Pesquisar

21 de dez de 2008

Você não tem como fugir das promessas para 2009.

Quando você estiver na madrugada do mar do dia 1º de Janeiro de 2009, certamente seus desejos estarão tripulando um barquinho lançado ao largo em oferenda à Iemanjá. Para onde vão os milhares de barquinhos lançados no mar a cada Réveillon? Uns naufragam, outros voltam para a praia, enquanto uns poucos continuam a singrar mar adentro, até serem aceitos por Nossa Senhora.
Livro: CAVALO DE SANTO-Religiâºes Afro GaÅchas
Foto © Mirian Fichtner

Nas semanas que antecedem o zeramento do calendário, é quando nascem as famosas promessas e desejos de reformas na vida. Que reformas? Depende do que cada um tem no seu coração, se desejos vãos ou sinceros, que vão depender das escolhas pessoais. As promessas justas se tornam fortes e embarcam nos barquinhos vencedores, as mesquinhas naufragam rapidamente com a maré, por serem vazias.

Comprarei/construirei uma casa.
Um sonho bem comum e uma das promessas mais freqüentes de fim de ano. Mas lembre-se, a compra de uma casa requer sacrifícios e vida espartana. O sonho somente virá à custa de muitas renúncias aos prazeres imediatos.

Reformarei a casa.
É um sonho é mais relativamente fácil de ser cumprido, mesmo assim, são necessárias algumas renúncias que resultem em economia.

Comprarei ou trocarei de carro.
Diante do caos reinante no sistema de transporte coletivo em nosso país, uma das promessas mais comuns está relacionada ao desejo de possuir condução própria. Quando você estiver pronto para realizar este desejo, preste atenção nas suas escolhas, se está comprando status, ou a utilidade que o carro confere. O equacionamento desta questão vai determinar o tamanho do seu endividamento.

Terei fama e sucesso.
Veja a figura da Amy Winehouse, ela é celebridade e tem sucesso, mas perdeu a saúde. Muitas pessoas trocam alegremente alguns instantes de fama pelo comprometimento do resto da vida. Você deveria saber até que ponto está disposto a vender a sua alma ao diabo como pagamento pela realização dos seus sonhos de celebridade. O sucesso ou não desta venda vai depender das suas escolhas éticas de 2009. Caso você decida vender, talvez não consiga vaga na fila deste ano, pois o diabo está analisando os milhões de vendedores que estão na sua frente.

Lerei mais livros.
Quem lê livros cultiva a sabedoria. Muitas pessoas têm feito a promessa de ler mais livros no ano vindouro. Podemos dar uma turbinada no hábito ao longo das férias e tentar não deixar a peteca cair depois das "águas de março fechando o verão, é a promessa de vida no teu coração".

Estudarei mais.
Principalmente esta é uma promessa a ser feita por estudantes, não importando a idade. Levar mais a sério os estudos na faculdade, flauta, piano, dança, capoeira, mestrado, vestibular, etc., significa crescer. Quem se impõe promessas de crescimento, está investindo em bons propósitos, que muito bem ajudarão a levar o barquinho das oferendas que os contém tão mar adentro, que a própria Nossa Senhora os vai recolher.
Quem não estuda, pode aproveitar para prometer o recomeço dos estudos.

Sairei mais de casa.
Os modernos meios de entretenimento domiciliar, aliados ao problema epidêmico de segurança nos grandes centros urbanos, praticamente trancafiaram a classe média ao bunker do lar. A promessa de poder sair mais de casa é uma das mais feitas pelas pessoas que não mais agüentam ficar tantas horas na frente da TV, do computador e dos vídeo-games. Sair mais e desanuviar a cabeça é uma boa pedida para 2009, aproveite e faça agora!

Darei mais tempo para a família.
Esta é uma promessa que somente poderá ser cumprida se você de fato tiver mais tempo livre. Só que este tempo significa renunciar ao sobre-ganho que sustenta os seus caprichos consumistas. Ficar mais tempo em casa significa descobrir quais são os verdadeiros valores da vida, a ânsia compulsiva de consumo, ou o filho que você não está assistindo crescer.

Serei menos consumista.
A crise financeira mundial que varou 2008 é uma crise de paradigmas, principalmente do 1º mundo. O padrão do consumismo sem noção imposto como filosofia de vida (american way of life) no pós segunda guerra mundial está se esfacelando e com ele um modo de vida voltado para o ter e não para o ser. Caso você queira assumir a promessa de não usar o consumismo como válvula de escape para as suas frustrações existenciais, você está começando a entender o que é a crise e a maneira de acabar com ela.

Cuidarei mais da saúde.
A boa saúde provém de hábitos saudáveis e a doença mais cedo ou mais tarde aparece em conseqüência das péssimas escolhas. Se o seu 2008 foi estressante, você fumou demais, bebeu demais, dormiu de menos, perdeu muito tempo com bobagens, nada mais justo do que prometer um 2009 bem diferente. Porém, se as suas prioridades existenciais não mudarem, o seu barquinho vai afundar nas águas de março...

Pararei de beber.
Você deve descobrir se o seu impulso de beber álcool é patológico ou social. Tente se abster de álcool por uma semana e veja o resultado. Se surgir uma vontade irresistível de tomar um trago, você já é alcoólatra e o seu caso não vai ser resolvido com promessas, só tratamento especializado e uma disciplina posterior a ser seguida para o resto da vida vão lhe ajudar.

Pararei de fumar.
Para algumas pessoas funciona se auto-impor uma data, enquanto para outras, serve apenas para adiar indefinidamente o cumprimento das promessas desta natureza. Você já deveria saber que está destruindo as pessoas ao seu redor com o seu vício. Pare por elas agora, não espere a virada do ano!

Largarei as drogas.
Não é preciso listar o que o viciado em drogas destrói. Faça uma auto-reflexão sobre a sua capacidade de cumprir promessas. Se você concluiu que pode parar a hora que quiser e que combater o vício é apenas uma questão de vontade, desculpe, mas você não vai abandonar as drogas em 2009. Agora, se você chegou à conclusão de que não vai conseguir sair desta sozinho e que só com ajuda profissional vai ter alguma chance, então o seu barquinho tem alguma chance nas águas turbulentas do próximo ano. Ahh, se depois do tratamento você aparecer dizendo que está curado, lamento informar que você vai voltar ao vício, pois não há ex-drogadito, só drogados que lutam um dia após outro para se absterem das drogas.

Farei exercícios.
Quando você faz esta promessa, normalmente está com um copo na mão e um pratinho de hiper-calóricos na outra. Quem planeja começar a fazer exercícios somente no ano que vem, pode tirar o cavalo da chuva, pois o barquinho das intenções afundará bem cedo.

Emagrecerei.
Finalmente, a promessa hour concour feita no dia internacional do início da intenção de emagrecimento: “na próxima segunda-feira do novo ano, vou iniciar a minha dieta e agora é para valer!” Promessa realizada no início do ano para ser cumprida no dia internacional dos inícios das dietas, normalmente tem vida curta... até o meio da semana quando aquela fome de leão aperta, é quando você fará o primeiro assalto do ano à geladeira, na calada da noite.
Autor: Isaias Malta

Nenhum comentário:

Postar um comentário