Pesquisar

16 de nov de 2009

Gadgets contra a radiação de celulares.

Resultados de pesquisas científicas sobre danos causados pela radiação emitida por aparelhos portáteis de comunicação tem corrido à boca pequena nos círculos internéticos. Infelizmente, a grande imprensa jamais se enjangará na divulgação de tais informações desabonadoras, pois o medo de perder as polpudas contas das poderosas empresas de telecomunicação é muito maior do que a vontade de servir aos interesses do povo.

Fenômeno semelhante aconteceu com os efeitos deletérios do cigarro. Durante décadas já se sabia dos malefícios do fumo, mas só recentemente, por pressão dos processos judiciais, a verdade ululante veio à tona. Assim, na esteira da divulgação de supostos danos à saúde causados pela radiação emitida por transmissores portáteis instalados em telefones celulares, iPhones, notebooks, netbooks, ebooks, algumas empresas ,vendo a oportunidade de explorar um nicho de mercado em ascensão, criaram dispositivos que prometem combater os efeitos danosos da poluição eletromagnética sobre o corpo humano. Embora alguns deles sejam toscos e tenham cheiro de maracutaia, outros dão o que pensar.

Diodo anti-radiação.
Esta gambiarra ligada entre o nada e o lugar nenhum (diodo colado embaixo do aparelho), garante combater perda de memória, dor de cabeça, alterações genéticas, fadiga crônica, depressão, perda de energia e imunodeficiência, "organizando" as energias difusas ao redor do aparelho.

Cueca de prata para preservar os "países baixos" das radiações do celular.
Uma cueca feita na Suiça contendo fibras de prata, promete proteger a genitália masculina contra a poluição eletromagnética emitida por celulares. Seu princípio se baseia em resultados de pesquisas científicas que apontam queda na produção de espermatozoides em usuários pesados.

Fone de ouvido para celulares com acoplamento a ar.
Este gadget é o mais interessante de todos. Ora, sabe-se que os power users da telefonia móvel (costumam manter ligações com mais de 10 minutos de duração), chegam por vezes a queimar a orelha. Para resolver o problema, esta empresa comercializa um headphone que transmite o som por meio do ar armazenado na mangueirinha azul. Segundo eles alegam, não adianta você apelar para um fone de ouvido Bluetooth, pois este dispositivo também é transmissor de radiofrequências nocivas à cabeça.

Conclusão:
Apesar do tom jocoso deste artigo, tal assunto não pode ser levado na brincadeira. Alguns textos mais alarmistas chegam a afirmar que num futuro próximo, a poluição eletromagnética dos celulares causará mais mortes do que o Tabaco e a contaminação por amianto. Isto se justifica, porque a irrupção de vários tipos de câncer somente se dá depois de décadas de abuso.
Algumas medidas simples podem mitigar os riscos:
- desligar os celulares em veículos em movimento (recomendação publicada na Revista Ciência Hoje nº 264);

- não permitir que crianças usem celulares em hipótese alguma;

- não dormir com o celular ligado ao lado da cabeça;

- não encetar ligações de grande duração;

- desligar o celular durante períodos do dia e desligar à noite;

- todas as recomendações de segurança sobre celulares serve para qualquer dispositivo transmissor Wireless.

Efeitos nocivos sobre a saúde humana advindos do uso abusivo de celulares.
Estudo da OMS relaciona uso do celular com câncer. [Blog do Marinho].

Mobiles "Cause Brain Cancer" According To WHO [MahaLLas].

Mobiles “Could Kill More People Than Smoking”: New Study [digital lifestyles].

Radiação dos celulares diminui a densidade dos ossos [Today's Review].

Um comentário:

  1. [08:28:03] detetivebrasil: Se você precisar conhecer um pouco mais sobre o Celular sony, acesse este blog onde você conheçerá os modelos disponíveis, modelos antigos, defeitos mais comuns, tipos de toques, toques para baixar e muito mais sobre os celulares da marca sony. Também faz link com outros blogs na Nokia, motorola, Samsung e lg http://www.celularsony.com

    <<<

    ResponderExcluir