Pesquisar

2 de dez de 2008

Móveis que M.C. Escher teria desenhado.

Maurits Cornelius Escher nunca desenhou móveis, pois sua obra foi focada em figuras e formas planas que se aproveitavam das abstrações contidas na teoria da perspectiva, para distorcê-las e surpreender a percepção do espectador. Escher é então a rebeldia contra o consenso dos pontos de fuga renascentistas – sem cair no surrealismo e se valendo de uma técnica ultrarealista – ele deforma a realidade já deformada, posto que reduzida à bidimensionalidade da gravura.
Trazer a proposta de Escher para a tridimensionalidade é um exercício de extrapolação que muitos artistas perseguem. Desta forma, se vê em muitas manifestações estéticas, tais como na arquitetura e no design, alguns objetos refletindo a poderosa influência das estruturas escherianas.

Diante do exposto me questionei, como teriam sido os móveis desenhados por Escher? Então, procurei alguns que refletissem a sua estética e encontrei testemunhos da continuidade da sua obra, revista sob outros olhares.

Um beliche echeriano.

Armários Escherianos.
Você não está com labirintite! Os inquietantes armários abaixo desenhados por Vincent Thomas Leman, revelam uma inequívoca influência do artista holandês.

Mesa infinita, um dos temas recorrentes na obra de Escher é o da forma infinita, tal como o Anel de Moebius e os Nós.

Cadeira conservadora de energia.

Sofá cromado inspirado no símbolo “@”, também uma figura infinita.

Esta cadeira não existe! Portanto, por que não poderia ser de Escher?

Aquário Infinito.

Para finalizar, vejamos a casa ideal para receber os móveis inspirados em M.C. Escher. Vamos admitir que a feitura desta obra tenha sido o maior pesadelo de todos os tempos dos pedreiros que dela participaram! Local: Polônia.

Links relacionados:
Maurits Cornelius Escher.
As possibilidades das figuras impossíveis: instalações de Escher no mundo real.
“Este lado para cima”, fotos que parecem feitas por Escher.
Qual é a teoria da perspectiva?
O que é bidimensional e tridimensional num desenho?
Poço de Chad Baori, na Índia. Mais parece uma obra de M.C. Escher.

4 comentários:

  1. muito boa essa idéia de tornar realidade as idéias loucas do escher

    ResponderExcluir
  2. Opa! A dona do Bitpop presente! É com prazer que tenho cadastrado o teu blog no meu blogroll. Apesar de Escher ter "tridimensionalizado" algumas criações, é bom encontrar outras referências no "mundo real".

    ResponderExcluir
  3. Maristela Guedes03/12/2008 01:35

    Legal!
    De novo o Escher... Sempre o Escher... Infinitamente o Escher, como são as suas criações.

    Só pra constar, dia desses vi uma questão do ENEM, que era a seguinte: fazia uma apresentaçãozinha do Escher e depois a pergunta, "Qual destes desenhos do artista seria possível a um marceneiro construir?" E aí vinham cinco desenhos do cara, dos quais um realmente era possível!
    O caso é: Escher no Enem!Ein?!

    Ah, e para acrescentar: esta semana fiz a premiação dos meus alunos de Desenho, com livros de arte - que ainda são mais baratos que os materiais de desenho. Na hora de comprar os tais livros, não resisti: das dez categorias, três foram do Escher.

    Os caras que desenharam esses móveis tiveram mesmo uma grande fonte de inspiração.

    ResponderExcluir
  4. as artes dele é muito legal de ver :D

    ResponderExcluir