eu moro em são paulo no bairro da liberdade será que os japoneses daqui são iguais os de lá? quem sabe se eu me mudar para um bairro onde haja norte americanos eu acho uma van destas jogada na rua......

    ResponderExcluir